sábado, 14 de fevereiro de 2009

Sim



Amorosa Dança

Varanda complexa e íngreme escadaria
Apercebidos passos com a leveza do vento
Ousam soltar-se em dueto e harmonia
Solitários amantes na imperfeição do tempo

Atrever-me-ia numa rosa cor de sangue
A desenhar-lhe asas para que voasse
E o mar tão perto em comovido transe
Agita-se de manso como se cantasse

A varanda existe ainda tímida de espanto
Apesar da ausência e do desengano
Como se a rosa as pétalas lançasse

Em desafio de encantada alegria
Contando lendas baixinho em cada ano
Trémula ave em Primavera fria

Manuela Baptista
Estoril, 14 de Fevereiro 2009

9 comentários:

manuela baptista disse...

Mais uma vez te roubei o blog, desta vez no calado entardecer...

MB

jaime latino ferreira disse...

VELHOS AMANTES


Se me roubaste alguma coisa

Foi ao coração que o cativaste

Cativo

Aprisionado o albergaste

Numa prisão sem chave

Adoração

Dela viajo ao mundo inteiro

Às estrelas que estando em combustão

Iluminam o chão e a ilusão

-.-

Se me roubaste alguma coisa

Rouba-me sempre mais

Meu coração


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Fevereiro de 2009

jaime latino ferreira disse...

ISSUE DE SECOURS


O amor é ainda, como se estampa num dos últimos diapositivos do vídeo de Brél ... uma saída de urgência!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Fevereiro de 2009

Andre Moa disse...

Caro Jaime, nada melhor para comemorar este dia dos namorados do que um suave e sentido derriço.
Gostei. Parabéns.
André Moa

jaime latino ferreira disse...

ANDRÉ MOA

Caro Amigo,

Seja bem aparecido e saiba que está aqui como se em Sua casa!

Sentido derriço ...

É mesmo, sabia?

E já agora, o que é sentido é para ser vivido e escarrapachado, saiba-se fazê-lo (!), sem cerimónias nem arrogâncias e pode-se sempre fazê-lo em público e sem que, por isso, se firam susceptibilidades terceiras!

Até se fica a respirar melhor ...

Venha daí Meu Caro e espero que tudo vá melhor com a Sua saúde.

Um abraço, Seu

Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Fevereiro de 2009

jaime latino ferreira disse...

André,

Esquecia-me ...

Agradeça também a minha mulher porque sem ela ...!

Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Fevereiro de 2009

jaime latino ferreira disse...

EMERGÊNCIA


Saída de emergência

Ingência é meu amor

Socorro que num estertor

É urgência nesta dor


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Fevereiro de 2009

Ana Cristina disse...

Bom dia Jaime e Manuela .... na ressaca do enamoramento !

Com sol e silêncio nesta manhã de domingo a fazer desejar dias de ininterrupta Primavera e árvores a desabochar em flores coloridas.

Ah,sobre o amor!???

(...)Nunca amamos alguém.
Amamos,tão somente,a ideia que fazemos de alguém.
É um conceito nosso - em suma, é a nós mesmos - que amamos. (...)

Fernando Pessoa
(Livro do Desassossego)


Um grupo de motards desceu a rua em direcção ao Cais da Ribeira..que desassossego!! pensou o Alex que abriu as pestanas enquanto apanhava o sol na varanda, deitado no tapete azul cor de mar de Moledo,vindo directamente da feira de Cerveira.

Já lá vão,voltou a calma,voltemos ao sol e à preguiça desta manhã de domingo.

1 abraço.
Nini

jaime latino ferreira disse...

BERNARDINO SOARES


Meu Caro Fernando,

( É a ti, Bernardino, que me devo dirigir, julgo!? )

Nunca amamos, salvo seja!

Mas ainda que amássemos tão só a ideia que fazemos de alguém, indissociável, aliás, desse alguém, pensa bem (!), já o amaríamos a esse alguém e amando-nos a nós mesmos, tudo pode convergir, o Outro e eu mesmo, em direcção a esse arquétipo ...

Disse pode ...!

Diz, já agora, à Nini e ao Alex, que esta é das tais ressacas que valem a pena e que não trazem a si associados aqueles incómodos efeitos colaterais de outras tantas e que, além disso, subsistem!

E viva o Sol, a preguiça e o silêncio!!!

Um abraço,


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Fevereiro de 2009