sexta-feira, 25 de outubro de 2013

DA LIBERDADE

Rafael, Escola de Atenas, 1506 – 1510






educar para a Liberdade é incomensuravelmente mais difícil do que educar pelo porque não ou pelo medo, pelo castigo ou pela penalização mas aquilo que por esta se aprende é muito mais efetivo, explícito do que, alguma vez, o inevitável da negativa, o formal decepado de conteúdo libertário consegue incutir

no implícito do explícito a Liberdade encontra sempre alternativas





inevitabilidade não conjuga bem com liberdade









Jaime Latino Ferreira

Estoril, 25 de Outubro de 2013



5 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

EM RESUMO



Num texto, no explicitado, a liberdade, o implícito, os conteúdos em aberto que ele oferece ou não!



Jaime Latino Ferreira
Estoril, 25 de Outubro de 2013

. intemporal . disse...

.

.

. da inevitabilidade que provoca dezenas de suicídios diários em Portugal . os quais . são na maioria das vezes . disfarçados pelo capitalismo . que com ferros mata . e que com ferros morrerá também .

.

. um bom fim de semana . Jaime .

.

.

Kika disse...

Kriu?

Escreves tão bem, Jaime ... E são tão poucos, a escrever como tu... Lês muito, é?

Eu, quando tento ler, fico sempre com os olhos em bico... Porque será? Tenho pensado tanto nisto...

Pensa tu também...

Kriu!

disse...

A GalpOn, passo a publicidade, tem descontos que podem atingir os quarenta por cento, desde que, adiras online...

Não permaneças na "sombra da luz"... Já nada te impede de assim permaneceres...

manuela baptista disse...

educar é como a liberdade,

é difícil e inesperadamente compensador