terça-feira, 14 de setembro de 2010

AOS MINEIROS SOTERRADOS NO CHILE

Van Gogh, esboço, Mineiros
-

Camaradas,
Penso em Vós e nos Vossos e trago-Vos no meu coração!
Que trabalho o Vosso ...
O trabalho dos mineiros que garante, substancialmente e em cavados subterrâneos a riqueza geral das Comunidades e de alguns, seguramente e em particular!
O risco que correis permanentemente!!
O árduo, tremendamente árduo de trabalhar assim, na precariedade das Vossas condições!!!
O que será estar, agora e como tantas vezes acontece, na situação em que, neste momento, Vos encontrais ...!?
Quem como eu vê, todos os dias, a luz do Sol, o brilho do firmamento, respira o ar puro e é verdadeiramente livre, livre de andar por aí e goza de Liberdade, quem ao carinho dos seus o tem, directo, pessoal e afectuoso como os demais, tantos de nós, e a todos esses privilégios os dá por adquiridos, quem, em rigor, poderá imaginar a situação em que Vos encontrais!?
Vós e os Vossos!?
O que será estar no subterrâneo que entre Vós e os Vossos se interpôs cego e prepotente, que a Vós de nós nos separa por algumas e apenas escassas centenas de metros por desbravar!?
Quem!?
Não, não consigo imaginar o que seja estar na Vossa situação ...!
Nem como cada pequeno alento, material ou humano que Vos chega do exterior, da superfície, Vos encherá de reforçado empenho, amor à vida!
Digo-Vos apenas isto:
Parafraseando Jorge Amado, Vosso irmão e escritor brasileiro, o subterrâneo é o que precede e por muito que ele dure, a Liberdade!
Ou, de outra maneira:
Quando tudo parece desabar sobre nós, aí, pondo à prova a nossa fibra, mais não nos resta senão acalentar, acalentar diariamente, hora a hora, minuto a minuto a esperança e não a deixar morrer que, estou certo, perseverando, mais cedo ou mais tarde esta Vos conduzirá, de novo, a ver a luz do dia, ao respirar puro e cristalino e ao abraçar terno e aconchegante dos Vossos entes queridos.
Queridos Irmãos,
Peço-Vos encarecidamente que não desfaleceis!
Vosso e Convosco
-
Hino
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

27 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

CARTOGRAFIA I


Atingi a Escandinávia!

Um pontinho vermelho na Noruega, será Oslo!?

Bem vindos!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

CARTOGRAFIA II


E outro, outro pontinho na América do Sul, na Venezuela ...

Caracas!?

Bem vindos sejais!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

CARTOGRAFIA III


Também nos EUA a coisa cresce ...

Pontinhos em Nova Yorque e em Washington!?

Be Wellcome!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Linda Simões disse...

"Quem como eu vê, todos os dias, a luz do Sol, o brilho do firmamento, respira o ar puro e é verdadeiramente livre, livre de andar por aí e goza de Liberdade, quem ao carinho dos seus o tem, directo, pessoal e afectuoso como os demais, tantos de nós, e a todos esses privilégios os dá por adquiridos, quem, em rigor, poderá imaginar a situação..."

...


Liberdade !


...


Para a riqueza de alguns,escravidão para muitos...


...

Bom dia,abraço aos dois


Linda simões

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Minha Querida Amiga,

Não se esqueça que entre esses alguns também nós estamos incluídos!

Claro que o trabalho mineiro é de uma dureza e de um risco extremos e que estes, tanto quanto o possível, deviam ser não apenas acautelados como devidamente recompensados ...!

Mas o risco, esse está lá sempre e mais do que na maioria das profissões ...

Que o risco inerente devia ser compensado mais do que provavelmente o é, estou inteiramente de acordo.

Daí até se tratar de escravidão, ela existirá, seguramente, mas não podemos é generalizar!

Liberdade concerteza e neste caso ela aplica-se com a rudeza crua dos obstáculos físicos que se interpõem entre os mineiros soterrados nas entranhas da terra e a superfície do solo!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Linda Simões disse...

Jaime

Escravidão no sentido de baixos salários,de péssimas condições de trabalho,de desigualdade social,de má distribuição de renda,de preconceito etc...


