terça-feira, 5 de janeiro de 2010

ERA UMA VEZ UMA HISTÓRIA

Era uma vez uma história cheiinha de saudades ...
Ela tinha imensas saudades de outras histórias como ela e já havia tempo, muito tempo que não se encontrava com uma que fosse e que a ela lhe desse a devida continuidade.
Emperrava havia alguns dias sem conseguir sair do mesmo sítio como se incomodada por uma qualquer pedra no sapato, neste escondida, algures, teimosa e renitente, recusando-se a dele sair já que nele encontrava seguro abrigo amaciada pelo pé da história que entre a sua sola e a do sapato a almofadava num aconchego quente e acolhedor.
A história, que inventara a pedra, perguntou-lhe:
- Ó pedra, desemperras-me ou não a bota!?
A pedra, do seu aconchego quente e acolhedor, respondeu-lhe:
- Olha lá, e se, antes, me desemperrasses tu a história!?
Entaladas uma na outra, então, a pedra desvaneceu-se na história e esta, olhando-a admirada, viu nela a História toda.
Embaladas uma pela outra, nunca mais se separaram.
-
( À Brancamar e à Manuela Baptista a propósito de um diálogo entre ambas na caixa de comentários de A Partitura da Fala em http://historias-com-mar-ao-fundo.blogspot.com/ )
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Janeiro de 2010

21 comentários:

manuela baptista disse...

de como a história inventou a pedra

ou de como a pedra
descobriu a história

empenada
emperrada
congelada
entalada
empedrada!!!

Obrigada ao Jaime

que nos contou um conto

a mim
e à Branca

que ainda não chegou aqui

mas tem (mais um) presente de Reis!!

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

Ó Brancaaaa ... venha cá ler esta estória!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2010

Dulce AC disse...

"Era uma vez..."

E foi-o uma História de saudades....
Que tantas vezes no tempo no nosso, as sentimos, com palavras ou com silêncio, alegria ou nostalgia.
Saudades de momentos de outros dias.
De dias que ainda virão.

E com palavras me faço. Desemperrando as histórias que embalo no mais profundo do meu ser ou que simplesmente não desejo guardar, nesta viagem que empreendo e onde me sinto ser.

E como na sua história Jaime (Olá!) cheiinha de saudades...também eu não mais me separarei de muitas palavras que o foram instantes e, sobretudo, não mais me separarei de muitas pessoas.

Gostei muito desta história Jaime porque foi encontro que nos trará a devida continuidade...aqui ou Lá (Olá Manuela!)

E a propósito do "Era uma vez..." Bom dia de Reis!!
Beijinhos!
dulce

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Minha Amiga,

Bom dia de Reis também para Si!

Muito obrigado, um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2010

Brancamar disse...

Oh Jaime,

É um querido, quando pedi uma história era mesmo com vontade que me embalassem, cansada confesso de dar tantos colos uma vida inteira, como a maior parte das mulheres, momentos de fraqueza, perfeitamente humanos e parece que toda a gente começou em catadupa a dar-me mimo. É verdade Manuela tantos presentes de Reis, adoráveis. Peço desculpa por não me estender mais agora, estou num intervalo, mas tenho que ir trabalhar, logo passo para comentar a história como merece e para agradecer mais uma vez ao Jaime, tal como ele também merece.
Quantas vezes o mimo vem daqueles que pouco recebem de nós e fico sempre muito emocinada com isso. É também nestes amigos que encontro a Face de Deus.
Obrigada Jaime.
Volto, concerteza um bocadinho tarde, mas volto.
Beijinhos

manuela baptista disse...

Venham cá que se faz tarde!

e mesmo que cheguem tarde

nada temos a perder

nem a pedra
nem o sapato

ou até a própria tarde
que vai a meio
friazinha de doer!

Bom dia de reis para a Dulce e para a Branca!

e para quem aqui vier

Manuela

Brancamar disse...

Olá Jaime,

Afinal consegui vir mais cedo do que esperava para me encontrar nesta história consigo e com a Manuela e ver que afinal também é um bom inventor de histórias.

