sábado, 11 de abril de 2009

INTERMEZZO

Intervalo
Pausa
Ponto morto
Respiração
Suspiro
Meditação
Expectativa
Fôlego
-
Oh que fôlego que me dais
Ao olhar para tudo e mais
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Abril de 2009

9 comentários:

jaime latino ferreira disse...

DETERMINISMO


Uma visão determinista olha para tudo, tudo o que acontece de bom ou de mau, de horrível também e tende a dizer que foi Deus ou é a vida!

Nesta visão, não entra a nossa capacidade de discernimento, de optar e de, ao fazê-lo, influenciarmos o devir ...!

No arbítrio que nos é facultado e que nos coloca assim como se charneiras fôssemos entre o micro e o macrocosmos tal como a cruz enquanto símbolo ou sinal o sugere.

Nessa visão demissionária, tudo acontece porque tinha de acontecer e quem é cada um de nós para influenciar o futuro!?

Para o pior como para o melhor!?

Nós temos autonomia e dela nos cabe usufruir, é-nos dada (!!!) e assim saibamos dela tirar partido!

Somos silhuetas charneira e assim saibamos transformar os nossos percursos em algo de melhor ou em calvários insuportáveis ...

Estes últimos, aliás, sempre justificativos e demissionários de tudo o que está mal!

Como aconteceu nos julgamentos de Nüremberg em que os responsáveis da barbárie nazi sempre se escudavam na terrível desculpa de que não eram mais do que simples cumpridores de ordens que lhes vinham de cima.

De cima ... de onde!???

Respiro profundamente e ganho novo fôlego!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Abril de 2009

manuela baptista disse...

A Susana disse...

"A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, o seu corpo foi colocado num sepulcro, onde ali permaneceu, até à sua ressurreição, quando o seu espírito e o seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimónias religiosas.

Muitos costumes ligados ao período pascal têm origem nos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica.

É uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8 dias e comemora o êxodo dos israelitas do Egipto durante o reinado do faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade.

Um ritual de passagem, assim como a “passagem” de Cristo, da morte para a vida.

A festa tradicional associa a imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, dados como presentes. A origem do símbolo do coelho vem do facto de que os coelhos são notáveis pela sua capacidade de reprodução. Como a Páscoa é ressurreição, é renascimento, nada melhor do que coelhos, para simbolizar a fertilidade!"

Manuela Baptista

manuela baptista disse...

Os Vendilhões do Templo

A Igreja do Santo Sepulcro em Jerusalém é disputada por seis igrejas cristãs,nomeadamente a Igreja Católica, que não se entendem sobre a partilha do espaço, chegando mesmo os seus membros, ao confronto físico e à agressão.

A sua gestão foi entregue a duas famílias muçulmanas.(do jornal "O Expresso" de sexta-feira dia 10 de Abril 2009)

Os cordeiros vestem-se de lobos e mordem o pescoço do seu próprio rebanho!

Manuela Baptista

jaime latino ferreira disse...

BOFETADA


E entrega-se a duas famílias de muçulmanos, mas que enorme heronia e bofetada na cara daqueles que, quantas vezes, se afirmam campeões da tolerância (!), a gestão do usufruto do próprio templo!

Não há como olhar-se para as coisas distanciado, sem envolvimento directo ...

Bravo!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Abril de 2009

jaime latino ferreira disse...

DUAS NOTAS

I

Primeiro em relação ao comentário anterior em que queria dizer ironia e não heronia!

Heronia deve ser qualquer coisa entre o herói e a mania, qualquer coisa de profundamente insuportável ...!


II

Em segundo lugar, sobre o anexo de Rubinstein a tocar o Intermezzo de Brahms:

Arthur Rubinstein nasceu em 1887 e morreu em 1982.

À data desta produção, o ano de 1973, estava ele já com oitenta e seis anos!

Já repararam que a realização fílmica mal foca, de tão enrugadas que se entrevêem e num misto de pudor, as suas mãos a tocar!?

E, no entanto ...!

Que capacidade, o som o testemunha, de se transfigurar!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Abril de 2009

Ana Cristina disse...

"PÁSCOA"

Passagem.
Atravessar margens.
Ir de um local para outro implica passar por muitos locais durante o percurso.
Viver,morrer e ainda viver!
Quais serão as paragens e os (des)encontros entre e nestas passagens!

A rua está silenciosa.
Talvez amanhã se oiçam os sinos e os risos.

Um Feliz Páscoa.
Com muita amizade do fundo do coração.
Ana Cristina

Linda disse...

Amigo,
Desejo uma Santa Páscoa para si e sua família.

Bjs
Linda

manuela baptista disse...

Kitsch

Os desejos dos amigos
Vou guardá-los num cestinho
Entrelaçado de flores
De corações e de cores

Escondo lá um coelho
Amarelo ou às bolinhas
Ele dá-me chocolates
Para comer ao serão

Eu solto-o de madrugada
Antes do sino tocar
Com a lua assim calada
E a Páscoa a acordar

Um beijinho muito grande para a Ana Cristina e para todos os outros que andam por aqui.

P.S. perdoem-me este ataque do Peter Rabbit, mas hoje não estou muito inspirada...

Manuela Baptista

jaime latino ferreira disse...

ANA CRISTINA E LINDA


Viver, morrer e ainda viver, morrer e renascer de novo e mais ainda, nos encontros e desencontros do percurso entre as margens numa passagem que se faz e volta a fazer e a refazer ...!

Para ambas o desejo retribuído de uma Santa e Feliz Páscoa num renascimento que já se pressente.

Beijinhos e muita amizade


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Abril de 2009