segunda-feira, 5 de abril de 2010

MURALHA DE SOMBRAS

Jaime Latino Ferreira, Morada de Sombras Aprisionadas
-
Poderá haver quem diga que com amigos assim não são precisos inimigos mas eu não me intimido e persisto em achar que não há como encarar os assuntos de frente sem tergiversar ...
Como hoje percebo melhor a obsessão incriminatória, por parte de tantos sacerdotes e mesmo da Igreja com o pecado da carne ...!
Emparedada numa suposta abstenção que nada tinha de castidade, antes de proibição pública de dar vazão aos seus naturais tornados perversos impulsos, de repente, damo-nos conta, numa interminável torrente de escândalos e pior, de crimes, quanto de vergonhoso, embora apontado-nos, todavia, o dedo em riste na lamentação presunçosa de uma suposta crise de valores, afinal, tal mais não espelhava do que os crimes de um certo clero confrontado com a sua própria consciência e proibido que está de viver normalmente, ainda que diferentemente mas desde que sem infracção criminal, a sua sexualidade.
Em prejuízo de todos e pretendendo-se, muito embora, arvorar em atribuidora de faltas e de culpas, não a si mesma no espelho em que se deveria rever mas aos demais!
Culpas e crimes sistemáticos ...!
Eu já desconfiava mas hoje não me restam quaisquer dúvidas:
Quem sois Vós para dessa maneira Vos arvorardes!?
Por quem Vos tomais!?
Que misoginia a Vossa tão longamente sedimentada!?
Que se ofenda a quem lhe assentar a carapuça porque eu, felizmente, bem sei distinguir um bom sacerdote que na sua humildade não aponta dedos, compreende e compassivo perdoa, conheço-os muitos e reconfortam-me (!), daqueles outros que apontando-os raiam o inconfessável!
E que sabor alimentado, confessai-lo, não tem o que, no exercício da vossa prepotência, haveis tão longamente pela omissão consentido!?
Onde há proibição e desde que não seja crime, um decreto negativo, uma lei discriminatória ...
... há toda uma terra de ninguém onde em roda livre prevalece a lei da selva, a lei do que se julga, pelo poder que detém ou que julga deter, real e sobre as consciências, ser o mais forte!
Quanta tinta correu e quantos conspurcados no vosso inferno desde O Crime ( que humilde prevaricação! ) do Padre Amaro ou desde muito antes dele!?
E agora, esperais o quê!?
Vós estais manietados das sombras que vos mancham e amuralharam porque os prisioneiros, dar-vos-eis conta (!?), estão do outro lado, do lado da luz que ofuscastes na cruz que lhes haveis atirado, sem dó nem piedade, para cima dos ombros!
-
Quando vejo alguém de dedo em riste fico logo a pensar que aquele dedo tem uma volta na ponta
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Abril de 2010
Jaime Latino Ferreira, Para Lá da Prisão

19 comentários:

manuela baptista disse...

Acho que nunca mais estico o dedo!

não me vá ele ficar enrolado na ponta ou apanhar com o cordel num olho, ou perder o olho que tem uma trave

e não ver a trave do vizinho

ou dar com a trave no vizinho

e dizer "coitado do Eça" que abanou o que devia ser mesmo abanado.

A minha Madrinha de baptismo, grande senhora que me ensinou tantas coisas, nascida há dois séculos, ou seja no ano de 1899, educada na primeira República, tinha uma fé inabalável em Deus e em Cristo, rezava todos os dias de manhã e à noite, mas detestava a maioria dos padres.

Perguntava-me sempre, quando eu me ia confessar, o que é que eu ia lá fazer pois "eles" é que eram os pecadores e não eu com 10 anos de idade...no entanto, respeitava as minhas convicções e nas férias que passava com ela todos os anos em Setembro, mandava a criada levar-me à missa.

Nesse tempo, o prior do Cartaxo tinha amantes e frequentava assiduamente a casa de uma prostituta.
Da janela do sotão da enorme casa de férias, nós, os mais pequenos, víamos em plena luz do dia, as andanças de uma batina preta a entrar e a sair de casa da referida trabalhadora independente!

