sábado, 18 de abril de 2009

BALANÇO


Aproxima-se a centésima página de um blogue que me foi oferecido no passado dia 2 de Janeiro.
Está, talvez por isso, na altura de um pequeno balanço:
Julgo poder dizer com todo o à vontade que a produção tem sido intensa;
Julgo que também será inquestionável que esta metodologia que a blogosfera faculta, me forneceu instrumentos que me permitem entre cruzar imagem com música e o texto, devidamente formatado, e assim poder dar asas ao discurso transversal que os integra numa dinâmica que, até aqui, não tinha estado ao meu alcance nem tinha sido, por mim, devidamente potenciada;
Julgo, finalmente, que a transparência com que tudo aqui decorre e que logo se revê no interior da caixa de reflexões onde nada me impede, antes pelo contrário, de interagir ou ter as devidas atenções com quem nela me escreve, amplifica ainda mais tudo o que foi dito antes e em relevo multiplicador.
Tenho um critério e um fito que não se alteraram e dos quais não me pretendo desviar desde que assumi este encargo por via do meu blogue.
Vou, no entanto, fazer uma pausa e deixar espaço a que aqui me deixem as Vossas sugestões ou ideias que permitam também melhor me poder sintonizar com os meus destinatários.
Tenho para mim que sendo público tudo o que aqui se passa acresce a responsabilidade que me traz até Vós nesta minha tribuna e que, portanto, também tenho por obrigação dar-Vos a palavra para que melhor também possa chegar até Vós.
Dou-Vos a palavra, escuto agora e pausadamente o correio que me enviem.
-
http://www.youtube.com/watch?v=waqgl1rq6Mw
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Abril de 2009

46 comentários:

manuela baptista disse...

A 100ª Lição

No tempo em que as escolas 2+3 ou 7+2 ou 2+ quê? se chamavam liceus, festejavamos a 100ªlição.

Desde já comunico que trago o pão-de-ló.

Manuela Baptista

Ana Cristina disse...

Eu levo o folar descongelado e um sorriso.
Seria bom conhecer o sumário dessa aula!!
Talvez o professor o possa escrever no quadro preto,em letra bem desenhada com giz branco.

Ana Cristina

Ana Cristina disse...

Recebi este texto de uma amiga minha e apeteceu-me deixá-lo aqui em geito de carta de correio para o Jaime.

"Uma mulher quer-se de saltos"

-Olha, o primo J. trabalha lá naquele hotel onde foste ainda há pouco.
- O que é que ele faz? - perguntei a quem acha sempre que os outros são melhores que nós.
- Tirou gestão de hotelaria...
- Eu não perguntei isso, perguntei o que é que ele faz.
- Ah... trabalha na recepção...
Pois, em nada o tal primo é menos digno por isso, bem pelo contrário. O mal não é o primo, é avaliarmos as pessoas pelo facto de terem ou não curso, de darem ou não a cara e de serem merecedoras de mérito tão proporcional quanto as suas aparições públicas.
- Tu tens mesmo que curso, " filha"? - pergunta-me com o mesmo desdém com que recebeu a notícia que em vez de ser juíz ou advogada, queria ser jornalista.
- Comuniação Social...
- Isso dá para quê? É que ao menos a outra colega que lá tens aparece e dá-se com gente com outro estatuto - e a desilusão constante da avó que queria ter uma neta dona de casa ou princesa da televisão abateu-se de novo neste almoço.
- Somos pessoas diferentes, seguimos rumos diferentes...- respondi ao mesmo tempo que pensei que não tinha que me defender.
Senti-me impotente para justificar o que não tem nexo.
- Hoje, lá porque se estuda, não significa que sejamos todos uns doutores...somos o que a realidade é.
Não somos porcaria alguma, só trabalhamos tantas horas quanto os nossos pais, ganhamos pouco e se não quisermos aproveitar a "oportunidade" de viver numa fogueira de vaidades, virá alguém por muito menos. Não somos uma família porque não temos tempo para a ter. Hoje a progressão é menos provável. Hoje talvez se conquiste muito menos e se veja a estagnação cedo demais. Hoje sei que nunca ganharei o mesmo que os meus pais.
Mas hoje sou o que sou porque escolhi, mal, bem, mas fui só eu que escolhi e esse privilégio ninguém nos rouba.
E hoje ainda pagamos o preço elevado de fugirmos da norma da menina gestora ou advogada, para a avó isso seria mais importante já que não apareço na televisão, nem ganho bem.
Talvez até pudesse ser uma grande puta, desde que vivesse do estatuto...

