quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

NÃO PARAREI

the pull of light
-
Não pararei!
Eu sou o um, o singular, Tu és o zero, a Cabeça do institucional democrático.
Se tu não fores capaz de responder ao que, em congruência com o Teu discurso fazes apelo, que credibilidade terás!?
Que reconciliação será possível entre o Institucional, a Democracia e o cidadão comum, diante da desconfiança crescente que, no aprofundar da crise para a qual apenas se encontram paliativos, mina a credibilidade do sistema democrático!?
Não adianta contornar esta insofismável realidade que já há mais de vinte anos, nas minhas Cartas Credenciais, eu, transparentemente, invocava!
Estou disposto a esperar e a minha esperança é, por todo o tempo de espera e pelo crédito que nas instituições deposito, em si mesma, lufada adicional de esperança no próprio sistema em que confio.
Confio sim, não que acredite já que a crença é matéria de fé que para aqui, na separação de poderes porque também pugno, não é chamada!
Confio sim mas, quanto mais o tempo passa ...
Assim e quanto mais escamoteado, na Obra, Coisa Pública que não pára de se desvendar, eu o for ...
... e que assim se dá a avaliar, porque não!?
Porque não sem estrado e sem rede que não a das minhas palavras e impedindo, qual florete, sistematicamente, que as portas se fechem!?
Quanto mais se adiar o inadiável ...!?
Sabes tão bem quanto eu que o Meu Compromisso está escrito e Tu conhece-Lo a fundo e pelas Tuas próprias palavras tornas-Te refém, já não de cartas mas delas mesmas, tal como eu sou refém das minhas ...
Confio em Vós, confio em Ti!
E como confio, inconformado, persistirei sem esmorecer ...
Não pararei!
-
( Conclui-se assim uma nova Trilogia formada pelas duas páginas anteriores, Páginas E Páginas De Inconformismo, Inconformismo e esta que agora se conclui )
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Fevereiro de 2010

19 comentários:

manuela baptista disse...

Olha lá, Aníbal

tenho a impressão que esta conversa é contigo!

Como coisa privada que sou, tenho todo o direito de te tratar por tu,porque quem governa também é governado...

Nas instituições deposito o crédito que elas fazem por merecer

anarquicamente falando

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA MANUELA


... !


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Fevereiro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

RECITATIVO


E, de repente, parece que os meus queridos comentadores se refugiaram todos num silêncio expectante que, apenas a voz de minha mulher, anarquicamente, como ela o escreve ou de supetão, diria eu, quebra.

" Como coisa privada que sou, tenho todo o direito de te tratar por tu, porque quem governa também é governado... " escreve ela e com toda a razão:

Como quem diz que somos todos iguais e que se governamos, todos somos, igualmente, governados!

E que, sendo todos iguais, o crédito fica com quem o mereça e saiba vir à liça, não se recusando a responder e o débito com quem omita ...

Quem responde tem a seu crédito o diálogo e quem omite, o descrédito da desconfiança crescente e corrosiva que faço sempre por desanuviar!

Somos todos iguais ...

Perdão, seremos, mas eu governo há muito mais tempo do que apenas um mandato presidencial e uma República, apenas, que seja.

E a troco, tão só, do Serviço que presto!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Fevereiro de 2010

manuela baptista disse...

...boa noite...

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Vou-te embalar
na noite descalça
de tanto dançar
a minha valsa

Vou-te encantar
o que realça
deste truar
em que se alça

O meu cantar
onde se calça
o que a sonhar
levo na balsa


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Fevereiro de 2010

*Lisa_B* disse...

Olha lá Aníbal,

" Como coisa privada que sou, tenho todo o direito de te tratar por tu, porque quem governa também é governado..."
(Manuela)

Como quem diz que somos todos iguais e que se governamos, todos somos, igualmente, governados!

E que, sendo todos iguais, o crédito fica com quem o mereça e saiba vir à liça, não se recusando a responder e o débito com quem omita ...

Quem responde tem a seu crédito o diálogo e quem omite, o descrédito da desconfiança crescente e corrosiva que faço sempre por desanuviar!

Somos todos iguais ...
(Jaime)

Assino o meu nome por baixo de todas as palavras que ambos escreveram...(não plagiando) apenas concordando com todas as letras.

Lisa_B


P.S Lindo...o Carnaval está a chegar ou o Entrudo de modo que as pessoas devem andar nos preparativos das mascaras...

