segunda-feira, 12 de abril de 2010

WITH THE CAT - III - AS MORDOMIAS

Jaime Latino Ferreira
-
( FALA DA TITA )
-
Eu bem sei que vos considerais inteligentes e a tal não é alheia a capacidade que tendes de alterar o meio ambiente, dar saltos tecnológicos tais que tornam inconfundível o vosso habitat.
Mas nós, eu gata Tita, partilho de tudo isso convosco!
Poderia lá eu viver no meio da rua ou na selva?
É certo que houve um anterior adoptado que me abandonou, mas não terei sido eu que vos escolhi?
O que é que é ser mais inteligente, desenvolver a tecnologia ou procurar e fazer por estar, optar pelo lado da tecnologia?
Ficar amarrado à tecnologia, ser quase um seu prisioneiro ou usufruir dela mesma sem dela ficar adicted?
Darmos o coiro e o cabelo na construção de uma casa dotada de todas as mordomias ou insinuarmo-nos nela, sem todavia nos impormos e escolhendo a dedo os adoptados de acordo mesmo com o nosso, meu perfil?
E sabendo que ao fazê-lo estamos, nem mais, a garantir o nosso futuro sem mais não ter que dar nem ao coiro, nem ao cabelo?
Numas eternas férias que a não ser por algum estranho e imprevisto infortúnio, nos garantirão para a vida?
E ainda que tenhamos de fazer algumas cedências, aqui ou ali, prova de inteligência (!), que já se sabe, constituem, sempre constituíram capacidade de sobrevivência?
E não é a capacidade de sobrevivência, em si mesma, demonstração de inteligência!?
E num meio hostil!??
Logo pelo tamanho, configuração dos adoptados!???
E sem os temer, levando-os de mansinho, insinuando-nos de tal modo que nos amam e garantem a nossa qualidade, absoluta qualidade de vida?
Da alimentação aos cuidados clínicos, sem deixarmos nas suas mãos a higiene que, não venham com histórias (!), melhor do que nós a não sabem fazer?
Desde quando é que a água ou o sabonete preenchem as qualidades imunizadoras da nossa saliva?
Ou que uma escova chega à fina dentição de uma língua, dente adunco ou destas unhas?
Para quê a tesoura ou corta unhas, sobretudo quando em simultâneo se usufrui de um jardim com árvores tentadoras e mais, ervas medicinais que me limpam os intestinos!
Eu já raramente saio do terreiro!
Para quê se na rua e sem o querer, poderei ser vítima como o foi minha filha, de uma dessas armas tecnológicas que apenas quando estacionadas, como no próprio terreiro acontece, na sua sombra, debaixo delas me protegem da canícula no Verão e me aquecem de Inverno, pelo calor que irradiam!!
Não tenho qualidade de vida?
E não é ela tanto maior quanto num esforço de readaptação, de socialização a encontrei, a salvaguardei?
Há qualquer coisa na dicotomia humana que nos pretende excluir da inteligência que, francamente, me parece mal contada.
Conceptualização, que dizer dos meus miaus?
Mais, que dizer do meu silêncio??
Sabem-no eles fazer como eu o faço, de tal maneira que até ao meu reflexo espelhado o vejo, sinto (!), não como a inversa de mim mesmo mas como concorrente que a mim, poderosamente me retira o monopólio do silêncio???
Dele mesmo que o não sendo, no entanto parece ser, tal o ser que o omite!?
Que o absorve quase em imagem pura?
Ou da sombra que me amplia …?
Quem se julgam eles, os humanos?
Já cá estávamos antes deles e fomos nós que os adoptamos!
Logo por vermos as suas benfeitorias, por certo!!
Por certo também por acharmos, sabiamente intuirmos que mais valeria estar do lado dos vencedores!!!
Sê-lo-ão?
É o que falta saber …
Como sabeis, irmãos gatos, qualquer opção comporta sempre riscos!
-
( continua )
-
NOTA DO DIA 13 DE ABRIL
-
A propósito de declarações do Secretário de Estado do Vaticano, Tarcisio Bertone, cumpre-me dizer:
Porque não Vos calais e deixais de mandar tamanhas atoardas!?
-
JLF

13 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

QUERIDOS LEITORES


Desculpem-me mas não resisti a publicar já este capítulo, num conjunto de dez que a esta história a compõem ...!