Ora bolas...
Joana "

1 abraço
Ana Cristina

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO


Quanto à centésima lição, ao pão-de-ló e ao folar ... logo se verá!

Quanto ao estatuto versus mérito ...

Capciosa questão!

Quando eu era pequenino diziam-me que sem canudo, enxada não teria.

Hoje já posso dizer que o tenho e mesmo sem considerar outras que não sejam as variáveis deste meu blogue:

Um blogue é assim uma espécie de canudo que se vai enrolando, enrolando, enrolando ad eternum.

E no que aqui já se encontra en/arrolado ...!

Vá, dizei-me pois!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

Filomena disse...

Jaime!

Bom Dia!

Já a Centésima Página?!

Aqui, na minha cidade, há uma livraria, cheia de segredos e de recantos, cheia de livros com iguais segredos que se vão desvendando enquanto os folheamos, que se chama justamente" 100ª Página".

Nem de propósito!

Um Beijinho para Si e para a Manuela


Filomena

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO II


Filomena,

Então, minha Amiga, e que balanço faria...!?

A Vossa opinião e por muito negativa que o fosse nunca me é indiferente!

Beijinhos, aguardo


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

VOZ OFF


Burro!

Então não vês que a Filomena te acabou de avaliar!?

Que até te chama livraria!??

Cheia de segredos e de recantos que se desvendam enquanto aos livros os folheamos!???

E, para mais, que tem e nem de propósito o nome da página que a seu tempo se seguirá ....!?

Burro, burro, burro, és mesmo distraído!

Acorda burro e vê se te concentras!!!

Burro!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

VOZ ON


Pronto, desculpa, já chega, não batas mais ...

Não vês que estou cansado, foi das lições de música, só pode ter sido!

Isto de dar aulas é profissão de desgaste rápido, quando menos esperamos e sem querer, não valorizamos os subtilíssimos sinais que nos fazem chegar e que atropelamos, pura e simplesmente, sem jeito ...

Não vês que ainda estou encalacrado com o jargão da Ana Cristina e da Joana!?

P( ... ) de vida!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

ANA CRISTINA


Em quadro branco e com giz preto, esboço desde já o sumário da aula que se seguirá lá mais para diante já que, como o escrevi, tenciono arrastar esta pausa.

Se nada houver em contrário, rezará assim e num só tópico:

A DEMOCRACIA


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

Filomena disse...

Jaime!

Vem uma menina( ai e que menina!)ainda um bocadinho trôpega (e romântica porque não?) de fazer uma soneca com os seus dois gatos ( o de 4 e o de 2 perninhas) e depara com um Professor meio atabalhoado( qual Rosa; qual Filomena)às turras e returras!

O BALANÇO é POSITIVO: nível CINCO, a reflexão é sempre útil( já reflectiu que se fartou) e os temas O MEU AMIGO SABE MUITO BEM AQUILO QUE HÁ_DE ESCREVER... Seja o JAIME et voilá!


Beijos, sempre

Filomena

( agora vamo-nos deliciar com uma fatia de bolo-de-mármore feita aqui por esta Sua humilde aluna)

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO III


Não, felizmente não estou em crise de criatividade, mas diz-me a reflexão que é sempre bom criar distância ...

