domingo, 2 de agosto de 2009

SOSSEGO

http://www.youtube.com/watch?v=oFQA11j39EI
-
Invade-me um sossego manso ledo
ao ver-te prosseguir por tuas mãos
neste que é tão estranho folguedo
e que mesmo se querendo não vê os vãos
-
Por onde te aventuras sem ter medo
e a quem te escutará ou aos seus nãos
ouvindo apenas ecos a que eu cedo
e a que tu responderás com a razão
-
Segue teu caminho gera tensão
que sabes tu criar um forte enredo
nesta que é esfera de criação
-
Segue pois então pela vereda
onde sempre e mais com o coração
te mostrarei em pano de fina seda
-
( por ocasião da criação do blogue de minha mulher cujo endereço segue abaixo )
-
-
Jaime Latino Ferreira
Estoril, 2 de Agosto de 2009

4 comentários:

manuela baptista disse...

Jaime,

Muito obrigada pelo lindo soneto!

Mas não penses que te desamparo a loja, as minhas SEM PÁGINAS não se calam assim e além do mais quem é que te ia provocar?

Por isso o sossego é relativo.

Beijinhos

Manuela Baptista

jaime latino ferreira disse...

MANUELA


Sossego ...

É relativo, pois claro, pois que agora, se tu me provocas aqui, eu ir-te-ei provocar ali com histórias com mar ao fundo!

Se calhar, agora, terei eu de pensar numa rúbrica para o teu próprio blogue do tipo Com Páginas Da Minha Parte ...

Que achas!?

Beijos grandes


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Agosto de 2009

Filomena disse...

Jaime,

Muito linda esta homenagem que faz à Manuela.

Beijo

Filomena

Jaime Latino Ferreira disse...

FILOMENA


Minha Querida,

Não fiz mais do que a minha desejada e voluntária obrigação!

Um beijo para Si também


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Agosto de 2009