quarta-feira, 10 de junho de 2009

OBSCENO SERIA

http://www.youtube.com/watch?v=A9euNPCU-9s
-
Seria obsceno
se por se estar deprimido se achasse
que os outros
devessem ser sufocados
esmagados pela nossa própria depressão
-
Seria obsceno
se por se estar escudado em capelinhas
consideradas em sentido literal e figurado
se obstruísse o caminho ao outro
e sobretudo se por mérito próprio
outra maior e universal ele a merecesse
-
Seria obsceno
se se escamoteasse ou obliterasse o mérito alheio
sobretudo quando
exposto
pode ser facilmente comprovado
-
Seria obsceno
se de uma palavra dita
se pensasse ser possível questionar toda uma Obra
construída a pulso e no tempo
no silêncio que sendo cúmplice
consente
-
Seria obsceno
sugerir-se que o pão é tudo o que importa na vida
-
Seria obsceno
insinuar-se ser possível viver só de palavras
da palavra
-
Seria obsceno
não se admitir ser a palavra o pão espiritual sem o qual
não nos distinguiríamos dos restantes seres vivos
habitantes deste jardim
e nossos companheiros indissociáveis de percurso
-
Seria obsceno
não se considerar ser a Língua Portuguesa
e logo neste dia de Camões e das Comunidades
no conjunto da Comunidade dos Povos
a nossa verdadeira pátria
o nosso bem comum mais precioso
causa pública incontornável
potencial construtora de amenos jardins
harmónicos
deliciosos
confluindo juntamente com a Comunidade Universal das Línguas
em si mesmas e todas
quais janelas de oportunidade
abertas ao paradisíaco
sem o qual não há futuro
-
Obsceno seria
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 10 de Junho de 2009

4 comentários:

manuela baptista disse...

A Provável Obscenidade

Seria obsceno sim, mas com estas músicas recusamo-nos a entrar no Inferno de Dante com os seus círculos de sofrimento.

Manuela Baptista

Filomena disse...

Amigos!

Obsceno seria não dizer que fiquei encantada com mais uma história da Manuela,

Obsceno seria não vos vir dizer que gosto do meu País, pequenino em muitas coisas, pobrezinho em muitos aspectos, mas que é o Meu País e de outro não quereria ser.
Não é bairrismo é mesmo orgulho que querem!
e

Beijinhos e muitos

Filomena

manuela baptista disse...

Filomena,

Em tempo de Santo António e morando nós na sua paróquia, um pouco de bairrismo só nos fica bem e quanto ao gostar deste país, estamos todos de acordo.
Quanto ao resto o Jaime explicar-lhe-á melhor do que eu.

Fico contente por ter gostado da minha história.

Beijinhos

Manuela Baptista

jaime latino ferreira disse...

EXPLICAÇÃO


Estamos todos de acordo, também eu gosto do meu país, quem não gosta da terra onde nasceu (!?), mas gosto por demais e a essa entendo como a minha pátria, da Língua Portuguesa.

Foi nela que se fez a minha lavra e é nela que circulo de olhos fechados conhecendo-lhe, mais e mais, cada um dos seus recantos.

É nela, na palavra que me aconchego e exponho, alimento a minha alma, crio e rejuvenesço todos os dias.

É nela que se dizem e escrevem coisas como em mais nenhuma língua ...

É nela que comunico com o Mundo!

Mas seria obsceno e afirmo-o com toda a autoridade que o uso da palavra me faculta, seria obsceno se se pensasse podermos sobreviver apenas com a palavra ...!

É comum dizer-se que nem só de pão vive o homem mas com a autoridade de quem dá soberania à palavra afirmo, grito e desafio a obscenidade que nem só de palavra vive o homem!

E quem, entre os homens, meus pares e meus iguais me poderá a mim negar ou duvidar do que acabei de escrever!?

Só em exercício de retórica ao qual eu não me dedico!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 10 de Junho de 2009