Ainda agora, falando com uma Amiga ao telefone Lhe dizia que tenho andado num ritmo de tal modo vertiginoso e este instrumento o potencia (!) que, em verdade, me tem absorvido quase em exclusivo!

Tudo tenho feito para comunicar pró-activamente mas, agora, é a própria pró-actividade que me diz para parar e assim tencionarei ficar nos próximos dias, dando-Vos o espaço e esta coluna, afinal, eles próprios matéria de reflexão.

Vamos meus Caros Destinatários, dizei de Vossa justiça!

Obrigado, Querida Tutora


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

manuela baptista disse...

Balançados

Entre a vertigem e a paragem há outras estações, tão boas e importantes umas como as outras.

Primavera, Verão, Outono, Inverno e Primavera

Voilá!

Este fim de semana começou com pão-de-ló, continuou com folar e acabou com bolo mármore. Temos a semana toda para abater as calorias nas aulas de ginástica. Os que lá vão bem entendido.

Quanto ao Sumário, não sei se concordo com a Democracia, ou seja com o tema, já estou um pouco farta!

Proponho "A Música no Cinema" mas com pausas, intervalos, como antigamente, em que podíamos comer gelados Rajá (os que ofereciam umas figurinhas pirosas) devagarinho para que o chocolate durasse mais... Ah! E também com desenhos animados do Pluto para começar!

Ou então A música na Escola, onde falássemos das malfadadas aulas de Canto Coral que me enfernizaram as quartas-feiras da infância, até ser salva pelo bom senso do colégio do Ramalhão!

Ou então...Jaime, queres o apagador?

Manuela Baptista

Ana Cristina disse...

Jaime

Não são os seus visitantes/destinatários que têem de emitir opinião sobre estas cem lições!
Por algum motivo eles/nós aqui fomos passando.
Mas...

É você e só você que tem de se auto-avaliar e saber se este é o blog com que sempre sonhou e com o qual se sente 100% identificado.

Este blog é seu!

Quem aqui passa deixa marcas, não tenho dúvidas, mas "a música das palavras" foi a forma que você encontrou para se aventurar na blogosfera.

Se após cem "lições" se sente confiante e orgulhoso a ponto de em breve iniciar um novo sumário, tem aí a melhor análise e este seu blog.

Este é um espaço onde você se sente como peixe na água, por isso continue a nadar enquando fôr esse o impulso que o faz viver a vida por inteiro.

Pela minha parte, continuarei por aqui, para me sentir perto de vós e da vossa amizade, para me distrair e aprender, para ouvir boa música, para ler poetas, para espalhar algum "plancton" nas suas águas que nunca correrão o risco de estar paradas.

Quanto ao próximo tema aguardo.

Já deu para perceber que a Manuela lançou o contraditório.

Tanto quanto o conheço, se a decisão está tomada, será de Democracia que tratará o próximo sumário.

O "jargão" da Joana é infelizmente uma realidade bem transversal nos nossos dias; tem pouco a ver com canudos e muito com o valor que (não)damos ao papel de cada cidadão na construcção da nossa sociedade!

E disse...

Manuela,

Entre pão-de-ló, folar e bolo mármore,esqueceu o sorriso :)

Beijinhos para os dois.
Ana Cristina

manuela baptista disse...

É verdade o :)!

Imperdoável!
Realizador: Clint Eastwood

Muito bem Ana Cristina!

Assim falou Zaratrustra.
Música: Richard Strauss

continua...

Manuela Baptista

jaime lationo ferreira disse...

RECITATIVO IV


... e antes assim que pior!
Autor: improvável

Continuando:

Se este é o blogue com que me sinto identificado?

É claro que se dispusesse de outras ferramentas e outros skills que ainda não possuo, evidentemente que poderia potenciar este meu rolo ou tribuna de outra maneira mas lá chegará a altura de o fazer ...

