terça-feira, 4 de maio de 2010

ONDA

Jaime Latino Ferreira, Tsunami, desenho a pastéis de óleo superfinos, Janeiro de 2005
-
Há ondas devastadoras que arrasam o mundo
-
Outras há que não
que o banham suavemente
amenizam e o fazem
abençoadas
desabrochar
-
Ondas musicais
ondulações cósmicas
e de luz
interiores
do mar
-
Descobrir-lhes a crista e
mais do que isso
a motricidade e a propulsão que num equilíbrio duradouro nelas permita equilibrarmo-nos
alimentando o voo
é das coisas mais difíceis de conseguir e obriga a enorme e renovável
energia e persistência
-
Sobretudo e por demais
se a ondulação interior nos referimos
-
Descobertos a modulação e o ângulo na relação certa com a dinâmica e a proporção
a que voo
com que intensidade e duração
nos disporemos
a habilitar
-
Há muitos anos atrás
encontrada a onda certa
perfeita como o dizem os surfistas
montei-a
cavalguei-a e não mais perdi da minha mira o seu alcance
vertigem e
paradoxalmente
a sua fonte de alimentação
a sua sustentabilidade
-
Dela caí em turbilhão profundo e voltei-me a erguer retomando-a e há muito
muito tempo já que dela me não aparto em deriva
mantendo o equilíbrio duradouro de que este meu blogue é
qual crista de onda perfeita
testemunho vivo que podereis percorrer e comprovar
-
Na crista da onda perfeita
inamovível
em movimento perpétuo persisto e dou o tempo por ganho
na magnitude duradoura
dinâmica do momento que passa
-
( passo a publicidade )
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Maio de 2010

8 comentários:

manuela baptista disse...

A onda perfeita

é a que começa numa ponta do mar e atravessa os oceanos sem nunca parar!

o que significa que eu, aqui e agora, posso perfeitamente apanhar a tua onda, ou a de Ulisses por exemplo...

o vídeo é giro, sobretudo a cena do virar de páginas de um livro santo, semelhante ao desenrolar de uma onda!

Agora já nem sei

se compre uma prancha de surf

ou vá lá dentro beber um bloody mary...

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


'Bora, vamos lá ao bloody mary!!!

Trazes os salgadinhos!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Maio de 2010

Vieira Calado disse...

Cheguei aqui pelo blog da brancamar.

Goste do que vi e li.

Saudações poéticas

Jaime Latino Ferreira disse...

VIEIRA CALADO


Caro Amigo,

A Brancamar é um ponto de encontro ...

... e que me desculpe Ela o ponto!

Ainda bem que gostou, saudações no mesmo tom


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Maio de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

AOS MEUS LEITORES


Pela primeira vez e após breve hesitação, decidi utilizar um spot publicitário para ilustrar animada e sonoramente uma página minha:

Realço-lhe a qualidade que logo resulta:

1 - de o produto publicitado surgir nele, não escancarado mas antes implícito;

2 - da qualidade da produção, realização cinéfila;

3 - da banda sonora que é, em si mesma, trecho musical;

4 - da igualmente implícita mensagem ecuménica a contrariar guerras religiosas e culturais que, tantas vezes, intencional ou involuntariamente se acirram!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Maio de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

AINDA AOS MEUS LEITORES


A pintura, Tsunami, que encabeça esta minha primeira página está incluída em livrinho, álbum ou diário memorialístico, Ardósia que na altura, na hora, em 2005, dediquei ao Tsunami que varreu o Sudoeste Asiático.


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Maio de 2010

Dulce AC disse...

Hoje estou assim...

Não sei que Lhe dizer Jaime...

"Na crista da onda perfeita
inamovível
em movimento perpétuo persisto e dou o tempo por ganho
na magnitude duradoura
dinâmica do momento que passa"

Li e por ter gostado tanto tanto...
permaneço nesta onda tão perfeita num Obrigado de mar e...pode ser com um bloody mary...(Olá Manuela..!)

Gostei mesmo muito Jaime..!
dulce

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Pois, lá que pode, pode, pode ser um bloody mary mas a Manela que lançou ainda ontem à noite a dica, ferrou-se no sono e nem aos salgadinhos os trouxe, já viu!?

Peguemos antes na prancha e toca a surfar!

Obrigado e um grande beijinho de boa noite


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Maio de 2010