quarta-feira, 15 de abril de 2009

E AINDA

Há pessoas mais pequeninas do que um passarinho

Mal chegam a levantar voo e quando o ousam fazer
voam rasteiro e pelo seguro
saltitam de galho em galho ufanas
e julgando trazerem o rei na barriga

Opinam sem galhardia mas no auto-convencimento da sua suposta sapiência

Ficam a ouvir-se ressoar egocêntricas
julgando que abalam céus e terra

Essas pessoas
passarinhos enjaulados
adorariam que todos os outros pássaros
como elas
vivessem enclausurados em gaiolas que
como as delas
julgam ser douradas

Pois se vivem aprisionadas
porque é que todas as outras o não hão-de estar também

E veja-se
acham sempre que têm a última palavra

Escudadas nos trinares truncados que citam a torto e a direito
essas pessoas
pássaros de capoeira
para mais
arvoram-se em avaliadoras

A um seu grasnar
e logo se é ou não aceite

Vã glória

Mal sabem elas que há muito
há muito já
que julgando que por se escudarem num silêncio omisso ganhariam folga
a perderam
e mais ainda quando abrem o bico
e que outros
outras Pessoas ou pássaros ousados em seus voos
de há muito as avaliam já e sem agravo

Sem que essas pessoinhas possam
tão pouco
dar o não dito pelo dito

Não se tivessem calado
e tido a ousadia de voar
-
http://www.youtube.com/watch?v=Tdo8Ai9THGA
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2009

11 comentários:

jaime latino ferreira disse...

PRINCESA


Majestade,

Seja bem vinda a bordo!

Seu, majestático


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2009

Filomena disse...

Amigo Jaime!

Ora cá andei eu a cuscar todos os cantinhos da sua casa e digo-lhe, sem modéstia nenhuma!, que vale sempre a pena passear e apreciar o que nesta se nos oferece.

Pois cante e encante e por vezes desanque!

Já sabe que eu aprecio muitíssimo mais, o Jaime Poeta...

Quanto aos cigarritos a sua Tutora

só fuma o Eve e o Karelia slims( que snobíssima e parvíssima, mas que se há-de fazer!)... não lhe devem agradar, mas entre umas fumaças e umas gargalhadas nós cá nos entendemos.

Muitos beijos para Si e para a Sua( nossa) Manuela

Filomena

jaime latino ferreira disse...

DESCONSTRUÇÃO


Querida Filomena,

Se é certo que gostos não se discutem e cigarretas à parte ...

Já sei que aprecia mais o Jaime Poeta mas vou-Lhe fazer uma sugestão que, aliás, entronca com o texto desta página, E Ainda, em que estamos a reflectir.

Confesso-lhe que este como outros poemas que construo, partiram de uma desconstrução, a saber:

Comecei por escrevê-los em prosa, tal qual está mas em prosa e, devidamente pontuado.

Depois, desconstruí-o se é que o posso dizer.

Tirei-lhe a pontuação, as vírgulas e substituí-as por mudança de verso;

Aos pontos parágrafos, exclamações e interrogações, pontuações ou pausas mais enfáticas e prolongadas, fi-las, por outro lado e retirando-as, corresponder a mudança de estrofe e o resultado final, mais acerto, menos acerto, foi o que aqui se estampa.

No entanto, tudo o que aqui escrevi, pode ser lido como texto corrido, simples prosa ou em voz alta como discurso directo.

O contrário também é verdade:

Experimente ler a minha prosa também em voz alta, dramatizando e interiorizando o personagem e experimente o resultado ...

É que, com toda a modéstia, a minha prosa também é poética e narrada como se vivida, que o é ...!?

Veja a carta de Lobo Antunes que editou no Seu blogue e experimente pontuá-la ao seu ritmo e gosto ou declamá-la como um poema.

Vai uma Café Creme!???

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2009

Filomena disse...

Ó Jaime!

O menino tem um radar, é espião ou o quê?!?

Então não é que neste preciso momento me estou a deliciar com um cappuccino?!?

manuela baptista disse...

Da Passarada à Cigarrada

Fumem lá meus queridos, mas abram a janela!

E que pássaros são estes que nos despertam ou apertam, engaiolados ou em liberdade?

O Cuco Maluco?

Será a Cotovia ou o Rouxinol?


"JULIET: Wilt thou be gone? it is not yet near day:
It was the nightingale, and not the lark,
That pierced the fearful hollow of thine ear; Nightly she sings on yon pomegranate-tree:
Believe me, love, it was the nightingale.

ROMEO: It was the lark, the herald of the morn,
No nightingale: look, love, what envious streaks
Do lace the severing clouds in yonder east: Night's candles are burnt out, and jocund day
Stands tiptoe on the misty mountain tops.
I must be gone and live, or stay and die."

William Shakespeare
"Romeu e Julieta" Acto III, Cena 5.

Manuela Baptista

manuela baptista disse...

Ó Filomena, Café Creme são cigarrilhas, não se bebem, comem-nos!

Mais valia cheirar a Cappuccino, porque de café gosto eu!

Beijinhos

Manuela Baptista

Filomena disse...

Ó Manuela eu sei!

Mas não acabei o comentário, que quer?, fui interrompida por telefonemas.

O que eu ia dizera seguir era que no fim do cappuccinno vinha mesmo a calhar uma saborosa cigarrilha e pourqois pas um Cubanito.

Vão ao blogue das imagens. Já lá estão algumas das fotografias.


Muitos beijos

Filomena

manuela baptista disse...

Tenho uma cotovia
tenho um rouxinol
ela assobia
ele canta em si bemol
um cuco maluco
uma andorinha
um pardal dos telhados
e uma gaivotinha

Mas... o que eu quero mesmo, é um camelo chamado Sami!

Manuela Baptista

jaime latino ferreira disse...

RECITATIVO


Não se pode estar fora por uns momentos e logo uma tremenda algaraviada se desenvolve por aqui entre a andorinha e a cotovia e deixando de fora o rouxinol com o cuco a ensandecer olhando para as fotografias de Israel estampadas no blogue ao lado.

Não contentes em evocarem Shakespeare e no original ainda me chamam espião com radar, veja-se a sofisticação (!) e provocam-me com um cappuccino a fingir que desconversam!

It is not yet near day
And I don't dair to say
It is not March nor May

E fazem gato sapato do meu louco cuco!

E agitam a passarada toda na bossa do Sami!!

Deixo-as sozinhas e está visto:

Viram pessoinhas insanáveis prontas a não deixarem de dar ponto sem nó ...

Ousadas, não apenas não se calam como têm o atrevimento de voar!!!

Que mal fiz eu!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

ANA CRISTINA


Eu bem sei que o Porto, hoje, levou um chuto de um madeirense e que tal facto, não apenas não cai bem no continente como julgo (!?) que em algumas ilhas!

Mas, por onde anda!?

Não vê que estou precisado da Sua ajuda para aquietar, por cá, a passarada!??

Eu bem sei que fui eu que as chamei à liça mas, que diabo, não haverá alguém que venha em meu auxílio!???

Até já me ameaçam com gaivotas ...!

Isto até já parece Os Pássaros de Hitchkok!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Abril de 2009

Filomena disse...

Jaime!

Amigo, não consigo chegar à Sua página actual" LER"!!!

Que se passa?

A sua tutora está em apuros, ajude-a!!!

SOCORRO