segunda-feira, 27 de setembro de 2010

DO SER

Jaime Latino Ferreira, Para Lá das Águas, Sintra, Setembro de 2010
-
Sejas lá quem fores
quem és tu mais do que eu
-
Sê-lo-ás
-
Demonstra-mo então já que eu
dando-me e expondo-me assim
neste reflexo para lá das águas
desde há muito
como fortaleza mais o comprovo ser
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2010

22 comentários:

Dulce AC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dulce AC disse...

(fui eu Jaime que eliminei para rectificar uma ideia...)

Eu Sou

E não quero Ser outro sentir
Não preciso Ser mais que Tu
Porque o que Sou é diferente
e porventura em tanto Sou mesmo muito idêntico a Ti, ao teu Ser

Jaime,neste meu Olá (!)já algo tardio
receba um abraço bem amigo..!
Gostei desta Sua ousadia desafiante..aliás, bem ao seu jeito!

Dulce

manuela baptista disse...

para lá e cá

das águas

quem se demonstra apenas é
o reflexo brilhante se sonhamos

a opacidade se perdemos uma asa

e cada fortaleza
é uma casa
edificada há tanto tempo já

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Minha Querida Amiga,

Mais que tu ou menos que tu ...

Cada qual é o seu mais ou menos em função daquilo que é e na Sua circunstância ...!

Fez muito bem em sublinhar!

Mas, o certo é que a este meu pensamento também lhe apreendeu essa sua desafiante ousadia que muito bem refere ...

Um beijinho e uma boa semana


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

COMENTÁRIO ELIMINADO


... valerá apena retorquir-lhe ...!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


... e cada fortaleza é uma casa que ambos, ao longo dos anos, edificamos ...!

Para cá e para lá das águas!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 37 de Setembro de 2010

Maria João disse...

Jaime
Meu amigo

Sobre o Ser…
Somos como nenúfares, neste lago imenso, onde a flor é ela própria um detalhe, maravilhoso detalhe que sem maior ou menor beleza que todos os outros é na grandeza do lago, tão semelhante aos demais, embora tão diferente.
É o que habita na profunda raiz do nenúfar, que o torna mais belo ainda, uma vez exposto ao sol. É isso que o fortalece e o faz crescer vertical, ou então, lhe apodrece a raiz, perecendo antes de tempo.
A propósito, transcrevo aqui um pequeno poema que escrevi, um dia, para ilustrar uma bela foto de um nenúfar de pétalas brancas, que me ofereceu uma grande amiga.

Turva, se desenha a curva
do meu corpo
Na lama que o molda
e o alimenta
e lhe toma o pulso e o inflama
E da semente, cresço raiz
e emerjo, alma de gaivota
resgatada pelo sol
Perene flor
Alma solta

Um beijinho, na singularidade do que sou e naquela que encontro em si.

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Minha Amiga,

Transcrevo-A:

( ... )

" É o que habita na profunda raiz do nenúfar, que o torna mais belo ainda, uma vez exposto ao sol. É isso que o fortalece e o faz crescer vertical, ou então, lhe apodrece a raiz, perecendo antes de tempo. "

( ... )

E é nessa relação, do que habita com o que nos faz crescer verticais e que neste blogue se vai expondo, coerente e na continuidade do que para trás foi desenrolado e exposto, também a precisos Destinatários embora sempre publicamente na sua simbologia, que surge este meu pensamento ...

Replico-Lhe, por fim:


E se transparente
o fora
a curva
erguendo-se da lama
que ao meu corpo o alimenta
que o inflama
e dele toma o pulso da semente

Cresço pois
sem dúvida
da raiz
resgatada a alma
Sois
naquilo que fiz


Um singular beijinho na singularidade que A caracteriza


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2010

Por toda minha Vida disse...

Boa Tarde, Jaime e Manu.

Falo aos dois, pois lindo o que leio ao vir aqui em uma segunda-feira quente no nordeste brasileiro e ainda é primavera...
"A nudez do Ser nos revela, entre diferenças e.s.s.ên.c.i.a do existir, idêntico ou não..."