Beijinhos

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Minha Querida,

Eu acho que tinha percebido a Sua intenção mas como as palavras também têm, friso (!), um sentido rigoroso ...!

Repare:

Alguma vez se se tratasse, no caso em apreço, de escravatura, teria sido chamada uma equipa da NASA e já para não falar de todos os meios que se disponibilisaram com vista ao socorro desta equipa de mineiros ...!?

Bem sei que casa roubada, trancas à porta, mas ...!

Obrigado e beijinhos muitos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Linda Simões disse...

hehe

Escravidão não de mineiros somente,mas de muitos em todas as áreas!

Seria uma automatização, a palavra certa?

Escravidão no sentido de castrar sonhos,perspectivas,reconhecimento laboral...Em todas as áreas: mineiros,professores,operários...etc.

...

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Querida Amiga,

Não me leve a mal ...!

O que é certo é que, no caso em apreço, uma vez mais, ainda se me oferece dizer o seguinte:

Com vista ao resgate destes mineiros e, sabendo como se sabe que este será penoso e prolongado, não sei mesmo até que ponto será prudente sublinhar em demasia o rigor das suas condições de trabalho.

Do que se trata é, precisamente, que não desfaleçam e que como equipa, em condições extremas e enquanto amostra social, criem entre si as condições para que tal não aconteça enquanto se prolongar o seu também penoso, prolongado e não carente de riscos salvamento!

Que entre si saibam guardar e gerir as expectativas até ao resgate final ...

Eu nem sei mesmo o que será mais difícil de conseguir:

Fazer o furo por onde possam sair um a um ou manterem entre si a estabilidade imprescindível para que enquanto grupo se mantenham coesos, condição essa imprescindível para que o resgate se faça com êxito total!

Esse foi o objectivo central desta minha carta solidária e, repare, que nem as condições árduas do seu trabalho eu escamoteei e exaltei como motivação adicional das suas próprias aptidões anímicas, enquanto grupo, repito, que, de momento, importa, acima de tudo, potenciar!

Uma vez mais um grande beijinho e desculpe-me


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Por toda minha Vida disse...

Bom dia, Jaime.

Que horror esta situação, sentir-se enterrado vivo, respirar no escuro ou quase, definhar a espera de um resgaste. As vezes me questiono se tudo isto que acontece mundo afora e de diferentes formas não quer nos mostrar que estamos abusando de alguns e mesmo que não pareça temos um pouco de culpa... Costumo dizer que negligência também é crime, contudo, nós em nossos blogs podemos nos fazer ouvir, indignados, tristes, porem plantando aqui e ali um ponto para reflexão. Adorei como sempre tua maestria ao escrever.

Boa semana para ti e a doce Manu.
(ainda no computador do filho e o teclado me confunde, desculpa por algum erro).

Renata

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo

Mais uma carta sua, à qual me associo por inteiro, subscrevendo-a.
Também eu não consigo imaginar o que é trabalhar e agora viver, sobrevivendo, sem a luz do sol por um minuto que seja.
Existem dois pensamentos que, de imediato, me afloram a alma, quando penso nestes mineiros; por um lado o desejo intimo de que nunca a coragem e a esperança os abandone, durante este cativeiro, por outro, a privilegiada que eu sou!

Um beijinho

manuela baptista disse...

O que é que eu posso acrescentar?

não me imagino sequer
a sobreviver assim

e a manter-me com as mínimas condições de saúde e sanidade mental

que seja breve o tempo e que aquela furadora gigante faça o seu trabalho!

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA


Querida Amiga,

Nestes momentos, a negligência, o abuso, a recriminação e a culpa de pouca ajuda servem no resgate de quem, acima de tudo quer sobreviver e voltar à superfície que aqui, nesta minha carta se pinta na metáfora da liberdade!

Nestes momentos há, por um lado, que mobilisar, no exterior, todos os recursos e capital que propiciem o resgate e, aos destinatários da minha carta, os mineiros, exaltá-los enquanto homens que vivem no fio da navalha, no risco que a sua profissão comporta e a apelar-Lhes a que se mantenham coesos e que não desfaleçam ...