Tirando isso, identifico-me inteiramente e enrolado do início, derenrolá-lo-ía tal como, até agora, o fiz.

Mas isso não dispensa as Vossas opiniões embora seja certo que, como o escreve a Ana Cristina, a Vossa assiduidade seja, por si mesma, aferidora.

Se este blogue é meu, reforço uma vez mais, tal não dispensa a responsabilidade que, logo por ser um local público ele me impõe por respeito a todas Vós e no igual respeito que a mim mesmo me devo.

Com todo o respeito e afecto, reconhecimento também pelas minhas habituées, pergunto-me, no entanto, porque não se alarga mais o leque daqueles que aqui deixam as suas impressões?

Porque razão e que significado atribuir-lhe?

Por outro lado, minha querida Manuela:

Acabaste de lançar um mote, A Música no Cinema!

Porque é que não o exploras e desde já, numa linha paralela, assídua, regular e complementar àquela que vou desenvolvendo?

Esse, aliás, e independentemente do tema da Democracia que, desculpar-me-ás, talvez mais do que nunca se imponha, poderia, transijo (!), ser o tema específico e de arranque desse filão que melhor do que eu o poderías explorar e logo na centésima lição, a próxima a ser editada quando o entendas!!!

E que as fôssemos entrosando aqui, à tua como à minha linhas quais cordames de colunata manuelina!

Página sim, página não, enquanto eu escrevo lambusas-te com um Rajá e enquanto tu escreves ... durmo no meu sofá.

Voilá!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

ANA CRISTINA


Minha Querida,

Só uma pequena precisão:

Eu não sonho com um blogue, procuro apenas as ferramentas, o blogue é uma ferramenta (!), que me permitam contribuir para alimentar, implementar porventura (!?), o meu sonho!

Antes de o ter, ao meu blogue, a minha Amiga sabe que o alimentava de outra maneira e até então, até me sentir confrontado com o irrecusável presente da Filomena, não teria imaginado o que, entretanto, aqui se arquivou.

O Seu plâncton é precioso!

Um grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

Linda disse...

Para quem começou no dia 2 de Janeiro... não está nada mau não, e venham lá mais 100 que o balanço é positivo.

Bj
Linda

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO V


Obrigado Linda, a seu tempo e se tudo correr bem, virão!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 19 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO VI


Ainda voltando ao jargão apropriadamente utilizado pela Joana e repescado pela Ana Cristina:

Ai pois não, se não tem a ver com canudos!

Eu percebo o que diz sobre o valor que se dá ou não dá a cada cidadão no papel que se lhe atribui na construção de uma sociedade melhor mas o canudo é, pode crer e na prática, assim como se um livre trânsito para a cidadania!

É que mesmo nesse patamar, uma coisa é o jargão sem canudo, outra se o tiver ...

Já viu o que é o jargão sem mais nada e no que ele se transforma se for um doutor jargão!?

Oh senhor doutor, faça-me o obséquio ...!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

INTERROGATIVO


Rosa,

Minha mulher e eu, não sabemos porque carga de água, já tentámos introduzir comentários em A Companhia das Rosas e nicles!

Ao princípio tudo correu bem mas depois ...!

Poderá ajudar-nos!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

Filomena disse...

Manuela e Jaime!

Não sei o que se passa!

Vou ao blogue da Rosita e vou indagar!

Em geral os comentários aparecem no mail e depois "ELA" envia...

Essa Rosa é estranha...


Beijos enormes

Filomena

Filomena disse...

Ora bem:

Já andei a indagar... e realmente não há comentários nenhuns!

A Rosa é uma mulher demasiado serena, demasiado" deixa andar", para o meu gosto! Se fosse comigo já estava a trepar pelas paredes" Então querem comentar e não podem, mas que é isto?!?!"

Agora vou fugir para a escola!


