terça-feira, 11 de agosto de 2009

Aung San Suu Kyi

Vejo-a mulher que ri
feminina
forte em si
não se demove ao ser
subjugada por querer
-
Vejo-a pomba da Paz
resistente
ao que se faz
mais forte do que o poder
que a todos esmaga a sofrer
-
Vejo-a em sua casa
voadora
é uma asa
estóica pois que o seu crer
na Liberdade é vencer
-
Vejo-a vencer a desdita
de todo um povo
que incita
pois o que sabe o saber
é mais forte que morrer
-
A Aung San Suu Kyi, Prémio Nobel da Paz e uma vez mais condenada pela ditadura militar de Myanmar
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Agosto de 2009

5 comentários:

Filomena disse...

Linda reflexão Jaime!
Mais uma vez a injustiça dos homens se faz sentir.

Beijo


Filomena

manuela baptista disse...

CARRASCOS

Condenada por ter recebido em sua casa um cidadão americano, que por sua vez também terá de cumprir 4 anos de trabalhos forçados.

E as penas foram reduzidas! O que só prova a boa vontade e a complacência do tribunal de Rangum e da ditadura militar de Myanmar...
Nós é que não percebemos nada, mas imaginamos que perdoem aos assassinos, aos ladrões e aos pedófilos.

E era ela que deveria dirigir o país, pois foi democraticamente eleita.

É preciso fazer ouvir estas vozes, tal como um violino no telhado.

Manuela Baptista

manuela baptista disse...

É (mais) uma vez da minha vista, ou a Filomena parece outra?

MB

Filomena disse...

RSRSRS.
É do calor

jaime latino ferreira disse...

FILOMENA E MANUELA


Podia cair o Carmo e a Trindade que ambas continuariam num código cerrado de fotografias e perfis, num serra serra imperturbável de Havaianas e calçõezinhos e vá-se lá a saber que mais!

Bem hajam


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Agosto de 2009