sábado, 7 de maio de 2011

O PLANO QUE CRIEI - I -


fotografia de Manuela Baptista, hEra

Como escrevia na página anterior, daqui em diante fixar-me-ei pois, mais e mais noutro plano, aquele que eu próprio criei e dele não faço tensões, em princípio, de me retirar.
Esse plano tem o tamanho da minha ambição, da minha legítima ambição …
Vamos pois considerar:
Imaginemos que a Democracia para ser plenamente aprofundada, realizada, não basta embora seja indispensável, que nela se realize a vontade da maioria que apenas pela sua representatividade conseguida através do sufrágio universal e do sistema pluripartidário pode ser garantida;
Não basta que seja salvaguardada a divisão de poderes que se traduz, não apenas nos planos autónomos mas interdependentes dos poderes representativo, legislativo, executivo e judicial garantindo a implementação de um verdadeiro Estado de Direito;
Não basta que seja, ainda, salvaguardada a separação entre o poder temporal e o intemporal ...
Mas que a todas estas garantias uma outra lhe seja acrescentada, qual cereja em cima do bolo e garante das minorias tão minoritárias quanto estas se revejam no próprio indivíduo singular ou garantia da sua máxima diversidade, um poder residual de influência não sufragável no sentido estrito mas escrutinado à lupa e a confundir-se com o cidadão comum.
Que exigiria deste uma prova a estender-se, implacável, no tempo, pondo, não apenas à prova a sua resiliência na fidelidade constante, perseverante à própria Democracia mas desafiando-o sem que lhe fosse dito, implicitamente portanto e deixando-o por sua conta, a aprofundar, quanto mais globalmente, abrangentemente melhor, a Doutrina Política dando-Lhe, à Democracia, ao sistema democrático e global um rosto, personalização, carácter;
Individualidade;
Raízes;
Num sistema abrangente de valores que abrisse uma nova era …!
Que se desenvolvesse por meios pacíficos e consistentes!?
E que eu tinha atingido essa meta sem guerras de qualquer tipo, sem exercer violência física ou psicológica, sem tropas de choque ou de pressão na salvaguarda e no respeito pela pessoa humana, expondo-me publicamente e para lá de quais fossem as colorações políticas ou outras desde que democráticas, mantendo sempre a equidistância em relação a todos os poderes e instituições!?
Na salvaguarda da equidistância entre República e Monarquia Constitucional, na Coisa Pública que aqui, exposta, se afirmasse!?
Equidistante de Nações, Povos e Culturas como câmara de silêncio para a qual, agora, mais e mais me predispusesse …
Que lugar, pelo mérito demonstrado, garantia maior em que ao fim de vinte e dois anos persisto como persistirei e pesem todas as omissões (!), me deveria ser emprestado!?
Será que o mérito não tem de ser globalmente reconhecido na catarse que, implícita, pela confiança desabrida no sistema induziria!?
E será que todos e a começar pelo sistema democrático global, não teremos a ganhar com isso, com essa consagração!?
Imprescindível Actor, aqui transparentemente aberto ao contraditório e à mão de semear …!
Esse foi o plano, o Plano Político que criei e do qual não faço tensões de me retirar, desviar muito menos!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Maio de 2011

21 comentários:

ki.ti disse...

O meu plano, é eliminar os cães e os camiões Tir.
Por isso, sou pelas minorias, absolutamente!

ki.ti

Jaime Latino Ferreira disse...

KI.TI


Querida Gata,

Quando me apareces por aqui, fazes-me lembrar aquela mensagem que regularmente me aparece no meu telemóvel e que, normalmente, antecede uma outra a participar-me qualquer coisa sobre um tal de serviço Wmimi ...

... wmimi também é uma minoria, não é?

Para desconversa, desconversa e meia!!!

Vá, vai-te lá aninhar à janela ...


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Maio de 2011

Eva Gonçalves disse...

Apoiado! Completamente legítima ambição! Pena que sejam tão poucos com o mesmo plano... principalmente, no poder...

manuela baptista disse...

tu és um paralelo geográfico

latitude constante

pudessem ter os outros a tua pureza e ingenuidade

ou a pureza ser um apanágio dos políticos

manuela

...descomplica o recomentário por favor, que eu já sei o que queres dizer...aplica-te à Eva porque merece!

Jaime Latino Ferreira disse...

EVA GONÇALVES


Querida Amiga,

E quem Lhe garante que é assim como escreve ...?

Repare na Manuela:

Ela que ainda na caixa de comentários da página anterior me chamou animal político e que aqui, nas manhas que habitualmente atribuímos aos políticos e farta deles que o está, a Si Lhe tenta devolver a batata quente ...

Onde é que eu já vi isto!?

Desculpe-me Eva mas terei de ir responder-lhe em letra de forma!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Maio de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Não tens vergonha meu Wmimi favorito!?

Então devolves à Eva a batata quente, isso é lá maneira de receber as visitas!?

E chamas-me paralelipípedo ou coisa parecida!?

A pureza ...

E porque não a lógica e a sua força irresistível!?

Afinal tinha razão quando escrevia que a Ki.ti anunciava a Wmimi!!!

Kissies


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Maio de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

PLANOS I


32 705 = + 100 visitantes nas últimas vinte e quatro horas!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Maio de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

EVA GONÇALVES


Querida Amiga,

Agora já Lhe posso vir responder com outra serenidade:

Como vê, os políticos têm sempre as costas largas para poderem encaixar todos aqueles atributos que, afinal, são comuns mas eles, sempre, os bobos da festa ...