Beijinhos e muitos

Filomena

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO VII


Rosa de saia redonda
Vai para a escola vai à monda
Mais tarde se saberá
O que a Rosa nos dará


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO VIII


Voltando aos canudos, aos estatutos e aos jargões:

Os canudos funcionam como livres trânsito da cidadania tal como no mundo cristão, muitos crentes julgam que o baptismo e os sacramentos em geral, funcionam por si mesmos e sem que tal implique uma verdadeira reconversão interior, um exame de consciência, quais salvos-condutos e em linha directa entre os próprios e ... Deus!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO IX


Lationo!?

Trata-se de uma espécie de contracção entre o latim e o suposto lationar, verbo inventado e que significa latir, ladrar, ganir.

Eu lationo
Tu lationas
Ele lationa

E se nós lationarmos valentemente, então, ouvir-se-á a algazarrra da matilha inteira!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO X


Este balanço já está a servir para alguma coisa:

ATENÇÃO

A Manuela já está a arregaçar as mangas e não tardará, com a minha entrelaçar-se-á a linha que tem por pano de fundo A Música e o Cinema.

Ao seu ritmo, evidentemente, nem outra coisa seria legítimo pedir-se-Lhe!

Sejais, pois, pacientes que esta, a paciência, ricos frutos sempre dá!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO XI


ESPICACEM-NA !!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

manuela baptista disse...

A Paciência e a Sapiência

Sede pacientes então!
Porque com um pouco de paciência ele chega ao
100º recitativo!

Já só faltam 89...

Pois o meu ritmo é outro, primeiro amadurece e depois aparece quando, for tempo. É como as cerejas.

E para complicar estou com um problema de identificação. Não é de identidade, porque sei muito bem quem sou, pelo menos hoje pelas 19:30.

Isto só para dizer, que não sou a Manuela Baptista nascida em Alcanena em 1944e que escreve poesia; não sou a Manuela Baptista do Face Book, a de Cabo Verde, a que escreve livros sobre Eduardo Lourenço;não sou a do "Cantinho da Manela" e não tenho um minimercado "Manuela Baptista".

O mundo da blogosfera é estranho, pois está intimamente ligado ao mundo das fotocopiadoras. Tudo parece, mais do mesmo.

Já me arrependi de não ter adoptado o apelido do Jaime, pois assim chamava-me Manuela Ferreira, mas como gosto de leite, poder-me-iam confundir com a presidente do PSD o que era extremamente perigoso. Para o PPD/PSD é claro.

Como o Jaime passa a vida a dizer-me que na identificação dos textos e logo a seguir à assinatura,
deveria escrever Estoril... seguido da data, já pensei em assinar "Manuela Baptista Estoril" ou "Manuela Estoril Baptista", ou "MB Estoril".

Não sei. E reparem, é melhor ponderarem a minha colaboração na festa do blog, porque quando me dão corda sou melhor que a nossa Tutora...

Daqui Estoril,

Manuela Baptista

Filomena disse...

Mas que algazarra que aqui vai!!!

Mas o que é isto?
Ó meninos, tenham calma, que a professora não pode falar alto...( é o que eu digo aos meus meninos, e eles acreditam)
Então a Manuela quer ser Ferreira Leite? E é preciso espicaçá-La???
Ai dessa não sabia eu!!!
KKKKKKKKKKKKK

Ora,

Quanto a comentários a Rosa ainda agora foi ao mail e lá estava uma mensagem da Maria Emília...

HUm!!! VoCês os dois... hum! Eu até já desconfio, QUE DUPLA INFERNAL.

PIORES QUE A TUTORA!!!

Beijinhos e muitos aos dois

Desta que se assassina( assassina mesmo)


Filomena

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO SÓ FALTAM 88 PARA OS CEM


Manuela, na crise de identidade em que estás, sugiro-te então que passes a assinar tipo ... Moviola Bay o que se integra, perfeitamente, com a linha que, decidimos, irás abrir.

Moviola Bay Estoril!

Quanto à minha Tutora:

Não se assassine o que, seria extremamente melindroso ...

