terça-feira, 30 de agosto de 2011

CONCLUÍDO ESTE JEJUM


Elling Reitan, Intermezzo



Conclui-se aqui este jejum a que me forcei, solidário ou ecuménico com o Ramadão que a fazer, aproximadamente, coincidir com a sua duração me coibiu de comentários ou de novas publicações que não aquelas que no meu blogue, com o passar do tempo, se iam, ao longo deste mês de Agosto, justificando.
Back to normal, este meu exercício, contudo, não foi nem é em vão:
Daqui para a frente passarei a ser mais comedido até porque, nesta frugalidade, crio outro e necessário distanciamento!
Assim, deixarei de responder por sistema a quem me comente, apenas quando por esta ou por aquela razão tal se venha a justificar;
Também e por sistema, deixarei de fazer comentários em suportes de terceiros que, aliás, muito estimo;
Não publicarei desabridamente no mural do meu facebook como, antes deste meu forçado e forçoso intermezzo, a mim próprio me impus.
Adoptarei, isso sim, um ritmo todo ele mais contido, distendido também, como se deduz desta experiência solidária aqui concretizada e em nome mesmo dos meus objectivos centrais, dos quais não me poderei nem quero desviar.
Mantenho, por ora, a moderação de comentários no meu blogue que, nem por isso, me impediu de a todos aqueles que me foram enviados os publicar, mas apenas até que entenda que esta  ainda se justifica …
E valeu a pena!
Para além do mais, tal permitiu-me descansar alguma coisa o que não é de somenos …
Só mesmo quem não saiba do esforço implícito ao acto de criação … o não reconhecerá!



Da minha carne me sai
o que dando me não trai






Jaime Latino Ferreira
Estoril, 30 de Agosto de 2011

3 comentários:

manuela baptista disse...

comedido
contido

e nas gargalhadas?

não é de somenos, porque um intermezzo numa cavalleria rusticana siciliana, já eu gostei muito de ouvir

manuela

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo


Escreva quando e ao ritmo que lhe aprouver, que estes são espaços de liberdade. O importante é, e será sempre, sentir-se bem!

Um beijinho grande

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

Acontece, querida Maria João, que sendo espaços de liberdade como escreve, estes suportes implicam, por isso mesmo, os compromnissos ainda que implícitos ou informais que sejam, que se estabelecem com os leitores e com os comentadores.

Assim sendo e estando eu decidido a inflectir as regras e a praxis que a mim mesmo me impus, porque a liberdade não é isenta de responsabilidade ou, se quiser, daquilo que a que me sinto obrigado perante os meus destinatários, não poderia deixar de dar disso conta a quem me lê e comenta.

Está a ver como logo aqui me senti na obrigação de Lhe responder!?

Um grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 31 de Agosto de 2011