quarta-feira, 7 de outubro de 2009

DOS BASTIDORES

A caixa de comentários dos blogues é, poderei dizê-lo e porque se desenrola a coberto das suas primeiras páginas uma espécie dos seus próprios bastidores.
Plateia seguramente e já que reflecte o feedback que estas desencadeiam nos comentários que nela, na caixa de comentários se publicam mas, ou há verdadeira interacção entre os dois lados ou não há e então, o que se passa numas e outras reduz-se a dois mundos paralelos e que estanques, entre si não comunicam e se vão, inexoravelmente empobrecendo.
Mas se eles comunicarem entre si e esforço-me em permanência para o fazer circulando de umas para as outras e entabulando verdadeiro diálogo, então poderei afirmar e já que, como se vê, o que edito em primeira página não resulta, indiferente, ao que no seu interior vai tendo lugar, poderei afirmar, escrevia, que a caixa de comentários que a mim também me molda e não deixa indiferente é, sem dúvida, o outro lado dos bastidores.
Plateia, palco e o que vai em mim não são entre si inócuos e como já tive ocasião de escrever antes, enche-me de orgulho toda a interacção que se vai gerando entre nós.
Como está escrito no que encima a janela onde os comentários se escrevem no meu blogue:
-
Comente, contradiga e mantenha elevadas mas sem qualquer tipo de bajulação, as reflexões produzidas.
Da reflexão nasce a luz!
-
E é assim que deve ser ...
Por vezes mesmo já não sei o que me enche e mais me reconforta, se o que aqui escrevo se os diálogos que persisto que sejam, e que a seguir terão lugar na caixa de comentários que transparente e livremente Vos disponibilizo e que em proveito de todos deve, como esta e todas as páginas, concorrer.
Porque só mesmo da reflexão nasce a luz.
A luz que vinda do interior como do exterior, bastidores de si mesmos, se projecta.
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Outubro de 2009

13 comentários:

mariabesuga disse...

"Da reflexão nasce a luz!"

... e da interação saudável entre comunicadores que ao criarem espaços como estes em que nos movemos o fazem com o intuito de comunicar, precisamente.
Eu gosto da interação que aqui se gera pela oportunidade de manifestos sentidos despertos ao toque das palavras dos outros.

Percorro as linhas de cada blog na tentativa de partinha que não só de palavras de circunstância...

Um abraço.

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA BESUGA


Minha Amiga,

No que se escreve está lá a pessoa que o escreve e por mais que o disfarce!

Quando uns e outros se deixam tocar pelo que escrevem, então dá-se o diálogo e ele é verdadeiramente interactivo, profícuo também e para ambas ou todas as partes.

Se as pessoas se escondem, como diz, atrás de palavras de circunstância e independentemente de serem positivas ou negativas, sendo também revelador é empobrecedor da interacção que se gere e que tem inevitáveis repercussões no que também se escreva em primeira página.

De certa maneira e a prazo, secam-se as raízes e murcham as folhas isto é, as páginas que dão a cara e os contornos que caracterizam e definem os blogues.

Esse diálogo interior é, muitas vezes, constrangedor!

Eu, pela minha parte, todos os dias o rego como se cada comentário fosse único, que o é (!), ímpar e valia adicional que à própria razão de ser do meu blogue a justificasse.

A justifica!

Um beijinho e um abraço, Seu


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Outubro de 2009

ron disse...

A minha profunda adoração pelo seu mundo de palavras
Genial também a música.
Muito me atrai o seu género e a grandiosidade da notável massa encefódica.
Tem muita razão no que diz, os comentários são a face e o toque no teclado.

Jaime Latino Ferreira disse...

RON


Meu Caro/a,

Saiba que não peço tanto como seja adoração ...!

Nem tanto ao mar, nem tanto à terra.

Por vezes cai-se em extremos que, tendo afinal a mesma natureza depois, difícil se torne sair deles.

E com que tristes resultados comprovados!

