quinta-feira, 14 de outubro de 2010

HEROICIDADE

a esta fotografia titulo-a eu, abusivamente, face a face
primeira imagem captada no fundo da mina de San José no deserto de Atacama por uma câmera de um dos
mineiros soterrados no Chile, EPA, Claudio Reyes
-

- O que é que faz a força de vontade, aquela que se confunde com a própria heroicidade?
- Situações extremas ...!
- E o que são situações extremas?
- Não há receitas nem contornos definidos para elas ...
- Sim, mas o que são elas?
- É o indivíduo ver-se, seja por que razões o forem, ineludivelmente confrontado consigo mesmo!
- E o que é isso ...?
- É quando deixam de existir álibis ...
- Álibis?
- Sim, desculpas, sombras, interpostas razões que pudessem justificar um determinado estado de coisas em que o próprio se vê enredado.
- Podes explicar-te melhor ...?
- Posso, imagina-te, então, soterrado, soterrado em vida:
Colocado diante de ti próprio, sem mais desculpas, sem teres para onde fugir, irremediavelmente sitiado no lugar em que te encontras, nu, despido de roupagens, máscaras, quaisquer disfarces.
Como agirás em tais circunstâncias!?
Iludindo-te remetendo para terceiros ou terceiras partes a sua responsabilidade ou fazendo delas, dessas circunstâncias, o suplemento de alma, a ilusão maior que te faça agarrar à vida!?
E como o poderás fazer sem esse acréscimo de vontade, superação de ti mesmo, heroicidade portanto, que eventualmente surja do nada que não essa maior e legítima vontade que tenhas em te afirmares ou sobreviveres!?
Sobreviveres, viveres para lá do expectável ...
E que seja capaz de te resgatar a ti e aos teus!?
Vontade capaz de te fazer dar louvores, permanentes louvores ao que em ti sobra, a um nada maior que sempre, no face a face que no teu subterrâneo te obriga a encarares-te a ti próprio, te redimensiona e a partir do qual à vida a consigas alimentar e à qual te agarres para lá de todas as plausíveis expectativas e que, por essa mesma via, em cântico maior saibas fazer eleger ...!
No subterrâneo de mim mesmo me encontro, projecto e ...
... reVivo!
-
no resgate pleno de sucesso de todos os
mineiros soterrados no Chile, também dos seus socorristas e neles, a todos os heróis desconhecidos
-
Heroica, Scherzo
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Outubro de 2010

11 comentários:

manuela baptista disse...

...a deslumbrada por poços

costumo ser eu!

mesmo não sendo herói, a subida às alturas requer a descida, o confronto com a solidão, com o outro que há em mim

dos mineiros, que continuaram sempre a respirar, apenas posso dizer

que eu não respiraria assim!

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Como eles não respirarias concerteza mas é do teu respirar que vem a minha certeza ...!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Outubro de 2010

Maria João disse...

Jaime

Meu amigo

É sempre no fundo de um poço, seja qual for a sua natureza, que o Homem se confronta apenas consigo mesmo, sem álibis, como tão bem diz no seu texto e, eu acrescentaria, sem espelhos nem plateias.
Nesse confronto é o tudo ou nada, a capacidade na força que é vontade de se erguer ao sol, vindo do lugar mais fundo. Como lava a explodir de dentro.

Há atmosferas que julgamos irrespiráveis, simplesmente porque não conseguimos imaginar-nos lá.
E se lá estivéssemos?
Eu acredito que há um heroí em cada um de nós!!

Miremo-nos no exemplo destes mineiros, homens do chile....

Um beijinho

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Minha Amiga,

Sem espelhos ...

Retive esta Sua expressão.

Não sei se sem espelhos ou se com espelhos tais que, amplificando-se, sobre cada um de nós recaem, interpelando-nos, com particular acutilância ...!

Miremo-nos pois no espelho desses mineiros, homens audazes!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Outubro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

Esquecia-me ...

Eu também acho que há um herói em cada um de nós.

Se assim não fosse não nos reveríamos nestes mineiros como, à saciedade, aconteceu!

Outro beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Outubro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

HEROICIDADE I


Nas 9 570 visitas, mais 85 consultas ao meu blogue!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Outubro de 2010

Maria João disse...

Jaime

Os espelhos a que me refiro, são aqueles em que, tantas vezes, nos iludimos nas mais narcisicas vaidades.

Um abraço

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Sim, assim concordo Consigo ...!

Mas se, por outro lado, no face a face com o espelho estamos, assim se saiba ver, diante do Universo, de Tudo, frente ao nosso igual simétrico, então, julgo, entender-me-á!

Outro beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Outubro de 2010

Jaime Latino Ferreira disse...

HEROICIDADE II


Quando me aproximo dos 9 670 visitantes desde o dia 15 de Agosto último, registo mais 100 consultas nas últimas vinte e quatro horas!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Outubro de 2010

Linda Simões disse...

...Finalmente os mineiros foram resgatados e estão bem.

E heróis somos todos na luta diária pela sobrevivência

E ainda bem que somos assim

heróis.


Um beijinho,

Linda Simões

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Viva a heroicidade!

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 16 de Outubro de 2010