terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

QUE REESTRUTURAÇÃO

Maggie Taylor, GardenMaggie Taylor "Garden"Maggie Taylor "Garden"



Será que não Vos enxergais, formiguinhas de carreiro!?
Será que não Vos dais conta de que o que conquistado foi, senão em prejuízo da própria Democracia, dificilmente pode vir a ser, de novo, confiscado!?
Será que não entendeis que os Vossos próprios tacticismos feitos de meias palavras, contra Vós mesmos se viram!?

Outro dia, chamou-me a atenção a notícia da reestruturação de uma grande multinacional europeia, a Nokia, finlandesa por sinal, sim, originária da sacrossanta e impoluta Finlândia e terra natal do comissário europeu Olli Rehn para os Assuntos Económicos, ironia maior, que ao abrigo dessa mesma reestruturação se prepara para enviar cerca de quatro mil dos seus colaboradores, não deixo de sublinhar, se possível e mais irónico ainda, esta mesma e paternalista, cínica e tão corrente designação dos  empregados, para o desemprego, forçada que se vê a reestruturar-se com vista a fazer face à concorrência que a isso a tanto a obriga.
Em que é que consiste essa mesma reestruturação?
Consiste em fazer deslocar para a Ásia linhas de produção existentes noutros quadrantes do Globo onde estas se tornaram demasiado onerosas …!

Bem vistas as coisas, esta notícia não contém nada de novo pois … se os concorrentes da Nokia, todos eles, já se deslocalizaram antes dela!?
Mas chamar-se a isto reestruturação …!
Não admira que o assim chamado mundo ocidental caminhe, a passos largos, para o abismo!

Qualquer dia, se na margem sul do Mediterrâneo se exige Democracia, na sua margem norte do tamanho de toda a Europa e já para não falar da margem ocidental do Atlântico, dela cansados, o que exigirão os seus povos!?
Qualquer dia …
Qualquer dia, dia que já se pronuncia, no seu brio e tomados de um derradeiro fôlego, os povos rebelar-se-ão e revirarão tudo up side down … de pernas para o ar que é como tudo vai estando …
Não seja um golpe monumental e orquestrado de engenharia financeira …!
Por isso e precavendo o pior, resiliente, persevero!



estou-me nas tintas para a publicidade que, aliás, à Nokia a não enobrece de todo



se há divisas que estão artificialmente subvalorizadas outras há que estão artificialmente sobrevalorizadas e não há comércio livre sem a neutralização de tão nefastas  batotas quando decorre a Cimeira China/União Europeia






Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Fevereiro de 2012

2 comentários:

manuela baptista disse...

acordemos pois!

houve dias
em que vivemos sem telemóveis e a China era um país distante

depois deslocalizámo-nos e o norte está em toda a parte

como a rebelião

BRANCAMAR disse...

É isso tudo Jaime, que aqui se denuncia e há muito vem acontecendo, até que a última indústria acabe na Europa, se não houver imaginação para inverter este curso dos acontecimentos.
Já há muitos anos estudava eu no meu ensino secundário, em Geografia política, que os países desenvolvidos tinham uma percentagem decrescente de indúdtria e crescente de serviços, mas será que se pode viver só de serviços?
Onde fica o equilíbrio?
Nesta altura é já um forte desiquilíbrio.

Beijos
Branca