segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

FUTURO PASSADO PRESENTE

Borinamistica, The Sky is Draining

O que escrevo é reflexo do que penso.
Reflexo, espelho, imagem.
O que de uma imagem vejo é o que penso que dela vejo e a escrita é um turbilhão de imagens.
O que penso é dinâmico e não estático, não está parado no tempo.
Tal como coisa alguma está parada no tempo.
A estática é a escrita, o que se escreve desse imparável, ininterrupto movimento.
E que parado, movimenta-se.
O que escrevo vai do Passado para o Futuro, vice-versa e destes situa-se no Presente.
O que escrevo, no momento em que escrevo, já passou.
Tendo passado, todavia, permanece.
O que leio do que escrevo, situa-se, dinâmico, no Presente, em cada momento feito Presente, entre o Passado e o Futuro.
No Futuro podem-me ler como se fosse Presente.
Sendo Passado, o que escrevo permanece no Futuro.
Passado, Presente e Futuro são dislexias do tempo refractadas em espacialidade tridimensional.
Pluridimensional ...!
Dislexias temporais.
Disléxico, no que escrevo refracto-me pelo silêncio nos contornos espaciais do tempo.
A escrita é reflexo dessa dislexia espaço/temporal refractada.
Virtualidade, realidade sempre para lá daquilo que é.
O virtuoso da escrita consiste em reunir numa só as dimensões do tempo com as do espaço:
Futuro, Passado e Presente numa espacialidade única, superfície lisa, geométrica, polígono de intemporalidade.
A Eternidade possível aqui, materializável, ao nosso alcance.
Escrever é uma autêntica viagem espaço/temporal de luz e sombra, de som e de silêncio, que se dilata no tempo!
Como um ralo por onde se sorve ... o céu.

a
inda na tomada de posse de Dilma Rousseff, primeira Presidenta eleita do Brasil e no repúdio por toda a intolerância religiosa

Lux Aeterna

Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Janeiro de 2011

8 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

DIMENSÕES I


Tunísia ...!

Apanhei um pontinho vermelho aceso na Tunísia ...

Soyez le bienvenu!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Janeiro de 2011

manuela baptista disse...

bem...graças aos pontinhos tunisinos, não sou a primeira a comentar

mas reunindo as dimensões do espaço tempo, na superfície da minha memória

ser a primeira no futuro passado presente, é ter o céu à minha frente!

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Na superfície de uma folha, futuro-passado presente, sempre presente, se és a primeira és também o céu à minha frente!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Janeiro de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

DIMENSÕES II


De 18 615 para 18 705 = + 90 visitantes nas últimas vinte e quatro horas!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Janeiro de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

DIMENSÕES III


18 770 = + 65 visitantes!

Entre comentários de mim próprio, um da Manuela ...


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Janeiro de 2011

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo

Agarrei-me ao céu e fui ralo adentro, sorveu-me a escrita e senti-me presente na dislexia espaço/temporal, sobre a qual tão bem escreve... escreveu (porque foi ontem)e, no entanto, amanhã está igualmente escrito...
Intemporalidade do registo e imortalidade do reflexo que assim permanece.

Um beijinho

Maria João disse...

ERRATA

" amanhã estará "....

e eu que gosto tanto de futuro!

Um abraço mais

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

Em rigor poderia ter escrito nas duas fórmulas, amanhã está ou estará, já que amanhã o que lá está é também Presente!

E assim nos deixamos enredar nas dislexias do tempo refractadas no espaço

Beijinhos e Abraços


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Janeiro de 2011