Tal como Eça, gozávamos que nem uns perdidos!

Isto para dizer, que a minha fé permanece inteira e a minha confiança na maioria dos padres, infelizmente também...

mas tudo isto um dia vai mudar, porque é obrigação de um verdadeiro cristão ser cada vez mais exigente e não mudando a Igreja, o que é que mudará?

Por isso...muito boa reflexão!

Manuela

Filomena disse...

Jaime,


Se não fosse a fé...

Texto magistralmente escrito


Beijinho

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


A propósito do dedo em riste


Eu, aqui, aponto o dedo, julgo que implacavelmente e o dedo, qual boomerang, volta a recair sobre mim que afirmando-me pecador e não escondendo os meus pecados, pecadilhos melhor dizendo, ao que é perdoável aceito e perdoo sendo que o que é imperdoável é criminal e pura e simplesmente do foro da justiça!

A sociedade é é cada vez mais exigente no que verdadeiramente é indesculpável!!

O resto é fumaça atirada aos olhos dos incautos na perpetuação de um poder macho em desmoronamento!!!

Já lhe chamei a Segunda (!?) Queda do Império Romano ...


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

FILOMENA CLARO


Minha Querida,

... se não fosse a Fé!

Muito obrigado e um beijinho pascal


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Abril de 2010

Por toda minha Vida disse...

Passando em férias.

Maravilhoso texto, eu cá vou tentar desenrolar o meu dedo também, seria assim que se aponta o defeito dos outros e esquecemos de entortar o dedo para nós?
A igreja por vezes aponta o dedo mas tal qual como um anzol acaba machucando o pescador, talvez a fé que nos dá a mão e não um só dedo seja mais caridosa e menos inquisidora.

Carinho para você e sua doce Manuela.

Renata.

Por toda minha Vida disse...

Passando rápido...

Estudei no Colégio São Domingos e São João da Escócia, coisas de católicos sempre criticando pois não nos faltam motivos.

fuiiiii......

Graça Pereira disse...

Amigo Jaime
Também não gosto de esticar o dedo...quem nunca pecou que atire a primeira pedra. Mas há pedras e pedregulhos... Sou católica, praticante e isto nada belisca a minha fé. Mas belisca e muito a minha Igreja. Jesus disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida!
Pois é nesta verdade que a Igreja TEM de viver para fazer caminho a quem quer ter VIDA.
Se nos confessamos todos pecadores, porque não há-de a Igreja em espírito de humildade, dobrar o joelho e dizer: Perdão, porque eu pequei! E pecou cobrindo crimes num silêncio tenebroso e desonroso quando bastava apenas, públicamente denunciar os algozes das crianças e comunicar que os mesmos tinham sido prontamente afastados.
A Igreja perdeu uma oportunidade única de crescer perante os seus fiéis e perante o mundo.
Jesus também expulsou os vendilhões do Templo, não os consentiu lá nem mais um minuto. Porque há-de o discípulo ser mais que o Mestre?
Sobre o celibato dos sacerdotes... só não vê quem não quer. Mas aqui, não culpo a fraqueza humana que apenas mostra como é sã e escorreita.. Pedro, escolhido por Jesus para seu directo substituo, era casado assim como a maioria dos apostólos..No mínimo, a Igreja deveria oferecer a opcção.
E é isto que muitos sacerdotes meus amigos advogam. Não seria tudo muito mais simples?
A minha Igreja tem de deixar de ser Igreja de fachadas, sob pena de, qualquer dia, nem as fachadas ficarem.
Gostei deste post e desculpe este "sermão" que não é da montanha.
Um abraço
Graça

manuela baptista disse...

Renata

que passou de férias

e Graça

tal como eu educadas em colégios religiosos, onde a fé se fortaleceu!

por isso não desistimos...

beijos às duas

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA


A minha Amiga sabe, julgo, que sou católico.

Profundamente católico e diria mais, místico!

Isso não me impede, muito antes pelo contrário, de não ter medo ou de saber vencê-lo e dar o meu testemunho.

Talvez que a Fé ...

Sem dúvida que esta, que não é inimiga de toda a racionalidade que não se compadece com inquisitoriais acusações e ambas somadas, saberão mover montanhas!