O risco é inerente à vida e a vida de mineiro comporta sempre e por melhores que sejam as suas condições de trabalho, riscos adicionais!

E, no entanto, não podemos passar sem eles e eles sem o trabalho que lhes garanta o pão nosso de cada dia!

Grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Minha Querida,

... os privilegiados que nós somos!!!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Sem te querer mal, afirmo-te:

Tu não te consegues imaginar assim mas eu sei que farias frente à situação, na posse da tua saúde e equilíbrio mentais, que sobreviverias e te desenvencelharias!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

CARTOGRAFIA IV


Mais vinte e quatro horas e o meu contador subiu das 5 220 para as 5 410 visitas.

Mais 190 consultas!

Entretanto, mais um pontinho vermelho na Federação Russa, será S. Petersburgo!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Setembro de 2010

Dulce AC disse...

Olá Jaime...!

Aos mineiros estas Suas palavras maravilhosas e ...também às famílias e aos amigos...
não imagino o que será uma mãe, um pai, um irmão..., saber alguém que tanto quer, que tanto ama naquela situação... tendo de dar toda a força e ânimo até ao fim até dar aquele abraço que hoje é uma grande esperança...

Esta Sua mensagem comoveu-me muito Jaime...

Um abraço de muito querer que tudo passe... bem depressa,
numa esperança de vida que permanecerá em todos nós...

dulce

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Querida Amiga,

Ora bem ...!

A importância da esperança, de objectivos, de razão de ser sem as quais a vida definha e morre e por muito que durem as provações a que os mineiros como cada um de nós se veja na contingência de enfrentar!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Setembro de 2010

. intemporal . disse...

.

. amigo Jaime,,, .

.

. pela liberdade sempre urgente .

.

. abraço.O .

.

. paulo .

.

Jaime Latino Ferreira disse...

PAULO


Meu Caro Amigo,

Obrigado, pela Liberdade que no resgate com sucesso dos mineiros chilenos também se consubstancia!

Abraço-O, eu também


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Setembro de 2010

Linda Simões disse...

Jaime,


agora que a tosse acalmou um pouco (tá frio aqui!), venho dizer olá,

(Dulce, Manuela)

e dizer que já sinto saudades de todos vocês!

Eita!...


Beijinhos,


Linda Simões

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Minha Querida ...!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Setembro de 2010

manuela baptista disse...

cof, cof, cof!

é o Outono a chegar...

acenda a lareira, Linda!

beijinhos

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Cof, cof, cof ... tem piada (!) ... e eu a julgar que estavas a exigir café!?

As melhoras, Linda!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Setembro de 2010

. intemporal . disse...

.

. já não há pontinhos no planisfério .

.

. há sim um decalque daquele que poderá ter sido um planisfério por ora esquecido nos pontinhos que são aqui, o infinito, a via láctea e a lonjura dos equinócios .

.

. parabéns, jaime .

.

. re.abraço.O .

.

. paulo .

.

Jaime Latino Ferreira disse...

PAULO


Querido Amigo,

Ora esta ...!

Vinha eu com a Cartografia V e aparece-me o meu Amigo a escrever que já não há pontinhos no planisfério, bem sei que com uma alegoria poética que ao próprio mapa mundo o transcende e que muito Lhe agradeço!

Abraço-O portanto


No entanto, não posso deixar de fazer o ponto da situação e ainda que comezinho e despido de qualquer transcendência:

Um pontinho vermelho, agora no Reino Unido!

Por sua vez o contador disparou das 5 410 para as 5 620 visitas.

Portanto, mais 210 consultas!

Já não há pontinhos vermelhos, há um enxame deles, pelo menos, em algumas regiões do mundo!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 16 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

NASCIMENTO DA ESPERANÇA


Nasceu ontem, mais uma filha de um dos mineiros soterrados no Chile e que se deveria, como o tinha sido previamente combinado, vir a chamar Carolina.

No entanto, a pedido de seu pai, foi-lhe atribuido o nome de Esperança ...!

Muitas felicidades é o que desejo a todos, à Esperança, aos seus pais, a toda a família e no resgate pleno de sucesso e ainda que demorado, de todos os mineiros, meus camaradas e irmãos do coração!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 16 de Setembro de 2010