quarta-feira, 20 de maio de 2009

ELO PERDIDO

http://www.youtube.com/watch?v=bD1zZo_DR4s
-
O elo perdido
na nossa vida
é também aquele que nos catapulta
para a idade da razão
que adormece ou não e quando não
resolvido
faz dela a sua força maior
-
Refiro-me ao fio quebrado
esse elo
que menosprezado
é
normalmente
tratado com condescendência
obliterado
-
É fio de voz
Som de flauta
Pan hipnótico
Pauta
Que à infância
Enfeitiça
E a divorcia
Da liça
-
-
( A propósito do suposto elo perdido de ligação entre o Homo Erectus e o Homem Moderno, cuja descoberta a Google hoje celebra. )
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Maio de 2009

6 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

FIO CONDUTOR


O Flautista de Hamlin, com a sua flauta, enfeitiçou as crianças e levou-as da cidade;

Syrinx era uma ninfa seguidora de Artemis, conhecida pela sua castidade. Perseguida pelo deus grego Pan foi transformada numa flauta, a flauta de Pan, ao tempo também conhecida pelo seu nome;

A flauta doce ou flauta de bisel soprano é o instrumento do primeiro tema aqui ouvido por contraste com a flauta transversal;

Quanto a Miss Piggy, escusadas as apresentações, remete-nos para o onírico de um tempo reinventado que foi e continua a ser o nosso, reconciliado com a infância.


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Maio de 2009

Roberto Ney disse...

Rimas sempre tão acertadas e palavras sempre tão pertinentes...
Passei aqui para informar-te sobre o novo espaço chamado "biografias horizontais", criado para discutir assuntos relevantes sobre o sexo e temas afins. Conto com a sua participação.
Grande abraço!
http://biografiashorizontais.blogspot.com/

jaime latino ferreira disse...

ROBERTO NEY


Fui ao seu espaço e nele tentei introduzir um comentário que, para minha grande pena (!), se apagou!

O mesmo já tinha acontecido no Seu outro blogue e por isso, por haver qualquer coisa que me escapa e que me impede de interagir nos Seus blogues, resta-me tentar escrever aqui e outra vez, o que neles quiz introduzir.

Vamos lá a ver:

O sexo está na cabeça, ela contém ambos, e é nela que ele se resolve.

Resolve no sentido de se realizar!

O sexo não é simples morfologia!

Ele é um composto complexo feito do genético e do adquirido, do cultural, sendo que as fronteiras entre uma e outra coisa não são estáticas mas movediças, variam com o espaço e com o tempo, de pessoa para pessoa e de idade para idade.

O sexo não é apenas um meio, factor de reprodução estritamente falando.

O sexo também não é simples mecânica nem atributo exclusivo de apêndices, envolve, eventualmente (!) o Outro e no outro ele é tão complexo como em mim mesmo também.

Em cada um de nós e independentemente do seu sexo, na cabeça está o feminino como o masculino e necessariamente também o neutro, essa capacidade que temos de nos distanciarmos, de tentar ver de fora essa interacção que no Outro e em mim próprio se realiza e que, portanto, ao Outro e a mim mesmo tem de ter em consideração como indivíduos e não instrumentos que, de facto, sublinho, não somos.

Falo do respeito pelo Outro na sua integralidade o que pressupõe o respeito pela Pessoa Humana nos seus direitos em interacção com os meus e os deveres que nela, nessa interacção ao Outro e a mim próprio nos obrigam.

O resto é espuma dos dias, preconceitualidade que apenas ofusca e bloqueia a reflexão livre e empenhada, porque só pode é sê-la (!), séria sobre o assunto.

Mas, aquilo que o sexo é e nestes pressupostos que considero incontornáveis, o sexo já não é pouco.

Ai não é não!

Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Maio de 2009

Filomena disse...

Jaime, Bom dia!

Como sempre as imagens, a flauta deste peruano( que não conhecia e lá fui eu indagar!) e os mupets!!!

Que gargalhadas dávamos com aquela paixão completamente incorrespondida desta Porquinha loura e que ficou famosa por esse sapinho completamente aterrorizado por tanto amor e "francesismos e cultura" desta Barbie rechonchuda...

E o cozinheiro sueco? e o urso fozzy( é assim que se escreve?) e aquelas conversas de dança e aqueles espectadores corrosivos?

AH! Só mesmo o Jaime!


BEIJOS E BEIJOS E BEIJOS


PRÁ A MENINA E PRÓ MENINO


Filomena

Jaime Latino Ferreira disse...

FILOMENA


... e BEIJOS!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 21 de Maio de 2009

manuela baptista disse...

Saudades dos Marretas

Jean Pierre Rampal teve muita sorte neste concerto!
Miss Piggy estava nos seus piores dias, porque nos melhores ter-lhe-ia dado uma murraça que lhe partia a flauta...

Tenho saudades deste elo perdido.

Manuela Baptista