terça-feira, 7 de julho de 2009

SONHO

O sonho é a respiração da vida
-
É de toda a legitimidade sonhar
-
É preciso
é urgente sonhar
-
É ainda mais legítimo fazer por concretizar o sonho
e mais ainda se ele for compatível com a vida
resposta cidadã ao seu ingente apelo
-
Ai de quem o não tente fazer
-
E se alguém
como eu o tenta
sem pisar o próximo
sem ferir as instâncias do poder
e tanto mais quanto democrático ele o for
e tanto mais quanto respeitando
cingindo-me ao escrúpulo democrático
à Ética Republicana
num compromisso que na palavra dada se configura e confina
e respondendo a anseios universais
mais merecedor se torna da sua concretização
-
Dizei-me que não
e porque não
sem ilusão
que eu me afastarei de cena
e chorarei
para sempre
a minha pena
-
Se um jogo cria galácticos
em que se transformará aquele que
por seu punho
na escrita cria
um sulco sonhador cavado
e fundado na própria realidade
-
O silêncio compromete-se com o sonho
e ainda que em português
já que o sonho
como a música
se traduz em todas as línguas
e sob pena de a Democracia não passar de um jogo
de um jogo de forças
e se tender
por si só
a esvaziar numa farsa
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Julho de 2009

4 comentários:

manuela baptista disse...

Sombreados

Sonho é uma réstia de azul
no vidro fosco
uma pétala de flor
em água fria
o navio que procura
em vão o porto
o farol que nos desaponta
e guia

Manuela Baptista
Estoril,8 de Julho 2009

jaime latino ferreira disse...

MANUELA


Minha Querida,

Sendo, como escreves, o sonho réstia de azul em vidro fosco, pétala (...), navio ou farol, que coisas mais realizáveis não há e ainda que sejam sombreados.

O que seríamos sem a sombra?

O que seríamos sem a música, sem a metáfora, sem a poética?

Não seríamos de todo!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Julho de 2009

Chris disse...

Já dizia o poeta: o sonho comanda a vida...
bjs
Chris

jaime latino ferreira disse...

CHRIS


Minha Amiga,

O sonho comanda a vida, comanda sim mas ou tem ou não uma correspondência com o real.

Se a tem entrosa-se com ele, se não tem ... perde-se por aí!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Julho de 2009