Vou, no entanto, fazer um esforço por me conter guardando para logo a publicação do próximo a menos que aqui, nesta caixa de comentários, me seja pedida outra celeridade.

Vosso


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 13 de Abril de 2010

Dulce AC disse...

"Quem se julgam eles, os humanos?"

Jaime..!!
Bom dia..recebi a encomenda "Ciclo Verde Esperança"

Será que é do Sporting..?! pelo nome..?! Será...
Brinco... brinco..!!
Muito Obrigado!!

Vou lêr em breve, numa pausa...
E depois virei aqui mesmo dar o meu testemunho de leitura...!

Quanto à pergunta que retirei do Seu texto, deixo a resposta para Si...

Beijinhos de obrigado..!
dulce ac

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Minha Querida,

Ainda bem que recebeu a encomenda ...!

Se, é certo, sou vagamente do Sporting, mais certo é que aqui, no Ciclo Verde Esperança que recebeu, o verde, como o escrevo, é aquele da esperança!!!

Quanto à pergunta que extraíu do meu conto ... aresposta a seu tempo será dada.

Digo-Lhe apenas que o próximo capítulo é aquele dedicado ao cão!

Beijinhos e não tem de quê


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 13 de Abril de 2010

manuela baptista disse...

Dulce

claro que é do Sporting!

mas meio desconjuntado...

beijos

Manuela

manuela baptista disse...

fala da Tita:

-mas eu também arrisco a minha pele!

Sou portadora de uma alma vadia e deambulo pelos quintais dos vizinhos onde os perigos espreitam a cada patada...cães, piscinas e muros com picos!

Em muitas coisas, nós gatos, somos superiores aos humanos, mas a maior delas é que acreditamos em Deus sem precisar de intermediários.

fala da dona:

-Ai, ai! Dom Tarcísio!! isto é o que se chama santa e imperdoável ignorância! Felizes são os gatos...

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Com que então desconjuntado!?

Desconjuntado fico quando tenho de enviar mails com anexos e em excel!!!

Obrigado pela paciência


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 13 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Fala do adoptado:

Já posso pôr no meu currículo que se o Rei de Espanha mandou calar outro célebre estadista eu, pela minha parte, o mesmo faço com o Secretário de Estado do Vaticano que não é, aliás, matéria de dogma!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 13 de Abril de 2010

Filomena disse...

Os gatos adoram mordomias. Nós somos uns seus escravos e o pior é que adoramos!


Beijinhos

manuela baptista disse...

...é verdade Filomena!

eu quando quizer mordomias visto-me de catwoman...

beijinhos

Manuela

e os malcriaditos calaram-se nas aulas?

Jaime Latino Ferreira disse...

FILOMENA CLARO


Minha Querida,

Pois é, quando é e quando não nos transformamos em gatos!!!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 13 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

E antes que haja por aí uma chuva de gatos ... toca a editar o próximo capítulo!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 13 de Abril de 2010

Linda Simões disse...

Trouxe a Malu,a Pequenina,a Nêga e Fôfa(gatas da minha ex-professoara)para partilhar com a Tita uma conversa importante!Meio ambiente, saltos tecnológicos...Qualidade de vida...

Estão gostando da estória!

...


Eita!


Com mordomias e tudo,elas fazem a festa!


Um grande beijo

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Nem mais ... elas fazem mesmo a festa!

G'and'as gatas!!!

Beijos

Jaime Latino Ferreira
Estoril, 23 de Abril de 2010