sábado, 26 de setembro de 2009

APELO AO VOTO

Escrevo-Vos em vésperas de Eleições Legislativas em Portugal mas os argumentos que vou despender são válidos para todas as circunstâncias de sufrágio e partindo-se do princípio, como felizmente é o caso (!), de que estas, as eleições são livres e democráticas.
Escrevo-Vos sobre a abstenção que corroe a representatividade das Democracias, da liberdade de dizermos bem ou mal e partindo-se do princípio, como é, este também, o caso, de que o cidadão exerce em pleno este seu direito e, por isso, não é legalmente obrigado a votar.
Escrevo-Vos a dizer:
1 - O cidadão que, descrente ou indiferente ao sistema, resolve não perder tempo a exercer o seu direito de voto, ao contrário do que eventualmente possa pensar, fica mais exposto do que nenhum outro e fica-o porque pela sua ausência, passará a constar nos cadernos eleitorais como não tendo comparecido, figurando o seu não voto como público e aberto;
2 - Pelo contrário, aquele que comparece às eleições, se passará a constar como tendo comparecido, ninguém poderá saber em quem ou como votou, isto é, se votou na força política de A a Z, se votou em branco como protesto ou se, pura e simplesmente, na sua indignação ou por qualquer outra ordem de factores, anulou o voto;
3 - O Eleitor, aquele que elege, fica assim, automaticamente resguardado, salvaguardado porque ninguém ficará a saber como e em quem votou, se o fez apenas em sinal de protesto ou indignação e seja ou não pelo sistema, já que o sufrágio é secreto, exercido no silêncio e na privacidade da própria eleitora ou eleitor com a sua exclusiva consciência;
4 - Aquele dos eleitores que não exerce o seu dever perde, em consciência, eticamente, toda a autoridade e o direito a criticar ou dizer mal do que quer que seja já que, pela omissão, prescindiu do voto, arma indeclinável da cidadania sem a qual, o que quer que venha a dizer de bem ou de mal no futuro não tem qualquer coerência ou plausibilidade;
5 - Finalmente:
Não me venham dizer que ao estar a apelar ao voto, estatisticamente, favoreço a A ou a Z porque eu não embarco nesse ou em qualquer outro tipo de chantagem eleitoralista tão comum.
Eu parto do princípio nada ingénuo (!) de que a Cidadã ou o Cidadão são maiores e de que, naquele momento único e privado em que exercem esse seu direito e que é também um dever, eles o farão, portanto, em Sua inteira consciência.
Não tenho o direito de me achar politicamente consciente e ao meu Par, ao meu próximo, menorizá-lo.
O voto, mais do que confessional, sendo universal também é secreto, ou seja, é com cada qual!
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Setembro de 2009

15 comentários:

manuela baptista disse...

Estamos cívicos!

No entanto, não sei...

Não encontrei um candidato:

com uma flor junto ao peito
uma cara de alegria
que prometesse que abria
as portas e janelas
em corrente de ar fresco
que libertasse as ideias
dançasse de sapatilhas
vermelhas
risse das suas asneiras
e nos fizesse sentir
que o futuro não é nunca aquilo que já passou

Assim, embalada por Mozart e John Eliot Gardiner (e se as missas fossem todas como esta?!!)

tentarei desestabilizar um pouco as mesas de voto,
as beatas finas do Estoril e quem comigo se cruzar,
tudo na maior contenção e confessionabilidade (?)e quiçá,secretismo e fazer uma omolete com os ovos que tenho!

Manuela Baptista

Alegria Joie Joy disse...

Devia ter colocado uma seta e...

VOTE NO JAIME.

Beijos

Renata

P.S Manuela precisa de teu voto faça uma aliança com caldo verde.

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA VASCONCELLOS


Minha Querida Amiga,

Bem se vê que não é de cá mas sim do Brasil porque se estivesse minimamente familiarizada com a nossa política doméstica, neste dia de reflexão e em que, por isso, é proibida qualquer campanha eleitoral não se atreveria a usar um Post Scriptum cuja sigla se confunde com a de um dos partidos concorrentes ao Parlamento!

Posta esta ressalva, não Lhe levo a mal nem a minha Amiga deverá ficar atrapalhada já que e posta a seta que, ela também, se confunde com o símbolo de outro partido concorrente (!), sei que já ganhei uma adepta.

Subsiste, no entanto, um problema:

Eu não sou candidato!

Um alegre e reconhecido voto de amizade, Seu


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Setembro de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Temos que resolver rapidamente este problema do caldo verde que obceca a nossa amiga Renata!

E foste tu, como se não chegasse, escrever sobre omeletes!!

Qualquer dia temos a Renata a exigir o cardápio completo!!!


Minha Querida,

Aconselho-te enorme contenção nas palavras ou ela ainda se mete no avião e nos vem, de prato e tudo, plantar à porta e mais, de copo na mão e para cúmulo, exigir uma limonada ...


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Setembro de 2009

Linda Simões disse...

...