Fui católico, da Igreja me afastei, a Ela regressei qual filho pródigo ... mas de olhos bem abertos!!!

Um carinhoso beijinho a quem, embora de férias, não deixou de por aqui passar deixando marca


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

GRAÇA PEREIRA


Querida Amiga,

" ( ... ) sob pena de, qualquer dia, nem as fachadas ficarem. ( ... ) "

É também por isso, porque sou católico como a minha Amiga e para que não sobrem apenas fachadas ou nem estas, tão pouco, se mantenham de pé, também por isso, escrevia, que não tendo medo, ergo a minha voz e brado o meu direito à indignação!

Logo por ver o Menino manchado e pior ainda, encoberto o crime dos olhares públicos!!

Logo para que a Igrela viva sem nos tirar a Vida que por aqui e não lá longe se inicia!!!

Logo para que ela nos alivie e não faça mais, sobre nós, sobrecarregar o fardo!!!!

Logo para que à Cruz, na qual Ele foi sacrificado para nos salvar, repito, para nos salvar e Dele nos fazer Seus iguais, seja valorizado, esse sim, o Seu sentido redentor!!!!!

E poderia ir por aqui abaixo acrescentando a cada parágrafo mais um ponto de exclamação ...

Obrigado, Graça, pelo Seu sermão, Sermão da Colina, gosta (!?), com um beijinho fraterno


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Sublinho:

Por isso não desistimos e acrescento:

Por isso, também, não nos calamos!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Abril de 2010

Mariz disse...

Salvé

Vim até aqui por uma amiga comum...penso - embora eu raramente me passeie pela blogosfera.

Li o seu post com toda a atenção. E antes de o comentar, quero desde já referir que não possuo qualquer "filiação doutrinária", mas sou,sim, religiosa, porque me "religo", tenho fé, acredito portanto, mesmo sem ver - mas não tenho fé cega!

E agora sim....
Toda a igreja - leia-se doutrina onde há um ou mais líderes - são um conjunto de homens que se mostram muito pouco ou nada religiosos. Não se Re-Ligam ao seu SER, portanto! Poucos são os que realmente abraçam a fé a humildade, a castidade e fazem até voto de pobreza! - pessoas com estas características não "concorrem" para os "paços do Vaticano"!
Foi áqueles que seguem "mesmo", O Cristo, com "unhas e dentes" que Maria, Mãe, distinguiu com escapulários! - não me parece igualmente que os que se passeiam por Roma e outros, os evidenciem.

MAs o que hoje tanto choca a humanidade, estava previsto já!
São os chamados "sinais dos tempos", ou melhor dizendo: O tempo das multidões, em que ninguém já
sabe muito bem "Quem" realmente É e para onde se dirije!

Portanto, se se debruçassem sobre o que se escreve, e/ou do que se escreveu há mais de 2000 anos - não se espantariam com este e outros acontecimentos que ainda virão a lume.
Estamos numa Era em que tudo vem á LUZ e nada vai ficar na sombra.
E isto vale para todos! De reparar que nunca se ouviu tanta desgraça - em termos morais essencialmente.

Porém Jesus também deixou dito que: aquele que nunca tivesse prevaricado que atirasse a 1ª pedra!

Também não é menos verdade que, por causa do 1º casal de humanos que pisou o Paraíso, a humanidade prefere o proíbido e/ou a curiosidade pelo que é contrário á sua própria Natureza - ou consciência! Continua-se pois, a comer as "maçãs" que houver por todas essas árvores que se "pensam ser" do: Conhecimento!!!
Raros são, os que nem chegar perto delas querem!!
Penso que esses serão os "eleitos!"

Tive muito gosto em lê-lo!


Sempre...
Mariz

*Lisa_B* disse...

Excelente! lindo Jaime!

A Graça e a Mariz já disseram tudo e eu partilho das mesmas ideias para além do que escreveu neste post.