Beijinhos com carinho ( só hoje vi na Linda o comentário...bora lá para o Porto :-)

*Lisa_B* disse...

E o Bruno já diz..."viva a anarquia"!!!
Bem...este meu filho não entende as complicações da nossa politica e felzimente para ele...este nosso triste mundo, cheio de injustiças (essas ele sente-as) cheio de mentira, vigarice a começar pelo nosso governo e por ali abaixo...

Eu deixo que ele exulte e diga : "viva a anarquia"

Beijinhos aos casal mais lindo que eu conheço.

Jaime Latino Ferreira disse...

LISA E BRUNO


Queridos Amigos,

Respondo sempre, assim aprendi com os meus!

Olinda, Porto e Lisboa formam, afinal, o verdadeiro triângulo da amizade!!

Ó Bruno, não percebes tu o quê!?

Há coisas que são mais fáceis de perceber do que, à primeira vista, parecem:

Por exemplo, as injustiças e tendo delas um apurado sentido ...!

Obrigado a ambos por descerem a terreiro, abraços e beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Fevereiro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

NÃO PARAREI


Não pararei, escrevi eu mas estou, digamos, em paragem de manutenção ...

Voltarei, seguramente, no próximos sábado!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Fevereiro de 2010

manuela baptista disse...

beijinhos à Lisa!

Obrigada ao Jaime pela canção da balsa!

...e vamos ao Porto fazer o quê??

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

Vamos ao Porto, fazer o quê!?

Dar uma no cravo e outra na ferradura!

Não te esqueças que do Porto partiu o primeiro levantamento militar republicano, em 1891, a pretexto do Ultimato Britânico e do Mapa Cor de Rosa, ou das cedências do governo e da Coroa e no embalo da implantação da República no Brasil, no ano de 1889 ...


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Fevereiro de 2010

Dulce AC disse...

"Não te esqueças que do Porto partiu o primeiro levantamento militar republicano, em 1891, a pretexto do Ultimato Britânico e do Mapa Cor de Rosa, ou das cedências do governo e da Coroa e no embalo da implantação da República no Brasil, no ano de 1889 ..."

Jaime..! Amigo..Olá..!
Escreveu e disse e ..."bai" mesmo ao Porto..!

Muitos beijinhos para os dois para a viagem.

E até sábado, que quem promete promete..., ólecas!
E uma Boa noite.

dulce ac

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Bou!?

Ólecas!??

Ora esta, então a Dulce não se ensaia já nas tripas à moda do Porto!???

Lá quem promete, promete, deixe apenas que a manutenção se conclua que, se Deus quiser, Sábado retomarei funções!

Beijinhos e uma boa noite

Ólecas ... ora esta!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Fevereiro de 2010

Brancamar disse...

Olá Jaime,

Vim só dizer boa noite, mas prometo que volto amanhã.
Agora tenho mesmo que ir descansar.
Só para saber que não me esqueço de si.
Beijinhos

Jaime Latino Ferreira disse...

BRANCAMAR


Olá Querida Amiga,

Saiba que eu também não me esqueço de Si!

Descanse e volte sempre, um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Fevereiro de 2010

Linda Simões disse...

...se o Bruno diz:Viva a anarquia!
Eu faço coro!Viva a anarquia...rsrs

Não pare, Jaime.


Beijinhos a todos, volto amanhã...


Lisa,quase boa da gripe,mas já de volta ao trabalho.


Linda Simões

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Eu bem me queria parecer que tinha para aí uma costela anarca!!!

Não paro não e a menina, já de volta ao trabalho ... antes uma gripe da bóia ...!

Desculpe-me que já meti água!

Beijinhos grandes


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Fevereiro de 2010

*Lisa_B* disse...

Lindo,
só passeu para deiar uns beijinhos e mais logo volto?
É que hoje estou tão cansada que ía mesmo a nada até Olinda assim já aproveitava a água salgada e demolhava os pés cansados de tantas horas seguidas sobre eles.

O Bruno hoje ficou muito muito contente mas...depois conto.

Beijinhosssss lindo e linda Manuela e já aproveito aqui e não páro:-) mendo uns jinhos para a Linda , Dulce, Brancamar, Paulo, e todos que possam aceitar o beijinho e abracinho enviado daqui deste cantinho à beira-mar plantado rsss.

Jaime Latino Ferreira disse...

LISA


E como verá a seguir, hoje é dia de nadarmos em Histórias com Mar ao Fundo!

Beijinhos e um bom fim de semana


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Fevereiro de 2010