Que a DEMOCRACIA seja FATO
Não reine a HIPOCRISIA
Que os políticos sejam SENSATOS
Sem dar asas à UTOPIA!


...


LIBERDADE!


...

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Ah Querida Linda,

Uma pontinha de utopia também, sem a tomar pela realidade, mas uma pontinha tão só é o ingrediente que à política corrente a vai colocando em défice crescente!

DEMOCRACIA e LIBERDADE que pressupõem a sensatez e sem hipocrisia, concerteza, brindo Consigo!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Setembro de 2009

manuela baptista disse...

Que emoção!!

Já que é proibido, faço então um comício.

Votar no Jaime ou nos verdes?
Com caldos ou com ovos?
Eu voto na UTOPIA...

but

Cry Freedom!

Eu hoje estou cinéfila!!

Manuela Baptista

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Não entornes o caldo que me deixas v ...!

Tu, ao menos, tinhas a obrigação de saber que as cores, essas, se confundem irremediavelmente com cores políticas todas elas proibidas de subliminarmente serem trazidas à tona neste dia de reflexão e silenciamento político!

Ou fui eu que falei em verde!?

Pois fui mas aí apenas me referia indirecta e codificadamente à previsível derrota, ao encharque, ao caldanso do Sporting frente aos azuis do Porto!

Uf, safei-me!

( Vamos lá a ver se esta palavra mágica fará a Nini acordar da sua profunda letargia! )


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Setembro de 2009

manuela baptista disse...

Mas então,

não deveríamos estar aqui a falar da influência de Velasquez na...?

Fiquem bem

Manuela Baptista

Brancamar disse...

Ai, Jaime,

Jà chego aqui tão tarde, mas sou do seu "partido", o da não abstenção, por isso venho só aplaudir tudo o que disse e deixar um beijinho.
Branca

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Velasquez como qualquer grande mestre da pintura usava a paleta de cores com tal genialidade que onde estava uma, uma das cores, todas as outras se subentendiam!

E eis que em poucas palavras mais do que o que foi dito no programa televisivo e de afiar a faca Eixo do Mal, sobre a importância de Velasquez na Contemporaniedade e com o teu empurrão, o disse!

Obrigado!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

BRANCAMAR


Minha Querida,

Obrigado pelos Seus aplausos!

Sabia que o Presidente da República também pertence ao nosso partido!?

O Presidente e, em geral, os políticos também ...!?

E os comentadores do Eixo do Mal que passam a vida a desancar nos políticos mas, depois, chegada a hora, olham para Velasquez, fecham os olhos e depositam o voto na urna!?

E, e, e ...!?

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2009

Alegria Joie Joy disse...

Bom dia Jaime.

Vejo que brinquei com algo que para você tem importância e ainda te digo deveriam todos ser assim. Levo este assunto no deboche por que no Brasil a política é democrática e esculhambada, onde representantes se agridem com palavras de baixo calão, que não ousaria repetir. Morrem doentes na fila de hospitais públicos, abafam os escândalos de corrupção no partido que se intitula (partido do trabalhador), existiram nos anos de repressão, em minha família alguns foram detidos e fichados, por sorte não morreram. Desculpa pela brincadeira não quis te ofender. Mas deixei de acreditar a muitos anos em política e em políticos.

Renata Vasconcellos.

P.S Sim um dia apareço, mas com flores e um convite para jantarmos.Eu você e a doce Manuela.

Beijo

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA VASCONCELLOS


Oh minha Querida,

O que Lhe disse foi por saber que as regras de uma campanha eleitoral não são iguais no Brasil ou entre nós o que não impede de entre nós também, a política se encontrar desacreditada!

Depois, como poderia a minha Amiga saber que a sigla ou o símbolo se poderiam confundir ou identificar com forças políticas concorrentes ao acto ou que entre nós entre sexta-feira e o fecho das urnas deixa de se poder fazer qualquer campanha ...!?


Querida Renata,

Como Lhe poderia levar a mal o que quer que fosse, para mais com essa bela intenção de nos aparecer à porta com flores e um convite para jantar!?

É já nossa convidada e, quanto à flor, aceite-a sem a ver e imaginando-a como aquela de que gosta mais!

Um grande beijinho,


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 27 de Setembro de 2009

Anónimo disse...

Inhibit Our Woeful Prices at www.Pharmashack.com, The Best [b][url=http://www.pharmashack.com]Online Dispensary [/url][/b] To [url=http://www.pharmashack.com]Buy Viagra[/url] Online ! You Can also Meet with Greater Deals When You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/cialis.html]Buy Cialis[/url] and When You You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/levitra.html]Buy Levitra[/url] Online. We Also Entertain a Censorious Generic [url=http://www.pharmashack.com/en/item/phentermine.html]Phentermine[/url] As a upkeep to Your Nutriment ! We Up Maker docket [url=http://www.pharmashack.com/en/item/viagra.html]Viagra[/url] and Also [url=http://www.pharmashack.com/en/item/generic_viagra.html]Generic Viagra[/url] !