sábado, 6 de junho de 2009

LÁGRIMAS

Nobre México
Formoso Estado de Sonora
Cidade de Hermosillo
-
Canto este som
Arrancado a uma prece
Silêncio que às crianças as guarda
Em meu peito
Acarinhadas
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Junho de 2009
Hermosillo

4 comentários:

manuela baptista disse...

O Fogo do Inferno

"Como o acesso pelas portas principais do estabelecimento estava bloqueado, vizinhos tiveram que lançar os seus próprios carros contra as paredes"(de sapo notícias)

Onde é que já ouvimos esta história?

Quando não se respeitam as normas de segurança, são sempre os mais fracos e indefesos que pagam a factura.

Muitas vezes perguntei a mim própria, porque é que em certos países onde a corrupção tem lugar marcado, as instituições dos meninos pobres têm sempre cimento a menos e areia a mais, ou ardem como palha.

Triste história.

Manuela Baptista

Filomena disse...

*******************************



Filomena

Ana Cristina disse...

O inferno da vida de quem já nasce em areia e palha.

Será que alguém verdadeiramente se importa?

jaime latino ferreira disse...

ANA CRISTINA


A minha Querida Amiga, a Filomena, a Manuela e eu já nos importamos.

Logo aqui somos quatro e muitos mais haverá que, mantendo-se em silêncio, se importam e se sentem incomodados!

Porque o silêncio é de uma ambiguidade extrema ao suscitar todas as possíveis interpretações nelas incluída a indiferença, foi por isso que me decidi a não deixar passar em branco esta catástrofe e a associar-me, solidário, com os que, não tendo voz, dela foram vítimas directas ou indirectas.

Já somos quatro a importarmo-nos e muitos mais os há, tenho a certeza!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 6 de Junho de 2009