Não foi a Igreja...antes nomeada Inquisição que queimou tantos inocentes na fogueira assim como a Joan D'Arc? Os crimes da igreja sempre passaram impunes e os de alguém como eu porque não casei na igreja : pecadora! Mais nada a dizer desde que assim fui chamada por uma padre o qual eu e todos sabíamos ele andar com uma amante que lhe chamava "irmã" e foi apanhado em acidente com ela estando nu da cintura para baixo...por esta não esperava ele.
Agora que há padres e padres isso é como haver pessoas e pessoas.

Beijinhos ao casal mais doce da net e que por sorte tenho como amigos.

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIZ


Religado, também eu gostei que me tivesse visitado ( conjecturo sobre quem terá sido essa amiga comum que nos atou por aqui!? ) desejando-Lhe as boas vindas!

Salvé, porque não (!?), Seu


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

LISA


Linda Amiga,

O que escreve, tal como a Graça ou a Mariz aqui fica como testemunhos de legítima indignação ...

Mas uma coisa é dizer-se assim ou assado, com maior ou menor fundamento e outra crimes que, de repente se confrontam não com a barra dos tribunais da Inquisição mas com aquela dos tribunais comuns onde o que vale é a prova que se produza e que nos Estados Unidos, por exemplo, já levou a consequências que entre outras coisas se traduzem em pesadas indemnizações e castigos à face da lei e à obrigação de Esta se ter de retratar ...!

Esta nova situação que, para mais, envolve pessoas então menores de idade e que, hoje ainda, são testemunhas vivas daquilo de que foram vítimas, vem confrontar a Igreja enquanto Instituição com a sua própria inconsequência à luz da doutrina produzida e com a necessidade de ser célere como, por exemplo, com Galileu não o foi ...!

E esta situação empareda a Igreja num beco que a obriga, não apenas a rever procedimentos, já o vai fazendo, embora reactiva, mas a própria interpretação oficial dos fundamentos em que se pretenda assentar.

É isto que a sociedade da informação e o Estado de Direito introduzem de novo e que se revela verdadeiramente avassalador ao ponto de esta, a Igreja, se encontrar perante um verdadeiro rubicão que a obrigará a decidir-se nos caminhos que daqui para a frente pretenda prosseguir!

Beijinhos para Si e um grande abraço ao Bruno


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Abril de 2010

MARNUNEFREI disse...

Please see! money as debt

http://www.youtube.com/watch?v=vVkFb26u9g8

ZEITGEIST: ADDENDUM

http://www.zeitgeistmovie.com/

project camelot magnetic motor

http://www.youtube.com/watch?v=hkgyY47duCM

Important please pass forward

Jaime Latino Ferreira disse...

MÁRCIO FREITAS


Se não estou em erro, esta sua identidade, Marnunefrei, corresponde ao nome, Márcio Freitas, que vem no seu perfil.

Se há coisa que me irrita, para lá do facto de se pôr a falar em inglês sabendo-se português tal como o autor e este blogue, chauvinismos à parte, é que nos entrem porta a dentro sem terem uma palavra de apreço ou de crítica ao que aqui se expõe e zás, mandarem-nos com publicidade de outros endereços para cima.

Passo coisa nenhuma e fique sabendo que não me move um mínimo de curiosidade pelos endereços que aqui publicita já que, colocados assim e aqui desta maneira, carecem da educação que obriga a um pouco mais do que aquilo que aqui deixou.

Sem mais


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Abril de 2010

Linda Simões disse...

Jaime,

teu texto,claro e direto,nos remete a uma pergunta constante: adianta pedir "desculpas" e continuar no erro?É o que continuam fazendo...

E ainda se vestem de cordeiros,é a verdade.


E como teu texto explicita,percebemos sim as sombras,estamos atentos...E vamos aqui e ali,cada vez mais,abrindo os olhos d quem insiste em não enxergar.Um dia,estes abrirão os olhos... E será tudo claro.Aqui e ali,onde precisar...


Muito bem escrito teu texto,pra variar!


Devia ser enviado direto aos responsáveis...

E também como a Manuela,não estico mais o dedo!

...


Uma beijoquinha

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Só para Lhe dizer que acho, acho mesmo (!), que já há quem vá enxergando ...

... e tanto mais quanto quem aqui fala, escreve, não vem de fora mas de dentro, sentida, sem medo e indignadamente de dentro!!!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 9 de Abril de 2010