sábado, 17 de dezembro de 2011

NATAL DE UM OUTRO ÂNGULO

manuela baptista, triangulação



O nascituro e a triangulação primordial


Ele
a voz do ventre feito luz
e o sombreado daquelas vindas do exterior

ele na sua interioridade
a vibração matricial e o eco profundo e longínquo

em si mesmo habitando os três qual gineceu de um mundo indeterminado
batismal por de água feito

condutor do som na plástica de si próprio

intangível

ressonância de um anjo anunciador vindo de fora

intrínseca musicalidade



Naquele dia a voz da mãe chorou e afastando-se dela o menino nasceu

nasceu e na comunhão das vozes
num grito aspirado delas se desprendeu

cresceu perdida a virgindade que o concebera










Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Dezembro de 2011

15 comentários:

manuela baptista disse...

um poema de Natal em dia de mãe


naquele dia

triangulação perfeita, porque para nós

uma criança nasceu, uma criança está aqui

Feliz Natal!

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Não deixei de pensar, asseguro-te, no que aqui escreveste ...


Um Santo Natal!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Dezembro de 2011

BRANCAMAR disse...

Boas Festas Jaime, tão felizes e lindas como o poema que nos trouxe.

Beijos

Dulce disse...

Naquele dia..fez-se LUZ nos nossos corações, onde a alma sublima!

Belíssimo Jaime.

A música nas palavras tão belas transformadas em poema, belíssimo..Bem-haja.

Um abraço do tamanho do tanto que lhe desejo, para si e toda a família..e um beijinho igualmente grande para a Manuela de muitas saudades dos dois..!

Dulce

Fernanda disse...

Belíssimo!

Nasceu um Menino em tudo igual a outros tantos... tinha contudo outro Fado, o de ser O menino.

"Este Natal …

Um tempo,

Um espaço,

O abraço.

É o Natal de sempre

Igual a outros Natais de outros tempos,

Igual a si mesmo na manifestação,

Na celebração,

No acontecimento.

Todo o enfoque que lhe damos,

Tudo que o envolve amarra e ata

São proveito e proventos

De manifestações acordadas,

Temperadas e outorgadas

Pelos tempos instalados,

Presentes no desassossego

Das nossas vontades,

Ausentes na luz da madrugada

E na lonjura do brilho da safira.

O Natal será sempre

Um Tempo,

Um Espaço,

Uma Época,

De sementeira de amor,

De enxugar a dor

No grito gritado,

No dardo lançado,

Na meta traçada,

Na mão amarrada

Ao cais da esperança.

O Natal deste tempo

Será sempre e quando

O Homem estiver disponível

Na leira do seu coração.

Natal de 2010

Maria José Areal"

Beijinho,amigo.

Feliz Natal

AFRICA EM POESIA disse...

Feliz NATAL


e...




Hoje...
Caminhei pela rua...

Vi luzes...
Vi fantasia...
Vi muitos embrulhos...

E pensei...

É Natal...

Segui e continuei...
A ver luzes...
A ver fantasia...
A ver presentes...

Mas...

Não vi Natal...
Não vi Jesus...
Não vi Maria...
Não vi José...

Não vi o principal...
Senti o esquecimento...

Da união...
Da família...
Do Amor...

E continuei a caminhar...

E vi bolos...
E vi iguarias...
E vi beleza...

E gostei de sentir...
O cherinho de Natal...

Mas...
Continuei a caminhar...
E a pensar...

Natal,
Será de todos?

E vi logo que não...
Milhares de crianças...
Milhares de homens...

Nesta vida...
Nunca saberão...

O que é ser Natal...


LILI LARANJO

ki.ti disse...

Festas é comigo e se forem boas, tanto melhor!

ki.ti

Irene Alves disse...

Amigo, venho desejar-lhe um
Feliz e Santo Natal.
bj.
Irene

OceanoAzul.Sonhos disse...

E com palavras se escrevem sentimentos natalícios que nos tocam. Lindo poema!

Jaime, Feliz Natal para si e familia, Paz, Saude e Amor, são os meus votos, sempre.

Abraço
Cecilia

Maga disse...

Que o Amor, o Carinho, a Compreensão e a Amizade brilhem na vossa árvore de Natal e que os vossos corações recebam do Menino bençãos sem fim
Um abraço da
Maga

Isabel Moreira Rego disse...

Visitei seu site e gostei. Bom NATAL para o amigo e toda a sua família.
beijo para todos...

Linda Simões disse...

Tão bonito,tão bonito!

Penso que quando crescer eu quero ser assim,poeta.

Um Natal de Luz para os amigos,com um abraço grande, grande!

Beijinhos,

Linda Simões

Evanir disse...

O Natal é o calor que volta ao coração das pessoas,
a generosidade de compartilhá-la com outros e a esperança de seguir adiante.
Que a paz e a compreensão reinem em nossos corações neste Natal
Com todo carinho te deixando meus votos de Um Feliz Natal para você familia e amigos.
Beijos no coração .

Graça Pereira disse...

Um santo e feliz Natal e um Ano Novo que contrarie tudo o que disseram dele!
Abraço.
Graça

AFRICA EM POESIA disse...

JAIME





Neste natal
O meu beijo amigo e o desejo de Paz e saúde




Hoje...
Caminhei pela rua...

Vi luzes...
Vi fantasia...
Vi muitos embrulhos...

E pensei...

É Natal...

Segui e continuei...
A ver luzes...
A ver fantasia...
A ver presentes...

Mas...

Não vi Natal...
Não vi Jesus...
Não vi Maria...
Não vi José...

Não vi o principal...
Senti o esquecimento...

Da união...
Da família...
Do Amor...

E continuei a caminhar...

E vi bolos...
E vi iguarias...
E vi beleza...

E gostei de sentir...
O cherinho de Natal...

Mas...
Continuei a caminhar...
E a pensar...

Natal,
Será de todos?

E vi logo que não...
Milhares de crianças...
Milhares de homens...

Nesta vida...
Nunca saberão...

O que é ser Natal...


LILI LARANJO