sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

QUANDO ESCREVO - III -

Sempre que escrevo o que acaba por ficar escrito nunca é o que pensaria querer escrever.
Fica pior ou fica melhor?
A realidade das palavras, porque de realidade se trata, normalmente, surpreende-me!
A realidade das palavras escritas ...!
Ditas leva-as, amplificadas ou reduzidas, depauperadas o vento mas escritas ...
Como um desenho, nos seus recônditos recantos, ecoam incisivas e contundentes recortando o silêncio da sua maior ou menor obscura claridade ressonante.
Sopro de um canto primevo, rastejam no suporte, seu chão, como amaldiçoada serpente ávida de absolvição ...
A realidade das palavras escritas obstina-se em levantar a cabeça, ousada e pecaminosa, como fruto pronto a ser colhido e deglutido, mascado, mastigado de sabor a sabedoria.
O fruto dessa árvore proibitiva, costela recriada da nossa própria carne, é o fruto que nos permitiu dar o salto da simples realidade desvanecente tornando-a perene e fazer-nos soerguer no conjunto do real.
Sempre que escrevo, teimosamente, obstino-me em levantar a cabeça!
Levanto-a para lá de todas as maldições, a desafiar tronos e potestades ...
Sempre que escrevo ... quem me diria que, serpenteante, aqui me conduziria aquilo que acabo de escrever!?
Quando escrevo, no magnificente não dito os contornos do imaculado a circunscreverem, cercarem, seduzirem, na vontade obstinada de me erguer!

-
ao sabor da pena, nas ramificações da sua frondosa árvore irradiante, metáfora da metáfora da Criação, remeto para Quando Escrevo I e Quando Escrevo II
-
Magnificat a três vozes
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 10 de Dezembro de 2010

10 comentários:

manuela baptista disse...

três avé-marias
três magnificat
três pecados

a escrita tem vida própria

mesmo quando parece ficar para trás, dá um salto
e ultrapassa-nos

quando escrevo III,
escrevo dez ou vinte

mas este
está muito bem escrito!

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Este e ... os outros I, II e III!

Maravilhosa fórmula concerto que há tanto absorvi ...

Presunção e água benta, reconhecidos beijos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 10 de Dezembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

ESCRITO IV


16 750 = + 90 consultas nas últimas 24 horas!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 10 de Dezembro de 2010

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo

Quando se escreve ao sabor da pena, é o pensamento que libertamos na ponta dos dedos. Sendo ele tão profícuo na obstinação (preciosa) de se erguer, só pode a escrita ser espanto, para si em primeiro lugar, no surpreendente e, por vezes, labiríntico percurso que faz a mente, nessa elevação maior.
I,II,III.... Todas as que quiser deixando que a pena lhe tome o sabor!
Cada uma das vezes que escrever será sempre um passo em frente.

Beijinhos e bom fim-de-semana,
com bons pensamentos e boas escritas!

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

Oh minha querida ...!

E quantas vezes a pena não é mesmo ... pena!

Pena e Libertação subsequente!

Um bom fim de semana para Si e um grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 10 de Dezembro de 2010

Linda Simões disse...

Quando escreves

Encontras as palavras
Libertação
I,II,II

É o dizer da emoção num concerto
Concerto que adiciona
que propaga
Que é fruto.

Escreve mais, amigo querido
E com tão lindas imagens

Beijos aos dois

. intemporal . disse...

MAG NI FI CAT


_____________



I

II

III



_____________


MAG NI FI CAT



. um bom fim de semana .

.

. abraço.O .

.

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Minha Querida Amiga,

... muito obrigado!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Dezembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

PAULO


Querido Amigo,

E a Si, que Lhe hei-de responder!?

Aproveito para Lhe dizer que ontem, ao fim da noite e na página anterior, achei que Lhe devia responder ao que me havia escrito em comentário de uma forma mais apropriada!

Quanto ao que aqui deixa, repito, que Lhe hei-de responder!?


Um magnífico abraço


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Dezembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

ESCRITO V


16 820 = + 70 consultas!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Dezembro de 2010