Como é que a minha amiga se poderia assassinar sem existir assassino!?

Podemos ser uma dupla infernal mas, daí até à assassinação ...!

E, já agora, se não for muito incómodo, veja se diz à Rosita que, de facto (!), não conseguimos entrar na sua, dela, caixa de comentários.

Será que a Maria Emília nos pode dar uma mãozinha!?

Diga-Lhe e ela que nos venha dar as pistas ou será que a Emilita é mais um heterónimo que a minha Amiga decidiu inventar!??

Capaz disso era a Menina Tutora!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO JÁ SÓ FALTAM 87 PARA OS CEM


Rosita, I feel pretty!!!

Fiz um take e consegui furar a barreira.

Yesssssss!!!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

Ana Cristina disse...

Sobre os próximos sumários e respectivas aulas, recomendo menos assertividade, menos planeamento,menos sugestões, menos regras e mais espontaneidade.
Manuela 1-Jaime 0 , sorryyyyyy ;(

Vá lá meus queridos amigos, tenho a certeza de que se andam a divertir imenso com estes projectos e planificações, por isso não liguem a vozes reacionárias,vindas lá da região norte onde trocam os bês pelos vês!

Manuela, que tal assinar:
Dona Manuela do Estorille
Um must, não acha!?


Agora que os canudos enchem as estatísticas do desemprego e as boas formações do ensino superior politécnico abrem portas de rápida inserção no mercado de trabalho qualificado, será que continuamos com a mesma opinião sobre canudos, Jaime!!!???

E aqui vai mais um repto, inspirado nas palavras do comentador João Pereira Coutinho:

"...Quanto mais queremos, mais desesperamos. A meritocracia gera uma insatisfação insaciável que acabará por arrasar o mais leve traço de humanidade. Não deixa de ser uma lástima.
Se as pessoas voltassem a ler os
clássicos, sobretudo Montaigne, saberiam que o fim último da vida não é a excelência, mas sim a felicidade!"

Fiquem bem e felizes com um abraço amigo.
Eu assino a dobrar

Nini
Ana Cristina

(não há fome que não dê em fartura)

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO XIV


Ainda bem que a Ana Cristina veio pôr um pouco de ordem, ou será de assertividade (!?), nesta nossa casa!

Deixe-me que Lhe diga que eu não tenho canudo de qualquer espécie, sobretudo se se lhe subtrair a Obra que escrevo, pelo que sei muito bem até que ponto o dito é, de facto, um livre-trânsito embora em desvalorização crescente e mesmo se venham ou não do politécnico que, se quer que Lhe diga, tem muito que se lhe diga.

Quanto às afirmações de Pereira Coutinho que, aliás, não me são estranhas:

Elas parecem assentar num jogo subtil de palavras.

Uma coisa é o mérito, a outra a meritocracia e, por outro lado, a excelência não tem de ser inimiga da felicidade.

Tudo está ou não em colocarmos os conceitos nos seus antípodas.

Assim, eu escreverei:

O mérito e a excelência não se realizam em si mesmos e a felicidade não é egocêntrica.

A cultura do mérito realiza-se então pela excelência que tem por objectivo a felicidade que, ela também, se realiza no bem comum.

Quanto aos clássicos, esses, orientam-nos nesse sentido.


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Abril de 2009

Ana Cristina disse...

Manuela

Já cá canta mais um recitativo,srrs!

Filomena,ao ataque!

Resposta sempre na ponta da língua,adorei Jaime.

Beijinhos.
AC
(3ª.assinatura)

manuela baptista disse...

Com os canudos podemos fazer imensas coisas!

Prender o cabelo,
soprar bolas de sabão, bater na cabeça dos alunos malcriados,
mexer o café,
fazer pintura de sopro, beber coca-cola,
coçar as costas,
espreitar os vizinhos,
fazer carrinhos de rolamentos,
desentupir os canos.

