quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

DA COR DO TEMPO

headless
-
Da cor do tempo segue o momento
frio de humidade a entranhar-se
no subsolo da matriz deste meu canto
-
Da cor do tempo
Inverno rigoroso que não arreda
cinzento breu de chuva que não passa
esgatanho-me neste barro
argamassa
-
Entranha-se nos ossos a cor do tempo
-
Nela busco um arco-íris
cabeça
cromatismo inesperado
que das vagas de um mar triste se levante
em luminosidade que pinte cada instante
-
Peregrino
da cor do tempo
anseio pelo calor
primaveril de cor
o firmamento claro onde pôr
o eufórico desejo com que invento
o travestimento claro desta dor
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Fevereiro de 2010

10 comentários:

manuela baptista disse...

da cor do tempo
em tempo de cinzas

ansiando Na Primavera!

Não sabes que é nas Viagens de Inverno que se inventam as Primaveras?

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

INVENÇÃO DA PRIMAVERA


É nas viagens de Inverno
que o tempo se retempera
é nesse casulo austero
que renasce a Primavera

Arrefece a atmosfera
aconchega-se no eterno
frio que embala a esfera
o meu no teu seio terno

Em viagem ao inferno
arrefece a labareda
e nela se suaviza a queda

É então que dela medra
com fulgor nosso e alterno
a tua luz no meu cedro


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Fevereiro de 2010

Dulce AC disse...

Nas viagens de inverno
encontro a vontade inigualável
de querer tanto tanto a primavera das flores e do Sol
a primavera das andorinhas
a primavera dos amores-perfeitos...

Dois beijinhos grandes,
Manuela e Jaime, Olá..!
E até amanhã.

dulce ac

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Bravo!

Atreveu-se a interpôr-se aqui no meio desta serenata!!!

Beijinhos grandes e até amanhã


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Fevereiro de 2010

ana maria disse...

"Aonde tenha Sol,é pra lá que eu vou..."


No meio da serenata...


Da cor do tempo
eu me invento...


Bonita serenata...


Beijinhos

Jaime Latino Ferreira disse...

ANA MARIA


Outra corajosa!!!

Beijinhos que vou para a cama


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Fevereiro de 2010

Eva Gonçalves disse...

Mergulhados nesta monocromia cinzenta e triste, ansiamos todos a chegada do sol e das cores da Estação que se segue...
Abraço

Jaime Latino Ferreira disse...

EVA GONÇALVES


Minha Querida,

Ansiamos sim, minha boa Amiga!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Fevereiro de 2010

somebody disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Jaime Latino Ferreira disse...

SOMEBODY


Alguém,

Hesitei se deveria ou não eliminar a Sua mensagem desta caixa de comentários, bem vê, há aqui uma desigualdade de meios que logo começa nos caracteres e se estende para lá deles:

Não tenho por hábito entrar em casa de terceiros sem pedir licença e muito menos se às minhas artimanhas, caso as tivesse, as pretendo publicitar!

Contudo não o eliminei e não o fiz por uma questão de princípio, isto é, não exerço qualquer tipo de censura no meu blogue.

Os actos, todavia, ficam com quem os pratica e eu não poderei, por isso, ser acusado de qualquer tipo de cumplicidade implícita:

Os actos ficam com quem os pratica e tal também quer dizer que só explora Alguém quem, por Sua iniciativa e responsabilidade implícita também o entenda fazer!

Eu, por mim, sigo em frente, passo uma esponja, adiante!

Tenho dito


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 24 de Fevereiro de 2010