terça-feira, 18 de outubro de 2011

SE NESTE ESPAÇO

Cruzeiro Seixas



Não pensando em nenhum país em particular
mas em todos no seu conjunto
sublinho
exalto
estimulo o entendimento europeu

Se neste espaço onde a música brota como manancial comum e universal
os seus membros constituintes não são capazes de se entender entre si
arrastando-se
para o pior
uns atrás dos outros
que entendimento esperar no contexto planetário 

Se neste espaço
cada qual pensar apenas em si mesmo ou obrigar o conjunto daqueles que o constituem a decisões unilaterais
que sobrará da música
traço constituinte que o molda

Se neste espaço
a música não prevalecer como sua marca identitária nos caminhos por ela desbravados
que inconsequência entre o que nele foi criado e essa realidade movediça
enganadora que à Europa a cega e diminui para desapontamento geral 

Para retrocesso dos que cá estão e dos vindouros 

Se este espaço
em si mesmo
definhar
que poderemos esperar

Ouvi
ouvi a música seu património e sendo seu do universo
e aplacai o ruído que se faz sentir e que a todos nos constrange e aflitivamente sacrifica 

Amo a Europa
porque amo a grandeza da sua alma vagabunda
a sua verdadeira viagem
a sua música




expectante e numa das línguas constituintes da Europa, fico a aguardar a Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da União Europeia do próximo dia 23 de Outubro


 





Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Outubro de 2011

11 comentários:

manuela baptista disse...

viagem extraordinária, a da música!

identificação maior
vagabundagem afectiva

quem me desilude é o meu país, europeu

Se Neste Espaço

ainda conseguirmos ser felizes

cantarei

mb

BRANCAMAR disse...

Obrigada pela música Jaime, linda e transmissora dessa paz de que nos quer falar.

Esperemos então com esperança por essa cimeira.

Eu também amo a Europa e todo o mundo, onde a paz ainda há-de chegar, com os homens de boa vontade.

Fico ainda um pouquinho a ouvir o piano, :)

Beijos
Branca

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo

Oiço sim!
Sei do que ela fala e do que ela nos oferece. Por isso não me perco e conservo a esperança!

O meu abraço

Mar Arável disse...

... entretanto...
é preciso estar preparado
para os belos relâmpagos

Dulce AC disse...

Amar, desejando-a tanto..a paz.
Amar a Europa..

Amarmo-nos, pois então..!

Que viagem maravilhosa fiz por aqui..Lindo, Jaime.

Um abraço amigo.

Dulce

Filomena disse...

Espremos Jaime, enquanto a música continua a ser sempre a Esperança.


Beijo


Filomena

ki.ti disse...

Línguas de gato, é como os meus irmão me ouvem.

miau!

Jaime Latino Ferreira disse...

AOS MEUS LEITORES


Após o anúncio de que a Cimeira do próximo domingo dia 23 de Outubro se arrastará numa outra dos chefes de governo do espaço monetário único a ter lugar no dia 26 de Outubro, quarta-feira próxima, venho por este meio comunicar que me quedarei, até lá, na exaltação desse património imaterial identitário da Europa que é a música e no silêncio que acompanhado pelas mãos de Lang Lang a Baremboim lhe deixa o papel de virar as páginas da Apassionata de Beethoven na Aula magistral de quem de nós, europeus, muito mais espera do que furtivos, hesitantes e mesquinhos passos, sem qualquer iniciativa estratégica e que, para bem de nós todos, se venha a espelhar, resolutamente, no real!

Na realidade global!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 22 de Outubro de 2011

. intemporal . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fézada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Linda Simões disse...

"Amo a Europa
porque amo a grandeza da sua alma vagabunda
a sua verdadeira viagem
a sua música"

Texto belíssimo.


Beijinhos que são dois,

Linda Simões