quinta-feira, 15 de abril de 2010

WITH THE CAT - VI - TOM & JERRY

Jaime Latino Ferreira
-
( FALA DO ADOPTADO )
-
Sou tentado a dar-te razão …
Comportamo-nos um tanto como no cinema de animação!
Nós, os d …, como é que lhes chamas (?), os adoptados tendemos a agir assim como cão e gato ou gato versus rato, numa permanente perseguição irresistível como se, na sua ausência, tudo perdesse irremediavelmente qualquer sentido.
Numa tal perseguição que, aquele que aparentemente parece o mais frágil dos personagens, na sua perfídia, acaba por fazer da vida do mais forte aquilo a que chamarias gato sapato!
De tal modo que o mais forte acaba sempre, ele sim (!), por se ver em apuros!!
Quase que num secreto desejo que invade o espectador e que ponha o mais fraco, finalmente, na ordem!!!
Tipo a vingança de Golias
A revanche que Lhe reporá o seu bom nome!
Que ao mais forte dos dois lhe seja feita justiça, tais as tropelias a que o mais fraco o sujeita, fazendo da sua vida um verdadeiro inferno.
Os políticos deviam ver mais desenhos animados em vez de se estenderem em considerações balofas sobre a violência omnipresente nos média, no cinema, jogos informáticos interactivos ou na televisão ...
Violência à qual, normalmente, a própria política conduz e que, não bastasse a omnipresença desta no entretenimento, faz preencher telejornais da sua permanente proficiência!
Numa releitura primária dos currículos escondidos contidos na própria animação!!
É certo que nesta, o mais forte, levado a perseguir o mais fraco dos dois tende a ver virado o bico ao prego, logo pela agilidade davidiana do mais fraco que neutraliza, invariavelmente, a falta de mobilidade do mais forte que logo lhe é conferida pelo seu tamanho e peso e pesem, por demais, as inversões gravíticas que a animação sempre permite!
De tal modo que, em verdade, até já nem se sabe quem é Golias ou David
Acossado, o rato faz da vida do gato um verdadeiro suplício.
Mas é exactamente nesse momento que o autor ausente, o espectador é assaltado por essa ânsia de justiça que reponha em ordem a vida de Golias … ou David (?) permanentemente martirizada pelas diabruras, crueldades do mais fraco ... ou mais forte!?
Que deve, então, fazer Golias?
Reagir mimeticamente a David na certeza de todas as vantagens operacionais do mais fraco que o sendo, à partida goza também de todo um crédito político de que Golias não dispõe?
Ou deve, pelo contrário, quebrar o ciclo da violência, da perseguição, sendo certo que mais difícil do que isso será, persistente, neutralizar a desconfiança herdada e que subsistirá para lá do ciclo persecutório?
Quebrando o enguiço que a Golias coloca sempre em desvantagem?
E mesmo se não se sabendo mais quem é Golias ou David ...?
-
( continua )

15 comentários:

Maria Luisa Adães disse...

Sei que cheguei tarde e perdi muito
do que se disse e escreveu.
Costuma acontecer eu chegar tarde a qualquer local onde vou e não vejo, nem sinto o melhor do que passou.
Costuma acontecer, mas aceito tudo,
depois de perceber que é uma espécie de destino meu - não dos outros, mas apenas meu.

Apesar disso, ainda entendo ter lido um belo texto, tão a meu gosto.
E gostei de ter chegado a este lugar que vou tornar, um pouco meu.

Para isso, eu preciso que se torne meu seguidor, apenas por ser mais fácil chegar a esta paragem.

Escrevo poesia, prosa-poética, como
lhe queira chamar, no:

http://os7degraus.blogspot.com

http://prosa-poetica.blogs.sapo.pt

Com amizade,

Maria Luísa Adães

Filomena disse...

Eu pensava que os políticos eram uns autênticos desenhos animados e nós os ratinhos da fita!


Beijíssimos

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA LUISA ADÃES


Nunca se chega tarde ou ...
mais vale tarde do que nunca!

O melhor do que se passou é o que se vai passando ...

Este texto, belo como o escreve e por isso Lhe agradeço, vem na sequência de outros que no seu conjunto formam uma história no índice nomeada como With the Cat.

Já me tornei Seu seguidor, o Seu blogue tem uma música bonita, sem dúvida e quanto ao texto terei de o ler com disponibilidade que, confesso-Lhe, neste momento me falta mas lá chegarei ...

Atenciosamente


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

FILOMENA CLARO


Minha Querida,

De ratinho a gato ... é só um pulinho, como de gato a cão!

Vá seguindo, minha Querida, e com olhos nas entrelinhas também!

Um beijinho forte, do coração


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2010

Maria Luisa Adães disse...

Agradeço a gentileza de me adicionar ao seu lindo blogs.

Digo lindo,
podia dizer belo
por verdade
e por sentir
a realidade,
da sua forma de escrever.

Não há qualquer intenção de enaltecer, o que não merece ser
enaltecido, mas sim de dizer a "Minha Verdade".

Maria Luísa

Por toda minha Vida disse...

Boa tarde, Jaime.

Quantos contos com gatos ainda lerei?
Cada qual com sua mensagem entre linhas que o gato se enrola. Estou adorando.

Renata

P.S Quanto a links que se links nas unhadas que o gato pode dar ou miar alto;rsrsrsrs
http://renatagomesdefarias.blogspot.com/

Geraldo Brito (Dado) disse...

Já havia vindo aqui... Gostei do texto. Parabéns pelo blog!

manuela baptista disse...

Eu também já não sei quem é David e quem é Golias!

mas do Tom e Jerry lembro-me muito bem, sempre a abrir os filmes para crianças, sempre a perseguirem e a serem perseguidos...

Igualzinho à alternância democrática!

Quanto à gata em questão, devo informar, que um dia apareceu no nosso corredor e vindo do jardim, um pequenino e lindo ratinho do campo. Claro que eu gritei que me fartei e invoquei imediatamente a Tita, que o cheirou e o deixou partir em paz...

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA LUISA ADÃES


Minha Amiga,

Obrigado pelas Suas reconfortantes palavras, quanto ao mais fiz apenas como me pediu.

Atenciosamente


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA


Querida Amiga,

Pronto, adicionada está!

Ainda bem que está a gostar ...

Trata-se de capítulos de um conto que terminará no décimo.

Enrolam-se todos, gata, adoptado e a adoptada por fim!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

GERALDO BRITO


Caro Dado,

Eu sei, já o tinha visto por aí ...

Obrigado e ainda bem que está a gostar!

Um abraço


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Há gatos e gatos, tal como ratos e ratos e cães e cães, Golias e Davides, travestidos também e por aí fora!

Lá que gritaste, gritaste!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2010

Linda Simões disse...

Eu penso que nós, como seres políticos, temos que mudar os caminhos que querem nos impor. Sendo mais leves,mais persistentes,talvez...

E chegaremos lá...



Beijoquinhas

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Minha Querida,

... mais leves mas inexoravelmente mais profundos também!

Um beijo


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 25 de Abril de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

CHAMADA DE ATENÇÃO


Não sei porque artes, alguém que não eu manipulou esta minha caixa de comentários dela subtraindo quantos, em primeira página dela constam!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Abril de 2010