Não gosto que deitem a perder, liminarmente aquilo que escrevo, sobretudo sem justificações fundadas como, de igual modo, a adoração não me cai nem assenta bem, enxoto-a.

Os extremos tocam-se por vezes tanto que a massa ...
como Lhe chama, encefódica (!?) ... acaba por soar mas é a falso.

Fui ao dicionário e, para tal palavra, como suspeitava, não encontrei correspondência o que, em rigor, não obsta a que seja inventada mas, então:

Se Lhe dá uma cortição de cabeça, um enorme fornicanço mergulhar em tal amálgama, não o que escrevo mas o que Lhe vai no encéfalo (!) que, como escrevi, pode ir de um extremo a outro, faça então o esforço de se situar num registo menos ambíguo e extremado porque, quem desta forma se afunda é ... Você!

Aliás, porque tornou indisponível o acesso ao Seu perfil e blogue onde nos destaca, sinal mesmo dessa sua fixação ... já está arrependido/a!?

Fique sabendo que ao site o guardei!

Os comentários são a face ou o encéfalo, o toque no teclado é apenas o instrumento mas não há instrumento que valha a uma face que paulatinamente se descobre!

Ainda não chegou lá, veja mas é se inventa outro heterónimo, este, pelo menos, já tem um nome mas é parco e seja frontal!!

Deixe, já agora, de ter uma tão grande fixação em nós e parta para outra que isso é mas é doença!!!

Ou vontade de por à prova!?

O quê, uma amizade!??

Morno, morno, olhe que já quase que escalda!

Sem mais


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Outubro de 2009

manuela baptista disse...

A Maria Besuga resumiu muito bem o sentir da maioria das pessoas que aqui entra e que por aqui gosta de ficar.

De que servem palavras que bajulam, apenas no intuito de se ter mais um seguidor, ou do seu perfil (?) ser mais vezes consultado?

Para não falar de selos, carimbos e outras trocas baldrocas.

Mas os ambientes onde se respira bem, geram inveja esquecendo-se os invejosos que em oxigéneo puro poder-se-á dar a auto-combustão...

Manuela Baptista

Filomena disse...

Toc, Toc,

Posso?

Eu hoje só venho aqui ouvir a música de um dos meus compositores preferidos.
Já os dedos me dançam irrequietos nas teclas do computador.

Um beijinho que vou dançar... toda eu


Filomena

Ana Cristina disse...

Isto por aqui anda uma animação,sim senhor.

Quase,mas mesmo quase,igual à animação à volta da campanha eleitoral,agora, para as eleições autárquicas,rsrsrsr!!

Vou ver os Gatos...deixando aqui um abraço amigo.
Ana Cristina

manuela baptista disse...

Ana Cristina

Uma animação controlada, tipo gato assanhado...

Beijos

Manuela Baptista

Jaime Latino Ferreira disse...

FILOMENA CLARO


Minha Querida,

Gostei particularmente do Seu toc, toc, tipo sapatinho de salto alto pronto a um pesinho de dança ...

Cuidado não escorregue nas lesmas viscosas que as há, que com a chuva saíram todas cá para fora!!!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Outubro de 2009

Linda Simões disse...

O feedback é de suma importancia...


Onde não existe interação...Não existe nada.

E ponto.


...

Manuela,

Eita que apareceste com uma bela quadra!


Beijos

Jaime Latino Ferreira disse...

ANA CRISTINA


Minha Querida,

Está a ver, está a ver como é preciso ter cuidado com as lesmas para que, de preferência sejam elas a tropeçar e a deixar-nos, sem fedor, o caminho livre quais gatos felinos!?

É que há gatos que deixam o ronron pelo meio e o que engolem ... fede!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Outubro de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDINHA


Eita!

O seu feedback é-me sempre muito querido!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Outubro de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Obrigado pelo teu sempre interessado apoio, comprometido evidentemente mas nem por isso menos solidário!

Um beijo


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Outubro de 2009