É verdade, também se podem fotocopiar e juntar ao
currículo só para ilustrar.

M.Baptista (Bay)
Estoril,20 de Abril 2009

manuela baptista disse...

Ana Cristina,

Vamos escrever um ensaio.
Qualquer coisa como " O Efeito dos Raios Alfa no Comportamento dos Recitativos"!

Abraços

MB

jaime latino ferreira disse...

VX OVITATICER


Eu já temia que me ameaçasses com a tua arma secreta e de último recurso, os raios alfa que são assim como se uns raios que os partam!

Agora imagina que eu não tinha, sobre esse efeito, apenas invertido a sequência do recitativo XV mas também todos os dois parágrafos que aqui escrevi!?

Ao menos a Ana Cristina, que agora se transformou, não sei se por efeito antecipado dos mesmos raios em Antes de Cristo (AC) ou será depois (?), uma vez que se deveriam inverter (!?), não só reúne as hostes para o contra-ataque como, ainda por cima, manda-me por email os Xutos e Pontapés!

Será metáfora, agressividade alegórica, vontade de me espicaçar!?

Tem piada, e eu que vos tinha pedido que espicaçassem a Manuela lá com a sua página que, ao que sei, já vai adiantadita!

Mordam-lhe nas canelas!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Abril de 2009

rosa disse...

Meus Amigos!

Já lá estão os comentários.

Nos seus devidos canteiros, com os seus novos perfumes.

Vou agora tratar das "minha flores"

Beijos de paz

( parece que a Filomena adormeceu depois de toda aquela"brequefesta")

Beijos de paz

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO XVI

( O Efeito dos Raios Alfa )

Assim mesmo é que é:

Por via dos efeitos, toca a assumir a heteronímia sem se desmanchar nem se descompor!

De igual modo, saber-me-ei dirigir a uma e a outra sem as confundir e na condição de que a minha Amiga não se desmanche!!

Ainda não as vi, foi a morderem nas canelas da Manuela para que ela se despache com a sua página tão ardentemente prometida!!!

Se, chegados ao dia vinte e quatro, não houver notícias a seu respeito, depois não se queixem porque, a vinte cinco, então, seja a centésima ou outra lição, lá sairá o tópico da Democracia!!!!

Com pouca ou com toda a assertividade ...

( Não sei se já perceberam mas estou a fazer um ultimato )


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO XVII

( Ensaio Sobre o Efeito dos Raios Alfa no Comportamento dos Recitativos )

Os raios alfa são assim uma espécie de radiação que projectada sobre os blogues, os bloqueiam.

Sob o efeito dos mesmos, as páginas vulgo posts entopem, querem sair mas não saem (!) e o efeito só se desfaz quando quem os irradia, no caso a Manuela que assertivamente os invocou dando-me assim uma preciosa desculpa para não editar nada, exercendo a negação da negação se afirma e finalmente inicia o ciclo A Música no Cinema.

Entretanto e sob o efeito da dita radiação, os recitativos quais margaridas no esplendor da Primavera despontam por todo o lado dando-me assim mais trabalho do que editar outras cem páginas (!) e transformando o que aqui se passa, esta caixa, numa espécie de opereta onde às árias, todos os comentários que não os próprios recitativos, as contextualizam qual ponto ou narrativa da acção em palco.

Tem o efeito dos raios alfa um lado perverso:

É que ele, não permite a colocação de música, estricto senso, que desse ainda mais cor ao que aqui se passa pontuando diálogos e a própria narrativa.

Seja como for, esta opereta construída em conjunto por todos aqueles que aqui vão deixando as suas pinceladas num exercício de escrita criativa imparável, já tem nome e sucesso garantido independentemente do seu desfecho:

O EFEITO DOS RAIOS ALFA ( TODOS VÓS ! ) SOBRE O COMPORTAMENTO DOS RECITATIVOS

Disse


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Abril de 2009

Filomena disse...