Por outro lado e repegando a minha Amiga e a Manuela, se todos gozassem desta candura ... mas não, há muito poucos como a minha Amiga logo insinua!

Candura, pureza, ingenuidade ...

Eu pergunto-Lhe desabridamente:

Tem ou não tem lógica aquilo que escrevo e está ou não ela blindada?

Explico-me melhor:

Esqueçamos, por um momento, quanto a nossa situação doméstica nos escalda, digamos assim e olhe para o meu texto de primeira página na sua lógica interna ...

Aliás, é a minha Amiga que logo a encabeçar o Seu comentário não se coibe a um apoio firme àquilo que escrevo!

Assim se um texto tem lógica, tal como uma fórmula matemática não desmontável, vá por mim que ele fará o seu caminho ...!

E se 751 textos formam, entre si, um conjunto coerente já para não falar em tudo o que os antecede, então ... então ...!?

Como escreveria a Manuela ... paralelo geográfico ...!

Desculpe-me, outro beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Maio de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

EVA GONÇALVES


Esquecia-me de comentar apenas isto:

... principalmente, no poder ...

É que, Querida Amiga, o poder começa, exactamente, por ser o poder da palavra!

Agora é que é, outro beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Maio de 2011

Eva Gonçalves disse...

Meu caro amigo,
E com essa evidência, que o poder começa no poder das palavras, humildemente me rendo! Pois que o seu plano se propague geométrica e matematicamente e até lhe sugiro que mude o título do blogue, em função do mesmo. Pois se o poder universal da música é inequívovo e se as palavras têm uma música indiscutível, porque não passar a chamar o blogue, de "o poder das palavras!" :)
Beijinho

Linda Simões disse...

Começa,começa nas palavras o Poder.

E mesmo quando não ditas,elas são poderosas.

Na garantia da diversidade, reside o poder, o encantamento das palavras.

Tu tens o conhecimento. E ele é profundo,raro,lapidado constantemente nas reflexões que transbordam e iluminam.


Um grande abraço aos queridos,


Linda Simões

Jaime Latino Ferreira disse...

EVA GONÇALVES


Querida Amiga,

Até nem está mal visto, o poder das palavras mas como escreve, se as palavras têm música esse é o seu maior poder ...!

E ela, a música, como se propaga ...!

Obrigado e um grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Maio de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Minha Querida,

...!

Poderoso é o silêncio, como escreve!

Calo fundo, um grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Maio de 2011

. intemporal . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jaime Latino Ferreira disse...

PAULO


Caríssimo,

Aproveito o Seu comentário para alertar para um dos significados de pormenor da palavra plano:

Não tanto aquele que se prende com desígnio, intenção ou fito mas aquele outro que remete para a profundidade, como sejam os planos primeiro, segundo, superior ou inferior e que se relacionam com a profundidade, dimensão ou relevo.

Neste sendido há planos e planos que estão ou não presentes, que se vêem ou não e que se criam também de acordo com a perspectiva mais ou menos abrangente ou de que se parta.

Assim, se eu só vir impermanência também verei um ofidiário ou covil de serpentes como escreve e este só nos poderá desgovernar.

Nesta perspectiva não há espaço para o plano que criei, que recriei melhor dizendo e, sobretudo, não permanecerá.

Se eu vir, pese embora todo o ruído, permanência e governo, esse tal plano acabará por se impor naquele sentido de fazer-se respeitar levando a que se suturem, sarem feridas antigas que o acabem por levar a sentir-se obrigados, por dever ou pela força da sua estrutura, construção interna, pela força das palavras, em suma, a aceitar.

Se eu só visse o plano do ofidiário e não sobrasse espaço para mais, estaria a gastar o meu latim e não é o caso ...

... há mais vida para lá de todos os covis e mesmo um covil não é exactamente e tão só aquilo que parece!

Um grande Abraço


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Maio de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

PLANOS II


32 800 = + 95 visitantes!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Maio de 2011

Fézada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jaime Latino Ferreira disse...

FEZADINHA


Canito,

Croquetes é uma rica metáfora para um plano de que não se abdica ...!

Quanto ao colestrol e triglicéridos, diz-me lá se os telejornais, em si mesmos e quantas vezes, pela gulodice que espicaçam, os não estimulam?

Não espanta que aos croquetes os não largues, canito destemperado ...

... destemperado e irreverente!

Vai mas é tu fritar os croquetes!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 9 de Maio de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

PLANOS III


32 885 = + 85 visitantes ...!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 9 de Maio de 2011

Maria João disse...

Jaime

Meu querido amigo;

Diz e muito bem:

"Num sistema abrangente de valores que abrisse uma nova era …!"

e eu acrescento...

de gente que seja capaz de ser, verticalmente consistente, no respeito pelas ideias e ideais, verdadeiramente democráticos à escala mundial e que tenha uma latitude no olhar, que alcance mais do que a fronteira do seu umbigo.

e... já agora,

que seja como o Jaime, porque não?!
Capaz de manter a mesma integridade e a mesma postura, na perseverança de 751.. (corrijo) 752 textos.

Um beijinho

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

... e mais todos os outros que os precedem e todos os outros publicados à laia de comentários ...!

Grande beijinho que sempre falta por aqui me faz


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 10 de Maio de 2011