E ela tinha imensa saudade de histórias de embalar...e ficou inebriada...embalada pela pedra que se desvaneceu na história e pelo sapato acolhedor e adormeceu
feliz...pelo encontro.

Obrigada Jaime.
Um bom final de dia de Reis para si e para a Manuela.
Eu vou chegar tarde, mas venho cá acabar o dia convosco.
Beijinhos
Branca

Jaime Latino Ferreira disse...

BRANCAMAR


Minha Querida Amiga,

Ainda bem que gostou ...

Sabe, nós não estamos à espera de mimo, nem o regateamos, nem tão pouco o damos se no-lo derem ou em que proporções o dêem!

Eu às vezes até tenho um remorçozito por não ter Consigo e em Sua Casa, no Seu blogue, outra assiduidade mas espero que perceba, sei que o entenderá, que o tempo não é elástico e que já me custa manter toda a assiduidade e reciprocidade a que aqui me obrigo, não poderia deixar de ser assim (!), com aqueles que me comentam e mais ainda se atendermos ao ritmo de produção!

Volte, volte que é sempre bem recebida ainda que, hoje ainda (!), tencione editar um poema sobre o dia de Reis ...

Venha então cear connosco!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2010

Obrigado por tudo

Jaime Latino Ferreira disse...

VENHAM QUE SE FAZ TARDE


Venham que se faz tarde
pois esta chama já arde
fervilha em sintonia
com a tua sinfonia

Partitura fala e guia
abre canais de alegria
de estórias de embalar
de cânticos para cantar

Vem pedrinha a fervilhar
quentinha de aconchegar
embalar o meu sapato

Bota de onde desato
poemas que desempato
e que a Vós mais quero dar


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2010

Essência e Palavras disse...

Adorei estar aqui!
Seus textos são belos!

Tornei-me seguidora!

beeejo

Linda Simões disse...

Com pedra, sem pedra,com mar e música
Com saudade, no Dia de Reis
...

São dois a contar histórias
Bem contadas,bem criadas
Bemmmmmm!...


Beijoquinhas

manuela baptista disse...

Branca

e como ainda é dia de Reis

tem mais un conto

para ouvir...

Este é meu!!

beijinhos cheios de mimo

Manuela

manuela baptista disse...

Linda das beijoquinhas!

mas afinal o que são beijoquinhas??

beijos grandes?
pequenos?
ruidosos?

com pão de queijo?

com saudades de pão de queijo...

beijos (2)

Manuela

Linda Simões disse...

..."Partitura fala e guia
abre canais de alegria
de estórias de embalar
de cânticos para cantar


Vem pedrinha a fervilhar
quentinha de aconchegar
embalar o meu sapato"...


Muito bonito!



...

Linda Simões

Linda Simões disse...

Manuela,minha querida!


Hihihihi


Beijoquinhas são beijoquinhas! Carinhosas,ruidosas,grandes e pequenas,estaladas...


Ai que vou comprar pão de queijo!

rsrsrs


Beijinhossssssss

Jaime Latino Ferreira disse...

ESSÊNCIA E PALAVRAS


Obrigado!

Atenciosamente, seja bem-vinda


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Ora bem!!!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Minha Querida,

Isso, isso, faz-me as honras da casa!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Vá, vá comprar pão de queijo e mande-nos pelo correio!


Beijoqueijolinhas


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2009

Brancamar disse...

Jaime,

Claro que compreendo, o mesmo espero que façam em relação a mim, também nãp regateio nada,estava apenas a brincar. Quando disse que toda a gente desatou a dar-me mimo, referia-me apenas ao Jaime e à Manuela, que sendo só dois, neste momento foram muitos, soube-me bem. e se vamos falar em remorsos, que hei-de eu dizer?
Tenha uma boa noite.
Beijinhos

Jaime Latino Ferreira disse...

BRANCAMAR


É uma querida esta minha Amiga!

Beijinhos e uma muito boa noite para Si


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Janeiro de 2010