ó meninos!

Mas isto vai aqui uma Barafunda!!!

Vamos lá pôr ordem nisto:

1º a Manuela vai passar a ser; Menina Muito Bonita
2º O Jaime vai começar a escrever na sua página, porque já fez gazeta que chegasse e algazarra própria de aluno da última fula( se calhar vai haver conselho disciplinar extraordinário!)

A Nini... bem prá Nini... só me lembro duma música do Paulo de Carvalho( era não era?)

Menino Jaime,

A Maria Emília EXISTE MESMO, seu malandreco, e tem um blogue muito interessante( recomendo uma visita ao blogue "talqualsou."

Estamos entendidos?

Estou a imaginá-los a rirem-se todos à socapa e a arreganharem os dentes:" sim, sim já vais ver!"

Ai que rapaziada esta!

Continuem que eu sou capaz de ir comer um yogurte( que remédio, depois das desgraças do fim-de-semana)

Beijinhos e muitos


Filomena

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO XVIII


Entre as ameaças de sanções disciplinares, à Filomena, nesse seu trejeito de professora simpática, dá-lhe sempre uma danada vontade de comer ...

Ainda bem que a heteronímia se fica pelo que sabemos, não me atrevo a dizer mais e quem mais queira saber, pois que leia tudo o que está para traz e que vem de traz.

ATENÇÃO!!!

A Manuela está quase, falta o quase mas está (!), a sair-se com nova página a ver se finalmente pomos um ponto final neste ciclo, ópera cómica, incrível correspondência.

A setinha do envelope serviu para alguma coisa!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Abril de 2009

manuela baptista disse...

A próxima página vai chamar-se "o aluno da última fula".

A fula é a Prof. Filomena, o aluno é o Jaime.

MB

Filomena disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Ai escrevi fula, escrevi!

Ai, que já me ri!!!

Pois! eu estava mesmo fula com o menino Jaime.

Ai, Deus Meu! Este Jaime e esta Menina Bonita, dão-me cabo da cabeça.

E depois provocam-me uma fome, que só visto!

Agora estou a assar uma vitelinha para o jantar, acompanhada com batatinhas e brócolos... pois é, eu gosto muito de cozinhar e os homens conquistam-se MUITO BEM pelo estômago!

Atá me falta o ar

Até mais


Filomena


A NINI ainda não deu o ar da sua graça.

Ana Cristina disse...

"Chamava-se Nini
Vestia de organdi
E dançava.
Dançava só para mim..."

Era assim não era, Filomena, a canção do Paulo de Carvalho.

Sabe,em casa na minha infância sempre me chamaram Tininha (Cristininha).
Foi o meu sobrinho mais velho, o Sérgio,que em bébé me começou a chamar Nini. E o nome ficou até hoje. E eu gosto :)porque é ternurento e me aconchega no carinho dos meus sobrinhos.

E assim me vou, com o cheirinho a carne assada da Filomena, deixando aqui um ar da minha graça, rsrsrr!

Já fui cuscar a página da Manuela.
1 arraso .... nada de ultimatos Jaime, os artistas têem o seu tempo próprio.

Fico à espera da Democracia ... acho que vou esperar sentada ;)

Beijinhos para todos.
Nini

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO XIX

( Final )


E a opereta chega ao fim.

Uns mais, outros menos, outros que julgam que arrasam, as meninas vestidas de organdi, devastados todos pelo cheiro a carne assada que esta virtualidade ainda não permite, senão por sugestão, partilhar e os mais incrédulos esperando sentados, pois que esperem e logo verão (!), dando sermões sobre o processo de criação mas logo espicaçando, provocadores, com iguais ultimatos!

Fecha-se o pano ao fim de quarenta e seis vozes, o espectáculo chegou ao fim, toca a levantar que a sala tem de ser limpa e arrumada ( !!! ) e mudemos de página ...

Página sem página.


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Abril de 2009