segunda-feira, 4 de outubro de 2010

JAIME LATINO FERREIRA

Fotografia de Jaime Latino Ferreira, Mural, Setembro de 2010
-
Em vésperas da celebração do primeiro centenário da implantação da República em Portugal que se celebra amanhã, dia 5 de Outubro, importa frisar que não bastam declarações pesarosas sobre o défice de exercício da cidadania como da boca de tantos responsáveis políticos que aos mais poderosos meios de comunicação social têm acesso, sim, porque nem todos o temos (!), não se param de, recorrentemente, ouvir.
É imperioso que se reconheçam aqueles que, com os meios de que dispõem a exercem bem como a maior ou menor profundidade com que o façam, tirando-se daí as incontornáveis e legítimas consequências que com timings mediáticos e eleitorais não se compadecem mas que a própria República reclama!
Que piedosas mas inconsequentes lamurias as desses responsáveis políticos ...!
Eu, Jaime Latino Ferreira, tenho ao meu dispor este suporte público que o é e ele permite-me este exercício sistemático de cidadania que também o é, sem dúvida (!), dando-me nele publicamente a escrutinar, a avaliar.
Não percorrerei os tradicionais trâmites mas existe alguém ou alguma coisa, coisa que pública o seja que me impeça de seguir estes caminhos que eu, legítima e transparentemente, optei por trilhar!?
Serão eles menos legítimos, menos constitucionais do que outros!?
E tornam-se ou não eles, o conjunto sistémico de textos que aqui e desde antes do meu blogue, qual mural, Vos vou deixando em coerência com a minha própria praxis, em coisa pública, pública e publicada, res publica de relevância e merecedora de consagração!?
E deles devem-se ou não tirar as devidas ilações!?
Neste dia que ao centenário o precede, eu, Jaime Latino Ferreira, coloco-me diante da República e reclamo-me dela na assumpção da coisa que ou é do Povo e pelo Povo ou não o será de todo, esvaindo-se, então, as pias intenções e desejos que se proferem em
consumida, inconsequente e gasta, falida retórica!
Faça-se desta comemoração, não um desfile saudoso, alheado e moribundo mas uma prova de vida!
-
Final da Abertura 1812
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Outubro de 2010

15 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

J'AIME I


Na Península Itálica ainda não há, pelo que me é dado ver, nenhum pontinho vermelho ...!

Hesitará o centro histórico do Império em rever-se no actor imprescindível, no imper/actor ou mera coincidência!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Outubro de 2010

manuela baptista disse...

quem poderá responder?

JAIMELATINOFERREIRA

aqui no centro histórico onde estou

espero que a República

se republique

e os reis permaneçam nos contos de encantar

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Também eu espero como tu que a República se aprofunde e as Monarquias Constitucionais se enraízem com todo o encanto que quer Uma como as Outras consigo transportam ...

... e sem fazer tábua rasa da História que a ambas as consagrou!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Outubro de 2010

Dulce AC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dulce AC disse...

"Faça-se desta comemoração, não um desfile saudoso, alheado e moribundo mas uma prova de vida!"

Que assim seja..!!

E mais:

JAIMELATINOFERREIRAEMANUELABAPTISTA

Um forte abraço aos dois..!!
E muitos beijinhos, claro..!!

Dulce

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Ó Dulce, será porventura Seu este companheiro eliminado que a precede ...!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Outubro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Querida Amiga,

... mas que palavrão de nome!!!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Outubro de 2010

Dulce AC disse...

Jaime...é um nome carregadíssimo de ternura,

melhor são mesmo dois nomes...!!

O eliminado companheiro sou eu mesma, desculpe-me..estou a ficar boa também em entrar e eliminar...bem não exagerando, acontece aos melhores e eu não sou excepção...eheh..!

Beijinhos são dois,
como não podia deixar de ser..!

Dulce

Jaime Latino Ferreira disse...

DULCE AC


Minha Querida,

Como calcula, palavrão é uma força, mas que força de expressão!

Quanto ao eliminado companheiro, podia pensar em o transformar num Seu heterónimo ou num batedor que A anunciaria, que tal!?

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Outubro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

J'AIME II


O meu contador aproxima-se, passadas mais vinte e quatro horas, das 8 550 visitas, isto é, mais cerca de outras tantas 100 consultas.

Registo um dado curioso:

Nestes últimos dias reparei num decréscimo sensível de pontinhos vermelhos acesos no Brasil o que coincide com a primeira volta das eleições gerais nesse grande país, o que poderá ajudar a explicar esse mesmo decréscimo bem como o número das visitas registadas ao meu blogue, inferior ao que vai sendo habitual ...!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Outubro de 2010

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo


E fossem assim todos os discursos, no dia de hoje e em todos os outros seguintes, proferidos por todos aqueles que à cidadania apelam e na semântica das palavras, a hipocrisia seria quase abolida e a Républica, uma palavra mais verdadeira.

Um beijinho

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

A semântica das palavras na coerência com a práxis que no indivíduo concreto se revêm, reduz, estou certo disso, o campo fértil/estéril da hipocrisia ...!

É o que procuro, sistematicamente. fazer!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Outubro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

J'AIME III


Aproximo-me agora das 8 650 visitas o que significa, nas últimas vinte e quatro horas, mais 100 consultas ao meu blogue.

Por ser bem visível, destaco também mais um pontinho vermelho no Japão, este, talvez em Tóquio!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 5 de Outubro de 2010

Linda Simões disse...

Tu és

JAIMELATINOFERREIRA

E depois da celebração do primeiro centenário da implantação da República é que chego aqui

Primeiro para dizer que tendo ao dispor tal suporte,precisamos mesmo usá-lo de maneira a permitir o exercício sistemático de cidadania e falar,perguntar,avaliar se os responsáveis políticos estão falando pelos cotovelos e não fazendo nada de concreto ou se de fato, há alguns que fazem a diferença para melhor...

Segundo,para saber dos amigos e da mãezinha

Terceiro, para dizer da saudade que sinto de todos

Quarto,para dizer que se demoro a vir aqui é por causa do cansaço que fico após um dia de trabalho na escola+afazeres do lar

Quinto,estou dormindo super cedo e saindo cedo para trabalhar...

Ufa!


Abração

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Minha Querida,

Chega quando chega mas vem de supetão!

A mãe lá vai progredindo devagar, quanto aos amigos, tanto quanto saiba, estão bem;

Da saudade, a recíproca também é verdadeira;

A retoma ao trabalho, essa é sempre penosa;

Quanto aos responsáveis políticos:

A responsabilidade começa, efectivamente, no exercício escrupuloso da cidadania ...!

Um grande beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Outubro de 2010