sexta-feira, 26 de novembro de 2010

MUDAR DE VIDA - II -

Não bastam as qualificações técnicas, académicas e os desempenhos profissionais, strictus sensus, para se avaliar da qualidade de quadros e dirigentes, trabalhadores ou profissionais que nas mais variadas áreas desempenham as suas mais ou menos estratégicas funções.
Não, não bastam!

É indispensável a generosidade que falta, o sentido do serviço à comunidade e que quantas vezes, hoje mais do que nunca (!), implica o sacrifício sem o qual todas as aptidões referidas acima, indispensáveis que são, se tornam insuficientes e tanto mais quanto nos tempos que atravessamos e que de todos nos exigem mais, muito mais!
Hábitos instalados, rotinas e compadrios, coisa pouca mas tanta (!), atrever-me-ia a dizer, emperram as máquinas dos Estados na engorda que os vai, pelos seus crescentes défices, caracterizando e que ajuda, de que maneira, a explicar o ponto a que se chegou no cada vez mais omnipresente lugar que sobre todos nós, por via deles, se faz pesadamente sentir.
Na prevalência da reverência acrítica atrever-me-ia, ainda, a esmolar:
Eu preciso de um lugarzinho e desse lugar, sem fazer ondas, garanto ir a corrente sem ver o Lugar que é o Mundo ...
Corporativamente me instalo ao serviço da Corporação!
Sem olhar crítico que às minhas habilitações lhes confira dimensão ...!
Sem me tornar incómodo na graça do pãozinho que ao Pão o vai fazendo escassear!
E a escassez dessa dimensão, da dimensão Política das coisas, da Coisa Pública, ameaça arrastar-nos a todos, quais ratazanas aprisionadas em barco e sem saída, para o fundo.
Num buraco sem saída nem fundo à vista onde já não bastara a colossal dimensão ... do próprio Buraco!
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Novembro de 2010

8 comentários:

ISA disse...

"Mudar de vida"
É assustador mudar de vida, mas creia que as mudanças nem sempre são para o mal!!! É o medo que todos nós temos do futuro, que nos dá essa censação de receio da mudança. Mudar de vida não é mudar de corpo, nem tão pouco mudar de rumo aos nossos principios. A nossa vida é feita de mudanças... umas vezes alheias à nossa vontade outras não, mas acontecem muitas vezes ao longo das nossas vidas.
Voltarei em breve
beijo de luz
isabel

Jaime Latino Ferreira disse...

ISA


Isabel,

Seja bem vinda!

Tem toda a razão ou não fosse a minha Amiga professora ...!

Apareça sempre que quiser e sinta-se à vontade nesta minha casa.

Mudar de vida e passado o choque, pode mesmo ser uma coisa muito boa!

Um beijinho tão luminoso como o Seu


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Novembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

ISA


Desculpe-me mas volto ...

Mudar de vida é reforçar os princípios nas mudanças inadiáveis de rumo que às nossas vidas as obrigam ...!

Outro beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Novembro de 2010

. intemporal . disse...

Urgentemente

É urgente o Amor,
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros,
e a luz impura até doer.
É urgente o amor,
É urgente permanecer.


Eugénio de Andrade

.

.

.

. mudar de vida, é urgente .

.

. abraço.O .

.

Jaime Latino Ferreira disse...

PAULO


Querido Amigo,

Ah ... Eugénio de Andrade ...!

Bonito Paulo, muito bonito!

Abraço-O eu também


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Novembro de 2010

manuela baptista disse...

"à abordagem, vilanagem!"

gritou Rolando, o rato!

e continuou:

"estamos fartos de rolar subtis pelos telhados, de nos escondermos nas caves e nos buracos e são tantos os buracos que já nos confundem...

não nos afundaremos com os navios, porque para gerir a coisa pública, somos mais ratos que homens!"

a rataria aplaude

clap, clap, clap!

e Rolando termina

é urgente o amor!

os ratinhos comovem-se e choram e como está frio, as lágrimas gelam e parecem pérolas nos olhos mansos...

sem sentido?

...e para quem não saiba...

Rolando
é o nosso rato de estimação que vive na casa do jardim, rola pelas telhas e pelos canos e gosta de humanos!

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Rolando é a metáfora de nós mesmos que nem aos ratos deixaremos ir ao fundo!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Novembro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

ANDANÇAS III


De 14 950 para 15 185 visitas nas últimas 24 horas, logo, mais 235 consultas!

Uma luzinha vermelha acesa no Uruguai, em Montevideo!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Novembro de 2010