quinta-feira, 17 de setembro de 2009

HÁ SEMPRE OUTRO LADO

Tome-se a série ou trilogia Educação em Ruptura e a legenda da ilustração comum aos três textos que a integram, de cavalo para burro, e uma vez concluída e dando-me por satisfeito com os seus conteúdos, ficou-me, no entanto, qualquer coisa a percutir e que, logo depois, me obrigou ao poema De Burro para Cavalo ...
... há sempre outro lado!
Outro lado, perspectiva, angular que nos obriga sempre e mais ao desenrolar da meada que não se esgota e, pelo menos a mim, sempre me desafia.
Se de cavalo para burro tem, tradicionalmente e na utilização dos conceitos cavalo e burro, uma indesmentível carga que ao cavalo o valoriza como ao burro o desvaloriza, ficou um amargo de boca que me levou a perguntar a mim mesmo, mas então, que tens tu em desfavor do burro que ao cavalo o valoriza!?
E assim, logo me senti compelido e pese embora a imagem que emerge da alegoria quase não necessitar de explicação, a repor a justiça ou, como o disse minha mulher, fazer justiça ao burro dando-lhe o seu devido lugar!
Verdade se diga que pela antinomia que os conceitos sempre encerram, difícil se torna progredir na reflexão que não seja por partes ou, se quisermos, por aos poucos ir limando as arestas ambíguas dos próprios, que sempre se encontram e salvaguardando, se possível, a integridade das eventuais perspectivas que encerram no desfazer das ambiguidades que possam surgir.
Então o burro é menos do que o cavalo!?
Estarei a sugerir e ainda que subliminarmente, alguma superioridade rácica específica!?
Terei alguma coisa contra o burro!?
Será ele menos do que um cavalo!?
Há sempre outro lado!
E é nessa busca, na busca do lado que o lado sempre sombreia, que o pensamento avança e os equívocos, eventualmente, se desfazem.
Daí, também, a importância do contraditório a que tantas vezes faço alusão, da argumentação contrária que aos equívocos os ajude a desfazer e sem a qual, por vezes, a própria argumentação neles se enreda no que, afinal, se pretendia resolver!
Há sempre outro lado ...
E nessa insofismável verdade multilateral, caleidoscópica que nunca se esgota num só lado, numa parte, a realidade se impõe em toda a sua plena, exuberante, sempre inultrapassável pujança.
Mais do que com palavras, talvez com a música dela melhor nos aproximemos ...
Há sempre outro lado!
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Setembro de 2009

16 comentários:

manuela baptista disse...

o outro lado dos plátanos
aquele onde sopra vento
e as folhas revelam
o seu último voo
pautado
planado
enamorado
de uma voz de Outono

Aqui chegados, o burro, o cavalo (e a zebra?) e os que são uma coisa e a outra, enxotam as moscas com as caudas e relincham.

Manuela Baptista

Linda Simões disse...

...E relincham.E se fazem ouvir...


...


Beijinhos

Linda Simões disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Linda Simões disse...

Comentário repetido...rsrsr


Volto já aqui,não terminei...


Beijinhos

Jaime Latino Ferreira disse...

ESCLARECIMENTO


Abrindo esta caixa de comentários, constato com certa perplexidade ter sido eliminado o comentário anterior nos termos nele referidos, isto é, que a mensagem foi removida pelo autor.

Embora eu, na minha grande ignorância destas coisas o não soubesse, autor, aqui, reporta-se a quem à mensagem a escreveu e não a mim, autor do blogue.

Que fique claro, por mais inconveniente ou incómodo que fosse um comentário que me enviassem, eu nunca o eliminaria e far-lhe-ía frente com toda o brio e garbosidade.

Repito, eu não sabia que uma mensagem que quisesse publicar, acto contínuo a poderia, eu próprio, autor da mesma, eliminar.


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Setembro de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA E MANUELA


Concumitantemente, relincho também:

In-on,in-on,in-on!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Setembro de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Vá, querida Amiga, continue!

Sabe que publiquei o comentário anterior praticamente em simultâneo com o Seu!?

Aproveite que estamos em linha!

