domingo, 21 de março de 2010

III - DEPOIS

Der Wegweiser
-
Depois será o que tiver de ser ...
No dia em que uma câmara exista, instância consagrada do um não retalhável em sufrágio e lugar do cidadão, do comum e não daquele que por força das circunstâncias detém este ou aquele poder ou influência, por mimetismo ou inequívoco sinal e na equidistância que este saiba salvaguardar e que se afere por prolongada prova de fogo a que se preste e sujeite, episódios há que deixarão de ocorrer com a impunidade com que hoje ocorrem e pelo simples efeito dissuasor de representação, poder tão residual quanto o possível e sujeito ao escrutínio de todas as outras instâncias, elas sim electivas, que a legitimem como não.
Nesse dia, num depois paradoxalmente mais próximo do que longínquo sinergias se catalisarão na resolução ou no desfazer dos nós górdios que, globalmente, a todos nos constrangem.
Da corrupção à arrogância do poder e pelo crivo da Educação tão amplamente exigida!
Na reconciliação da parte com o todo, do um com o zero, do institucional com o cidadão comum ...
Depois, ultrapassado esse cabo, outros e verdadeiramente aliciantes desafios nos interpelarão e logo a começar pelo redimensionamento do singular à luz da História e do Futuro que deste Presente já não se compadece.
Não se compadece com as gritantes desigualdades!
Não se compadece com um paradigma caduco que mais não se revê em ninguém e que dilacera o Mundo!
Não se compadece com falsos moralismos ou puritanismos serôdios que ainda agora rebentam e desvendam o que de impensável, de tão acusatórios que se arvoravam e persistem, renitentes, em sê-lo, excluíam enquanto encobriam o que verdadeiramente, isso sim, era inconcebível.
Depois, não acabará a História, nem a Religião e nem o Mundo ...
Depois ... tudo será apenas melhor do que antes!
-
Ao Paulo de Terraços de um Anjo dedico este conto ou libelo em três partes na amplitude horizontal de uma amizade a rasar a linha de água
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Março de 2010

14 comentários:

manuela baptista disse...

Ah! Grande Jaime Latino Ferreira

que agora levas-me com os apelidos e tudo, só para me vingar, sentimento feiosinho num domingo da quaresma...

mas eis um texto glorioso e esperançoso

que eu também acho que deve haver lugar para acreditar

que um dia tudo vai mudar
paradigma dos paradigmas mais justos, humanos, artísticos e criativos.

Depois será sempre melhor!

e bonitas as linhas de água...

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


À linha de água
te vi
permaneci
e naquele toque
se ao horizonte o vi
na mágoa
não submergi


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Março de 2010

Dulce AC disse...

"Depois, não acabará a História, nem a Religião e nem o Mundo ...
Depois ... tudo será apenas melhor do que antes"

É mesmo verdade Querido Amigo Jaime (Olá),
lermos estas palavras e ficarmo-nos na Esperança de que os dias gloriosos estarão a chegar
que um dia breve tudo mudará e será melhor que hoje..!

Gostei mesmo muito destas Suas palavras impregnadas de força da força que é Esperança de Vida..!

Beijinhos de Bom dia..!! E já sabem dois em Um só..
dulce

Linda Simões disse...

"Depois tudo será melhor que antes"...


A parte com o todo...


Fora os paradigmas caducos... E são tantos!


...


Uma cidadã comum,

do nordeste do Brasil.



Beijinhos

Por toda minha Vida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J. Ferreira disse...

Plagiando a manela direi:

Ah grande Jaime!

Para te dar alento que bem mereces, toma lá um bocado do Fernando:

"Nunca a alheia vontade, inda que grata,
Cumpras por própria.
Manda no que fazes,
Nem de ti mesmo servo.
Niguém te dá quem és. Nada te mude.
Teu íntimo destino involuntário
Cumpre alto. Sê teu filho."

Muito mais me apetecia a propósito dizer mas...(olhitos marotos!)

Acho que mereces esta excepção.
1 Abraço,
José

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Dois em um só vamos desatando o nó!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 22 de Março de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Uma cidadã comum do Nordeste que sabe do que fala!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 22 de Março de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA


Uma boa semana também para Si!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 22 de Março de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

JOSÉ FERREIRA


Meu Caro,

Mudo e quedo te leio
te ausculto
e registo

Um grande abraço


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 22 de Março de 2010

. intemporal . disse...

.

. nesse dia, re.dimensionado o singular ao conhecimento inato da sua erosão certa, haverá quem se compadeça .

.

. de que para muitos os dias são ainda tantas as noites por adormecer .

.

. as insónias agónicas que temem lacónicas o alvorecer .

.

. porque no mundo gritamos ainda talvez em surdina por um futuro melhor .

.

. porque este pranto de podermos ser tanto ao sermos apenas um sublime texto ainda impôe a certeza maior .

.

. de que um dia seremos gente diferente, presente e patente, latente e pungente, unida pelo amor .

.

. um dia seremos a linha que alinha o horizonte onde somos de.fronte uma prece ou fervor .

.

. ou ainda a igualdade na diferença de todos pertença na conquista do clamor .

.

. que elege um mundo in.suspeito ao aclamar o universo rarefeito ampla.mente melhor .

.

.

. bel.íssimo, Jaime .

. Grat.íssimo, Jaime .

.

. um abraço .

.

. paulo .

.

Jaime Latino Ferreira disse...

. INTEMPORAL .


Paulo,

Nesse dia
certa
a emoção
será ocasião

Os dias
serão o sonho
de noites bem dormidas

As insónias
desvelo
do despertar

O grito de um futuro melhor
o abafar da surdina

Um texto
pranto
de gente

Patente o clamor
de um amor pungente

Prece
horizonte
linha
uma fonte

Rica a diferença
conquista
que vença

Universo maior
de um mundo melhor


Obrigado Paulo, um abraço


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 22 de Março de 2010

Brancamar disse...

Bravo Jaime!

Desatou todos os nós serôdios e abriu as janelas da esperança.
Gostei imenso de tudo, especialmente da conclusão de que "...Depois ... tudo será apenas melhor do que antes!"

E o Paulinho merece a dedicatória final, a rasar a linha de água da amizade, que se acrescenta nas palavras vindas do coração.

Beijinhos de amizade.
Branca

Jaime Latino Ferreira disse...

BRANCAMAR


Minha Querida Amiga,

Eu sabia que a minha Amiga não deixaria de vir aqui ...!

Desatei, tê-los-ei mesmo desatado!?

Ouvi-La dizê-lo é, pode crê-lo, alento acrescido que me instila ...

Claro que tinha de ter um gesto com o Paulo e não apenas pela dedicatória que a ambos nos fez mas também por ter sido ele a abrir os comentários destes três textos que aqui Vos deixei!

Um beijinho de muita amizade


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 23 de Março de 2010