sábado, 6 de junho de 2009

AS PALAVRAS

As palavras são para serem dissecadas, interpretadas.
Quem não quer, desse modo, ser interpretado, não se exprime, não fala, não escreve.
As palavras, para além de serem um dom em si mesmas, permitem que sejamos, através delas, dissecados sem o sermos, sem que, intrusivamente, nos violem a nossa intimidade, a nossa privacidade e desde, só desde que ao seu uso nos disponhamos.
As palavras não são inócuas e ai de quem pense que o são!
As palavras não são, também, simples retórica!
Através da poética, as palavras também só se realizam se não forem meras figuras de estilo!
Tal como as palavras, também a música, as artes, não são meras figuras de estilo ...
Todas elas nos mostram, dizem, cantam e gritam o que vem do fundo, do fundo de nós mesmos na tentativa de identificação, osmose, comunhão com o Outro!
De mil e uma maneiras ...!
E é na sublimação, por mil e uma maneiras, que se dão palavra, arte, a vida e se estampam para quem as queira ver, expostas e nuas e por muito que elas se encubram.
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Junho de 2009

14 comentários:

manuela baptista disse...

As palavras são veleiros
que fazem escala em cada porto
são linhas de água corrente
que ligam margens e fontes
são ramos de uma árvore
carregada de seiva
são aves de rapina
rapinando incautos
juntam e separam amantes
consertam e desconsertam tempos
Modeto polifónico
copiando ventos

Manuela Baptista

Ana Cristina disse...

A meio da manhã, no passeio com o Alex, passei em frente do Museu Teixeira Lopes onde vi anunciada uma exposição de Jorge Ferreira com o título "Discursos sem histórias...".

No dia das primeiras das 3 eleições que se realizam este ano, há palavras que dizem tudo mesmo que escassas.

Por coincidência quando abri o portátil e espreitei a página do Jaime,"voilá" nem de propósito ;)

Beijinhos da
Ana Cristina

jaime latino ferreira disse...

MINHAS QUERIDAS


Ana e Manuela,

Sede bem vindas
Que Vossas palavras
Retintas
Tintam mais que simples lavras
São como pão
Sem senão


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Junho de 2009

Filomena disse...

Bom Dia!

As palavras são como cristal, límpidas e frágeis

As palavras são como a lava incandescente dos vulcões

As palavras podem nascer das cinzas, das águas e do perfume das flores.

São as palavras.


Bom domingo e beijinhos


Filomena

jaime latino ferreira disse...

FILOMENA


Minha Querida,

Muito bem!

Beijinhos,


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Junho de 2009

jaime latino ferreira disse...

DOMINGO


Hoje declarei a mim mesmo que é Domingo e como tal, não publicarei novas páginas.

Três num só dia como ontem aconteceu foi um record que me murmura que trave, pelo menos por hoje.

Tenho outros bons motivos para o declarar:

É noite de eleições e tenciono, por isso, seguir as contagens e comentários pela televisão, embasbacado e a comer chocolate!

Voltarei aqui de quando em vez e apenas, apenas já não é pouco (!), para corresponder às atenções que por aqui se forem publicando.

Sempre ao Vosso dispôr,


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Junho de 2009

manuela baptista disse...

As promessas são para cumprir!
As de comer chocolate e as de não publicar mais nadinha hoje. Permitam-me acreditar piamente na primeira e duvidar da segunda.
Logo se verá.

Beijinhos às minhas amigas Tertulianas e até logo.

Manuela Baptista

Ana Cristina disse...

"É de realçar a crise da hotelaria ao vermos o Hotel Altis vazio!"

Ricardo Araújo Pereira-SIC

Destaco que o Jaime é um "cumpridor de promessas" ;)
A Manuela amanhã tem de ir abastecer a despensa de chocolates.
Nós esperamos pelas páginas no blog.

Façam o favor de terem uma boa noite eleitoral e guardem forças para os próximos desafios.

O nosso David hoje estaria contente*

1 abraço.
Nini

jaime latino ferreira disse...

CUMPRIDOR DE PROMESSAS


Ana Cristina,

Obrigado por interceder a meu favor e já que a Manuela, tendo razão quanto ao chocolate também a tem porque, pelo menos aqui, à caixa de reflexões, não resisti vir publicar mais umas pinceladas!


Manuela,

Se tens razão por aqui estar a responder-te não vou, porém, publicar hoje uma página nova!

E amanhã, não antes da tardinha pensarei nisso ...

