quarta-feira, 14 de julho de 2010

III - LARGO ESPECTRO

Jaime Latino Ferreira, Largo Espectro
-
O largo espectro da música
-
A música é linguagem que diz sempre para lá do que a língua e as outras linguagens específicas são capazes de traduzir
-
Como um gesto de cordialidade
um sinal de afecto
um sentimento profundo
uma manifestação de cavalheirismo
-
Como um bouquet
-
A música é mais do que o estrito silêncio
nas cores da sua sonoridade
-
Linguagem de largo espectro diz o que diz e o que não diz
no feixe de sentimentos
e de visões
razão sensível que desperta
-
A música acorda as palavras que dela brotam
mas que florescem noutro ritmo
espaçadas no tempo
a partir do que numa sequência de acordes instantaneamente ela transmite
-
O largo espectro da música
em vigília nos transporta para lá do momento que passa
na convicção de que nos alimenta
-
Foi o espectro musical
que a este poema me conduziu
hoje apenas
e passado tanto tempo
-
Como benesse
da claridade
de invisível chama nos banha
no que para lá do que se vê
se sente
ouve
e por fim ajuda a ver mais longe
-
Porque pese embora
o que se diz e escreve vê-se
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Julho de 2010

7 comentários:

Maria João disse...

Jaime

Estar para aquém e para além das palavras. Estar sob e sobre a sua pele e na sua ausência. Ser a grandeza de todas as dimensões e o encontro entre o aqui e o infinito... assim é a musica.

Grata assim, sou eu.
Porque de tanto não mereço mas humilde reconheço e ... agradeço!

Um abraço grande e amigo

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

Antes de mais, seja bem vinda!

Depois e pese embora o que se diz e escreve ver-se o que aqui me deixa, sendo uma excelente definição para música é, por inerência, maior do que o silêncio, sua parte intrínseca ...

Assim, estou certo, maior será a minha amiga ...!

Merecemos, seguramente, aquilo que damos!

Sinta-se por aqui como se em Sua casa, um grande beijinho de amizade


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Julho de 2010

manuela baptista disse...

antes das palavras

foi a música

da terra
do vento
dos rios
dos pássaros
do mar

depois foi o embalar de um filho
e a intencionalidade de um canto
de duas pedras a chocar
dois paus a batucar
uma pele de cordeiro a esticar
e muitos pés a saltitar

largo espectro
tão largo
como a cabeça dos homens que a adoptaram como sua

e escreve-se!

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Pois é verdade:

A música também se escreve, escreve-se em cifra que, apesar de tudo, é de bem mais largo espectro do que os signos que formam conceitos, ideias que a escrita pelas palavras mais visivelmente exprime ...

... e toca-nos de outra maneira, nas nossas cordas sensíveis com outra e mais profunda imperceptibilidade ...!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Julho de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Imperceptibilidade ou ... perceptibilidade!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Julho de 2010

manuela baptista disse...

perceptibilidade

que se sente

MB

Jaime Latino Ferreira disse...

Voilá!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Julho de 2010