quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

NUDEZ POÉTICA

Angela Bacon-Kidwell


Não escrevo por interpostos olhares
são estes mares
lugares
de mim recobertos
expostos
sem mais roupagens
paisagens

Nuas palavras
imagens
prontas a serem viagens
está a poesia coberta
de si própria
sem voragens

Nua

minha palavra não mata
sua carga
doce é não amarga
é a palavra voltagem
energia sem ter margem

São as palavras miragens
no deserto das sondagens
que escondem meu eu
e o teu
o que por elas sofreu

Têm palavras de seu
despidas no que se deu
o que elas julgam saber
a nudez
em que me vês

palavras que matam são aquelas que veementemente repudio e que ao terror conduziram, oculto e traiçoeiro, ignóbil, dizimando, indiscriminadamente, desta feita num aeroporto de Moscovo


O vos omnes


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Janeiro de 2011

14 comentários:

manuela baptista disse...

numa só palavra

posso dar a volta ao mundo
construir poemas nús
crus
mas doces

na miragem
na paisagem

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Numa só palavra não direi mas em poucas, dezasseis ... é como escreves!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Janeiro de 2011

. intemporal . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BRANCAMAR disse...

Jaime,

Palavras sinceras, na nudez de quem se dá.

Beijos
Branca

Jaime Latino Ferreira disse...

PAULO


Caríssimo,

Nua a palavra e aqui ... sem ácaros!!!

Abraço tanto


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Janeiro de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

BRANCAMAR


Obrigado, querida Amiga!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Janeiro de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

OLHARES I


20 605 = + 90 visitantes!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Janeiro de 2011

BlueShell disse...

Perfeitamente: palavras ignóbeis que custaram a vida a inocentes...

"Nua/ minha palavra não mata..."

Obrigada.
Abraço
BShell

Dulce AC disse...

"Nua

minha palavra não mata
sua carga
doce é não amarga
é a palavra voltagem
energia sem ter margem"

Lindas as suas palavras Jaime..!

Perfeitíssimas a uma só palavra: Vida.

Um abraço forte e amigo.
dulce

Jaime Latino Ferreira disse...

BLUE SHELL


Muito obrigado ...!

Seja sempre bem vinda por aqui, cordiais saudações!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Janeiro de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Querida Amiga,

Ei-La!

Vida como escreve, Vida que se opõe à morte!

Um grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Janeiro de 2011

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo

Hoje foi a minha vez...
e na inspiração das palavras Suas foram estas que me surgiram;

Haverá maior poema que a palavra desnudada?!
A palavra sem viés e no rigor do verbo tratada,
que apenas de um singelo véu se cobre,
para que seja leve e forte, persistente e transparente,
uma ponte
que aproxima gente
que de ser nunca se farta
Porque a palavra nua
simplesmente, nunca mata.

Um beijinho

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Minha Querida Amiga,

... obrigado!

Um grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Janeiro de 2011

Jaime Latino Ferreira disse...

OLHARES II


20 705 = + 100 visitantes!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Janeiro de 2011