O quê, o comentário eliminado era Seu!???


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Setembro de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Alô, alô, Linda ...j'écoute ... alô, alô ...!

( Volto mais tarde porque a linha caiu )


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Setembro de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

AOS MEUS LEITORES E COMENTADORES


Venho uma vez mais ter convosco para Vos informar que hoje não poderei mais aqui voltar já que vou, como minha mulher, estar ausente e impossibilitado de Vos corresponder:

Realiza-se, como é hábito, mais uma sessão mensal de Noites com Poemas/ Noite com Poetas que terá lugar pelas 21.30 na Biblioteca Municipal de Cascais em S.Domingos de Rana e que o meu amigo Jorge Castro (ORCA) organiza conforme vem anunciado no seu blogue Sete Mares, na sua última página.

Como diria a minha Amiga Ana Cristina, patrão fora, dia santo na loja, pelo que esta é uma excelente oportunidade que tendes de aproveitar a minha ausência para encharcardes este espaço com a Vossa sempre agradável e apetecível criatividade.

Aproveitai pois!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 17 de Setembro de 2009

manuela baptista disse...

Mas se há publicidade para os Poetas, também tem de haver para os Pintores!

Amanhã inaugura-se em Cascais, "A Casa das Histórias" museu com as obras de Paula Rego.
Não acho muito bem terem-se inspirado em mim, mas como é a Paula Rego, vá lá...

Fiquem bem

Manuela Baptista

Filomena disse...

Meninos!

Não, não me vou aproveitar e tomar de assalto este blogue!!!!

Até me vou portar bem!

Jaime,

Seu malandro! Claro que são tácticas!
E de Raposa!
O Jaime é que me conhece!!!!


Vá lá, vão divirtam-se e depois contem tudo.

Beijíssimos
Muitíssimos


Filomena

Linda Simões disse...

Jaime,

o comentário era meu,postei duas vezes o mesmo comentário rsrsrs
E não caiu a linha,tive que sair para trabalhar...

E adorei o seu relinchar!Muito realista! rsrsrs

E vou trabalhar novamente,mas volto aqui pra terminar...rsrsrs

Manuela,

boa noite de poemas!


Beijinhos aos dois

Ana Cristina disse...

Amanhã estarei na "Casa das Histórias" ;)

Beijinhos.
Ana Cristina

Jaime Latino Ferreira disse...

A TODOS


Chegámos e não resisti a ver o que poderia ter acontecido na ausência do patrão ...

Agora já tenho duas que se riem com rsrs, por isso já nem sei como me ria, subentendam!


Filomena

Ah pois são, são tácticas e com a mania estratégica de tomar a árvore pela floresta, o que acontece é que nem se atinge a floresta e a árvore escapa-nos entre os dedos!

Por isso é que a minha Amiga tem por aí a Aventura dos Sete ...

Bravo!


Linda Simões

Eu bem sei que existe uma diferença horária significativa entre o Brasil e Portugal mas daí a deixar-me pendurado à espera de a ouvir ...

Nem sabe o que relinchei!

Ainda bem que se acusou de ter eliminado o comentário e, já agora, como é que isso se faz!?


Ana Cristina

Vem até cá!?

Então diga qualquer coisa a ver se no Sábado, amanhã temos o dia ocupado com o nosso sobrinho, nos poderíamos encontrar, por exemplo, na Garrett, que tal!?


Manuela

A Paula Rego, por uma dupla razão, por ser a pintora que é e nossa vizinha da mesma rua, está sempre desculpada!

Beijinhos a todas e boa noite que as poesias já nos deram um forte arrombo


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Setembro de 2009

Linda Simões disse...

...A diferença pode estar na postura,nas idéias,na concepção de mundo,na persistencia em mudar de status,numa infinidade de coisas...Mas que há grande diferença do burro para cavalo...

rsrsrs

Já terminei,esqueci o que ia postar,ontem...rsrsrs

Sim,para apagar o comentário,tem uma caixinha de lixo,abaixo do mesmo...


Beijinhos

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Querida Amiga,

Mas que burro eu sou ... e apaga mesmo!?

Obrigado e beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Setembro de 2009