Se houve uma altura em que uma publicação diária já me estava a parecer uma vertigem, ultimamente nem sei que diga!

Impunha-se quebrar o ritmo para de novo, depois, o voltar a diversificar ...


Ó Ana Cristina,

Então hoje, o David, estaria contente!?

Fico mortinho de saber porquê!?


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Junho de 2009

manuela baptista disse...

Jaime e Ana Cristina,

nas próximas eleições votarei em quem iniciar desde já, uma campanha pelo chocolate!
Assim esgotaremos vários hotéis.

Até às páginas seguintes,

abraços

Manuela Baptista

jaime latino ferreira disse...

ANA CRISTINA


Querida Amiga,

Desculpe-me lá aquele mortinho de gosto duvidoso, pelo menos susceptível de ser tomado pessoalmente pelo David que não hesitaria, estou certo, em virar-se para mim tamborilando os dedos ameaçador, como quem diz:

- Mas o que é que o tio tem a ver com isso, o voto é secreto, sabia!?

E depois, acrescentando, diria ainda:

- É como no Arrábida shopping onde os finaços, como tias e tios percebe da linha do Estoril, julgando-se anónimos, passeiam publicamente incógnitos, há lá tantos (!), as suas diatribes!


Manuela,

( A relação entre a hotelaria e o chocolate )

Vamos lá a ver se te percebi:

Se, diz o Ricardo Araújo pela mão da Nini, é de realçar a crise da hotelaria perante o esvaziamento do Hotel Altis então a campanha pelo chocolate, na proporção inversa resolveria a crise ...!?

Será que ainda não percebeste que se o chocolate ganhasse, seria de imediato papado, todo papadinho antes de haver tempo de ocupar os hotéis!?

Esgotaríamos era a capacidade calórica tornando-nos todos diabéticos!

Para timburtiana, timburtiano e meio!!!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 8 de Junho de 2009

manuela baptista disse...

O Chocolate ao Poder

O chocolate cativa e deixa-se cativar,
é doce e transmite doçura
é moldável,
no estado sólido transforma-se em quadradidos de praliné,
em coelhinhos da Páscoa,
em sombrinhas de senhora,
em politicamente incorrectos cigarrinhos de brincar.
No estado liquido consola e aquece entardeceres de Inverno, ou desaba escaldante em nata gelada.
Quando não se define, veste-se de gelado Santini e de bolo cremoso.

Dizem que, tal como a política, é viciante e em demasia faz dor de barriga aos meninos gulosos. Também pode ser encontrado na floresta, feito casinha de uma bruxa má...

Filomena,

como boa apreciadora de chocolate, agradecia que viesse em meu auxílio nesta minha demanda em comprovar que esta gulodice encheria hotéis!

Abraços e bom dia,

Manuela Baptista

Ana Cristina disse...

Manuela

Não sou a Filomena mas venho em seu auxílio ;)

Diz-se que o chocolate tem serotonina!

A serotonina é uma substância neurotransmissora, isto é, que leva sinais químicos de uma estrutura nervosa para outra, e que é responsável, entre outras funções pela sensação de bem-estar e da saciedade.

Uma das grandes razões que fazem o chocolate ser tão consumido, é que ele, entre outras coisas aumenta a produção de serotonina, é uma substância do cérebro ligada à sensação de prazer e, com isso, alivia a depressão e a ansiedade.

Além de elevar os níveis de serotonina, as calorias elevam os teores de endorfinas, o que explica a tal sensação de prazer citada por absolutamente todos os consumidores de chocolate.

A serotonina acalma e as endorfinas melhoram o humor. Outros tipos de doce, segundo as pessoas que devoram chocolate, não oferecem o mesmo tipo de “alívio”.

Podemos dizer que a baixa auto-estima está na raiz da maioria dos problemas emocionais que atinge os seres humanos.

As pessoas, sem exceção, precisam para ter prazer em viver, de se sentir amadas, aceites e valorizadas como são.

Depois desta explicação, puxem pela imaginação e não tarda estão a fazer reserva no Altis, rsrsrsrsr!!!!!


Jaime,

O Davidocas estaria feliz,ponto final.

Beijinhos aos dois.
Ana Cristina

manuela baptista disse...

Obrigada, Ana Cristina pela sua ajuda!

Agora andamos para lá e para cá com a questão do bom senso, por isso voltaremos a falar mais à frente não vá o voto saltar da caixinha!

Um abraço cheio de serotonina

Manuela Baptista