sábado, 30 de outubro de 2010

CASULO

casulo de borboleta
-
Quanto mais por fora é negro
mais luminoso por dentro
o que vejo do casulo
impulso do meu cata-vento
-
No lugar em que me enfrento
está o espaço em que me centro
qual firmamento estrelado
do céu um simples bocado
-
Chovam vozes em chorado
empardecendo o toucado
orlado deste meu fado
-
Pois mais ele espanta o finado
brilhante a luz do brocado
que irradia deste estrado
-
no enxota-enxota de responsabilidades indignificante mas que mais me alumia
-

The Royal Wind Music
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 30 de Outubro de 2010

9 comentários:

. intemporal . disse...

.

. e assim, no "enxota-enxota" se apaziguam os dias tão ruidosos dos últimos tempos, como prenúncio disso mesmo .

.

.

. um bom.domingo .

.

. abraço.O .

.

. e,,, não estranhe alguma "paragem" na blogosfera por estes dias . é sempre assim nos fins.de.semana prolongados . o pessoal, mesmo com a crise, sai de casa, e especial.mente por ora por uma boa causa acrescida, a de re.memorarem os seus entes queridos, que entre.tanto já terão atingido a plenitude da eternidade .

.

. tal "paragem" ou "abrandamento" nada tem a ver com o teor das Suas publicações .

.

. bom dia, jaime .

.

. paulo .

.

Jaime Latino Ferreira disse...

PAULO


Querido Amigo,

Oh Paulo ... sempre atento ao meu diário contabilístico de visitantes ...!

Ainda bem que repega do meu último comentário da caixa anterior ( Interioridades III ) tal como faço por insistir no registo poético desta minha página ...!

É que faço mesmo e não estranharei, não!

Se eu andasse por aqui em função das audiências já teria enxotado tudo ... há muito!

Em todo o caso, reconhecido pelo alento que, atento, me dá.

Um grande abraço e um bom Domingo


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 31 de Outubro de 2010

Dulce AC disse...

"No lugar em que me enfrento
está o espaço em que me centro
qual firmamento estrelado
do céu um simples bocado"

Jaime, olá..

Muito bonito..!

E com estas palavras disse tanto Jaime..e que no fundo é comum a tantos de nós que persistimos em nos "confrontar" com muitas das nossas vivências, desejando uma vida melhor numa maior coerência..!

Gostei muito.
Obrigado..também pela música.

Beijinhos aos dois (olá Manuela..:))
E um domingo bem disposto!

dulce

manuela baptista disse...

a minha ausência temporária

o meu atraso em aportar a este casulo sonetário

deve-se ao facto de eu

ser um perfeito cata-vento, adorar toucados e brocados, ter uma identidade barroca secreta

e perder-me completamente em firmamentos estrelados!

o que aqui irradia, aquece!

e hoje está um frio que perde o seu gelo e diz

bonito, Jaime!

tem razão, o Paulo!

olá, Dulce! a quem não ligo nenhuma, mas tenho-a ligada ao meu coração ventoso

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Querida Amiga,


DULCÍSSIMA


Dulcíssima Dulcineia
uma das musas sereia
que me alegra a epopeia
onde nasce a minha veia


Beijinhos bem dispostos e domingueiros


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 31 de Outubro de 2010

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo

E há lá imagem mais perfeita que um casulo, para ilustrar o lugar, onde cada um deve atracar para assumir o que é seu, sem enxotar.
Talvez daí nasça outro bicho, que seda saiba criar em vez do lixo, onde andamos a passear.

Acabei de lançar na ventania que por aqui passa, um beijinho para si e para a Manuela. Se abrirem a janela, ele irá aí entrar.

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Ao sabor do vento ... mas que ligação que para aí vai!


CATAVENTO


Catavento
instrumento
atento
ao soprar do vento



Jaime Latino Ferreira
Estoril, 31 de Outubro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga


SEDA


As nossas palavras
são seda
lavras
para quem aceda


( A janela estava aberta ... já cá chegou e a propósito, o Seu doce é muito bom! )

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 31 de Outubro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

CASULO I


Aos 11 190 visitantes, mais 100 consultas!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 31 de Outubro de 2010