Boa semana para o casal.

Renata

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA


Querida Amiga

Por mais idêntica, à superfície, a nudez do Ser, na sua essência, nunca é igual!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2010

Linda Simões disse...

Jaime,

para lá das águas
há sempre águas
que estão por vir
Fortaleza
Doçura
para lá das águas...


Beijinhos aos dois
Beijinhos à Dulce

. intemporal . disse...

.

.

. não há mais nem há menos .

.

. em antítese, existem polos que se estendem e se tocam criando uma corrente, global .

.

. aqui, blogal ! .

.

. :) .

.

. abraço.OOO .

.

. uma noite des.cansada .

.

. paulo .

.

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Querida Amiga,


Para lá das águas
e de ao espelho as ver
se as há sempre por vir
há que as ouvir


Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

PAULO


Meu Caro,

Há e não há ...!

E nesse des(h)aver uma tensão se cria cujo toque é vibração universal!

Uma noite que sei, será, para Si também, mais descansada!

Abraço com muitas argolinhas


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

SERES I


Mais 175 consultas em vinte e quatro horas!

O contador marca, agora, as 7 600 visitas.


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2010

Zélia Guardiano disse...

Lindíssimo,Jaime!
Encontrei-o no blog da Linda Simões, vim conhecer o seu espaço e encantei-me com os seus escritos.
Abraço!

Jaime Latino Ferreira disse...

ZÉLIA GUARDIANO


Prezada Amiga,

Antes de mais nada, seja bem vinda a esta minha casa e sinta-se bem por aqui!

Essa do lindíssimo, confesso-Lhe, deixa-me encavacado e sem palavras, um pouco mais Ser, sem dúvida mas folgo, no entanto, em saber que tem gostado daquilo que já leu ...

Vinda do blogue da Linda só pode vir por bem, um beijinho e as minhas cordiais saudações


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 28 de Setembro de 2010

Fátima disse...

Oi Jaime,
Ontem senti aquele comichão típico de quem escreve e a necessidade de por em papel algumas palavras (coisa nossa..rs). Mas tb queria uma inspiração, poderia ser uma palavra uma situação..bem..resolvi visitar blogs e de um a outro descobri o teu. E vendo esse muro "rasgado"( do amarelo cor de fundo...), me veio a inspiração. Resumindo: poema criado, sorriso dado, poema postado, está em meu blog caso queira conhecer fique à vontade. será que devo te agradecer pela inspiração..rs, creio que sim.

Voltarei,
Beijo meu

Jaime Latino Ferreira disse...

FÁTIMA


Querida Fátima,

Podia ter-se inspirado num qualquer pormenor do meu blogue e não ter dito nada;

Podia, aliás, ter usado a própria ilustração que refere e que nem sequer é minha e não ter dito nada também;

Certo é que a Sua atitude de me o comunicar só Lhe fica bem e pelo facto, ainda que não detenha direitos sobre a ilustração que refere e que a inspirou, nesse Seu Seu gesto, Lhe agradeço!

Reconhecido, um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 28 de Setembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

SERES II


Aproxima-se, o meu contador, das 7 760 visitas ...

Mais 160 consultas em vinte e quatro horas!

Entretanto demo-nos conta, entre outros, de pontinhos vermelhos acesos em Wyoming, Michigan, nos Estados Unidos da América.


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 28 de Setembro de 2010

Linda Simões disse...

O pontinho que brilha agora
é em Olinda.

Sou eu a te enviar

um beijinho de boa noite

e à Manuela também.


:))))

Ah!

Não esqueço vocês!

E a foto de ilustração do post

é maravilhosa.

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Minha Querida,

Não esquece a Linda nem esquecemos nós ...!

Se eu apanhasse o Seu pontinho aceso em Olinda, metia-o numa gaiola dourada a iluminar qual pirilampo a noite!

Parabéns a Sua filha Gabi!!!

Obrigado e um beijinho de boa noite


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 29 de Setembro de 2010