quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

FIEL DA BALANÇA




Por incrível que possa parecer, no contexto do sistema monetário global, em vez de se lhe atribuírem instintos bélicos ou maléficos, o dollar acaba, antes, por exercer uma função reguladora.
Fiel da balança!
Se o sistema monetário global está todo ligado, o dollar, como divisa de referência, de investimento portanto, mantendo uma cotação alta mas não assim tão alta como o euro, à palma da sua permanente emissão, puxa-se e ao euro consigo para baixo, aproximando-se e desvalorizando-se ambos e ao yuan para cima, valorizando-o, como fonte alternativa, diversificada de investimento, promissora moeda que o é de uma país em exponencial crescimento e ao valor do dinheiro, no seu todo, num movimento regulador descendente e tendencialmente equiparado susceptível de vir a dissuadir a permanente e irreal, eufórica instabilidade especulativa dos mercados.
E é só progredir acentuada e, de preferência, concertadamente, com iniciativa e de uma vez só (!) nesse sentido como dos meus textos anteriores, de há muito, em decidido efeito dumping, o sugiro e incentivo!



o dinheiro, sendo ilusório, contra quaisquer uns se pode virar e no meio da floresta, obcecados pela árvore, perdemos-lhe a visão de conjunto






Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Janeiro de 2011

1 comentário:

BRANCAMAR disse...

Jaime,

Tenho lido e apreciado os seus textos sobre a China e agora sobre as moedas , mas não opino em matérias onde me sinto uma verdadeira ignorante, embora com algumas noções gerais do que nos fala e concordando consigo em muitos pontos. As engenharias económicas sempre me fizeram muita confusão e por vezes parecem-me mais um joguete para benefício de algumas minorias. Sempre fui avessa a números, mas tento perceber todas estas manobras monetárias. Há alguns dias ouvi o Dr. Mário Soares, em Leiria, na Livraria Arquivo, num lançamento do seu último livro, ser a favor de emissão de moeda na Europa, tal como os Estados Unidos passam a vida a emitir dólares. Parece que a emissão de moeda provoca inflação e depois dizia ele?
E eu na minha ignorância pergunto, o que será melhor, fabricar moeda ou vivermos neste sufoco dos números?

Que me respondam os especilistas na matéria, que forem capazes de ser imparciais e sensatos.

Beijinhos
Branca