segunda-feira, 16 de março de 2009

RAINHA


Rainha
Estais do meu lado
Mulher
Beleza
Condado
Majestade
Potentado
Imponente a voz proclama
Dos carrascos
É triste o fado
-
Soberba
Tens a leveza
Mulher
Não és a tristeza
Descobres teu rosto
Alteza
Que os deuses
À tua mesa
Encher-te-ão de grandeza
-
( Em homenagem à Rainha Rania da Jordânia e Nela, à Mulher )
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 16 de Março de 2009

9 comentários:

ellen disse...

Mais um post bonito! Parabéns.

Tenho uma prenda para si no meu Blog. Passe por lá e traga-o para sua casa :)

Beijinho

Brancamar disse...

Obrigada Jaime pela bonita homenagem. A Rainha Rania é uma mulher que admiro pela sua dimensão humana e por todo o conjunto, pela elegante simplicidade e pela nobreza em toda a acepção da palavra, principalmente pela nobreza de carácter.
É uma mulher de que todas nós Mulheres nos devemos orgulhar!

Jaime,
A sua produção literária é tão vasta que não consigo acompanhar, com muita pena minha. Estou a sofrer o cansaço das noitadas que fiz pela Catedral e que fui ainda fazendo noutros sítios durante algum tempo. Profissioalmente também estou com mais responsabilidades, mas vou voltando sempre que conseguir. Adorei a música, o vídeo é lindíssimo, acho que venho um dia com tempo para "roubar" os seus links do Youtube. Goosto de todos.
Beijinhos
Branca

jaime latino ferreira disse...

ELLEN E BRANCA, MULHERES


Uma mulher como a Rainha Rania e independentemente de ser rainha ou por maioria de razão, num tempo de misogenias em estertor que à mulher a tentam, de novo, remeter para a humilhação resultante, nomeadamente, de interpretações facciosas, é pouco (!), dos Textos de todas as religiões e que a nós, aqui e agora, nos não passam ao largo, constitui um poderoso sinal de insubmissão e de afirmação da Mulher no Mundo!

Margueritte a pinta, à Mulher, insubmissa e exposta, na Sua integridade.

Uma rosa rainha Lhe dou eu, beijando-Lhe a mão e enaltecendo-A.

Nela Lhe presto assim a homenagem que se impõe, retirando-A da sombra e iluminando-A, se possível, mais ainda!

Basta de ambiguidades e de obscurantismo


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Março de 2009

marie disse...

Bonita a sua homenagem à linda Rainha!
Bjs.
Marie

jaime latino ferreira disse...

MARIE


Só queria precisar que na homenagem que presto, sem regatear, à Rainha Rania, é a todas as mulheres que eu saúdo!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Março de 2009

manuela baptista disse...

Princesa

Morta antes de nascer
Alimentada em último lugar
Alfabetizada quando o pai quer
Mutilada por quem a deveria amar

O seu Reino não é deste mundo

Manuela Baptista

Possam as Ranias deste reino, lutar e fazer eco em cada muralha escura.

Filomena disse...

Jaime,

Muito lindo o poema.Muito me apraz que o tenha escrito a pensar principalmente na Sua Manuela, Rainha do seu coração.

Um beijinho aos dois


Filomena

manuela baptista disse...

Ó meu príncipe,

Duras é Marguerite
Magritte é o pintor
Margaridas são as flores
Que te ofereço com amor

MB

jaime latino ferreira disse...

MANUELA


A pensar em ti

Penso em todas

E em Todos me revejo

Penso em ti meu amor

Não te ofusco num gracejo

Quero-te livre aqui

Ao meu lado junto a mim

Mas não te prendo

Nem quero

Não poder olhar o Outro

Nem o ciúme se instala

Ao querer-te a cantar o que exorto


( Obrigado pelas flores e pelas correcções, Magritte é o pintor, com todo o amor do Mundo )


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Março de 2009