sexta-feira, 12 de junho de 2009

HARMÓNICO

http://www.youtube.com/watch?v=OuElzSbuc04
-
Poema harmónico
seria aquele em que
as suas diversas linhas
versos
se pudessem sobrepor
em simultâneo como na música
onde o desenho sonoro de um instrumento
com o de outro se conjuga
digital
tal como dedos que tamborilam
dedilhando nas cordas um perfil
-
Consonante ou dissonante
instantâneo suspiro
inspiração e expiração simultâneas
monossilábico
o harmónico poema
acordar-nos-ia numa fracção intemporal
reconfortante
luminosa
vibrante
irradiante
como as notas simultâneas de um acorde
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 12 de Junho de 2009

3 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

UM ENCONTRO


Um encontro, hoje de manhã, na Garrett do Estoril, com duas jovens americanas de férias entre nós fez-me, inesperadamente, publicar a página que a esta se segue e que se chama TO BE.

Sentadas numa mesa ao lado da nossa, não evitei ouvir uma delas dizer à amiga I'm afraid ...

Escrevi o poema no meu bloco de notas e, pedindo-lhes desculpa, a elas o mostrei.

Anunciei-lhes também que o iria publicar no meu blogue e, feitas as apresentações e pedindo-me elas o seu endereço prometi-lhes que, à tarde, o editaria.

E assim o fiz!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 12 de Junho de 2009

Filomena disse...

Jaime,

Peço imensa desculpa pela intromissão...mas hoje sinto-me assim...muito em harmonia com o mundo e sem medo de NADA.

Um beijinho


Filomena

jaime latino ferreira disse...

FILOMENA


Pedir desculpas de quê ...!?

Intrometa-se!

Folgo em sabê-La nesse estado de espírito mas, por paradoxal que pareça, a harmonia implica sempre uma tensão onde a componente do medo está presente, o nada também.

Isto se a queremos conservar, à harmonia, para lá do instante que passa.

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 12 de Junho de 2009